Arquidiocese de Pamplona e Tudela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Arquidiocese de Pamplona e Tudela
Archidiœcesis Pampilonensis et Tudelensis
Catedral de la Asunción de Nuestra Señora
Localização
País Espanha
Dioceses Sufragâneas Diocese de Calahorra e La Calzada-Logroño
Diocese de Jaca
Diocese de San Sebastián
Estatísticas
Área 10 421 km²
Informação
Rito Romano
Criação da Diocese século V
Elevação a Arquidiocese 11 de agosto de 1956
Governo da Arquidiocese
Arcebispo Francisco Pérez González
Jurisdição Sé Metropolitana
Contatos
Endereço Plaza de Santa Maria la Real 1, 31001 Pamplona, Navarra
Página Oficial www.iglesianavarra.org/
Mapa da jurisdição da Arquidiocese.

A Arquidiocese de Pamplona e Tudela (em latim: Archidiœcesis Pampilonensis et Tudelensis) é uma arquidiocese da Igreja Católica na comunidade foral (autônoma) de Navarra, na Espanha. Foi criada no século V como sufragânea da Arquidiocese de Tarragona com o nome de Diocese de Pamplona e elevada à arquidiocese em 11 de agosto de 1956. Possui hoje uma jurisdição de 739 paróquias, atendidas por 779 sacerdores, com uma população de 573.386 católicos, ou seja, 99,2% do total da população[1] .

A sede da arquidiocese é a Catedral de Santa Maria de Pamplona e sua concatedral é a Catedral de Santa Maria de Tudela. Seu atual arcebispo é Dom Francisco Pérez González.

História[editar | editar código-fonte]

A diocese de Pamplona ​​foi eregida no século V, embora acredita-se que o primeiro bispo da cidade foi São Firmino, em meados do século III. O primeiro bispo de que se tem notícia é historicamente Liliolo, que participou do III Concílio de Toledo em 589. Foi originalmente sufragânea da Arquidiocese de Tarragona.

Na sequência da Invasão muçulmana no ano 711 o controle dos bispos de Pamplona foi perdido, que assume a sucessão em 829, ao mesmo tempo, quando fez as primeiras tentativas de estabelecer o Reino de Navarra.

Durante a Idade Média, Navarra é uma terra de passagem de peregrinos para Santiago de Compostela ligada ao Caminho de Santiago. O trânsito de peregrinos ajudaram o florescimento de alguns mosteiros (Leyre, Irache, Fitero, Iranzu e La Oliva).

No século XIII, o reino de Navarra é dividido em seis dioceses, incluindo a de Pamplona que era a maior, estendendo-se até mesmo além das fronteiras do reino. Em 1318 a diocese tornou-se parte da província eclesiástica da Arquidiocese de Zaragoza até 1574, quando ficou sufragânea da Arquidiocese de Burgos.

No século XVI, a diocese foi estendido para incluir as diocesed de Bayonne e Dax, que foram suprimidas. No século XVIII, Valdonsella foi cedida à Diocese de Jaca.

Em 5 de setembro de 1851 foi unida à diocese de Tudela, que foi eregida em 27 de março de 1783 e até então era sufragânea de Burgos, e assumiu o nome da diocese de Pamplona-Tudela. Ao mesmo tempo, tornou-se novamente sufragânea da Arquidiocese de Zaragoza.

Em 8 de setembro de 1861 deu uma porção do seu território para o benefício da ereção da diocese de Vitória. A partir de 17 de julho de 1889 a 2 de setembro de 1955, a Diocese de Tudela foi unida à diocese de Tarazona, durante o qual a sé navarrina tomou o nome da diocese de Pamplona. Em 1955, os limites diocesanos foram modificados de modo que coincidem com os limites de Navarra civil.

A 11 de agosto de 1956 foi elevada à categoria de arquidiocese metropolitana, pela a Bula do Papa Pio XII Decessorum Nostrorum.

Em 11 de agosto de 1984, devido à bula Supremam exercentes do Papa João Paulo II, a Diocese de Tudela foi unida aeque principaliter à arquidiocese de Pamplona: os arcebispos têm o título de Arcebispo de Pamplona e bispo de Tudela, passando o nome a Arquidiocese de Pamplona e Tudela.

Prelados[editar | editar código-fonte]

Bispos[editar | editar código-fonte]

Bispos de Pamplona[editar | editar código-fonte]

Bispos de Pamplona-Tudela[editar | editar código-fonte]

  • Severo Leonardo Andriani Escofet † (1851 - 1861)
  • Pedro Cirilo Uriz Labayru † (1861 - 1870)
  • José Oliver y Hurtado † (1875 - 1886)
  • Antonio Ruiz-Cabal y Rodríguez † (1886 - 1889)

Bispos de Pamplona[editar | editar código-fonte]

  • Antonio Ruiz-Cabal y Rodríguez † (1889 - 1899)
  • José López Mendoza y García, O.S.A. † (1899 - 1923)
  • Mateo Múgica y Urrestarazu † (1923 - 1928)
  • Tomás Muñiz Pablos † (1928 - 1935)
  • Marcelino Olaechea Loizaga, S.D.B. † (1935 - 1946)
  • Enrique Delgado y Gómez † (1946 - 1956)

Arcebispos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dados referentes a 2005.