Armando Lucero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Armando Lucero
Nome Armando Lucero
Nascimento 1942
Flag of Buenos Aires City.png Buenos Aires Décembre 2007 - Avenida 5 de Mayo.jpg Buenos Aires, Bandera de la Provincia de Buenos Aires.svg Coat of arms of the Buenos Aires Province.png Buenos Aires,  Argentina
Morte 5 de maio de 2010 (67 anos)
Barnimstrasse,  Alemanha
Nacionalidade Argentina argentino(a)
Crime(s) Namoro de forma estupradora de duas adolescentes de 25 anos tendo sete filhos num período de 1967 - 1984
Pena Prisão perpétua
Situação Morto em 5 de maio de 2010 devido a infecção respiratória

Armando Lucero (1942 - 5 de maio de 2010) foi um criminoso argentino preso em 2009 sob a acusação de estuprar uma de suas filhas durante um período de 17 anos. Ele foi acusado de ter sete filhos com ela, e também ter estuprado duas de suas outras filhas. Ele foi preso quando sua filha foi à polícia depois que os temores de que abusos seus próprios filhos[1] .

Lucero morreu na prisão de infecção respiratória no início de maio de 2010 enquanto aguardava julgamento.[2]

Referências

  1. DNA 'proves Argentine's incest'. BBC (2009-05-27). Página visitada em 2010-05-07.
  2. Argentine incest suspect Armando Lucero dies. BBC (2010-05-06). Página visitada em 2010-05-07.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.