Arquidiocese de Milão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Arquidiocese de Milão
Archidiœcesis Mediolanensis
O Duomo de Milão, em estilo Gótico.
Localização
País Itália
Dioceses Sufragâneas Diocese de Bergamo
Diocese de Brescia
Diocese de Como
Diocese de Crema
Diocese de Cremona
Diocese de Lodi
Diocese de Mantova
Diocese de Pavia
Diocese de Vigevano
Estatísticas
Área km²
Informação
Rito Ambrosiàno
Criação da Diocese I seculo
Elevação a Arquidiocese IV seculo
Padroeiro São Ambrósio de Milão
Governo da Arquidiocese
Arcebispo Angelo Scola
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Endereço Piazza Fontana 2, 20122 Milano, Itália. Telefone: 02-85561
Página Oficial www.chiesadimilano.it
E-mail info@chiesadimilano.it

A Arquidiocese de Milão é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica na Itália, pertencente à Província Eclesiástica de Milão e à Conferência Episcopal Italiana.

Em 2004 contava com 4.860.053 de batizados numa população de 5.107.053 de habitantes. É atualmente governada pelo arcebispo cardeal Angelo Scola.

Território[editar | editar código-fonte]

A está na cidade de Milão, onde se acha a catedral de Santa Maria Nascente, o famoso Duomo.

Da Província fazem parte as Dioceses sufragâneas:

Da arquidiocese de Milão fazem parte 1.108 paróquias e, talvez, é a Arquidiocese mais extensa do mundo.

História[editar | editar código-fonte]

A Diocese de Milão foi criada no século I, tendo sido elevada a Arquidiocese no século IV.

O Padroeiro é Santo Ambrósio que foi Bispo da cidade de 374 até 397.

A Arquidiocese segue o Rito Ambrosiano, que tem um calendário litúrgico algo diferente do romano.

Cronologia dos Arcebispos do século XX[editar | editar código-fonte]