Arquipélago Juan Fernández

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde junho de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ilha Juan Fernandez (vista para Robinson Crusoe a partir da montanha).
Localização dos arquipélagos do Chile.

O arquipélago Juan Fernández ou João Fernandes[1] é um pequeno grupo de ilhas a mais de 600 km de distância da costa chilena.

Com geografia bastante peculiar, as ilhas do arquipélago vão do nível do mar até cumes de 1.500 m e possuem alguns ecossistemas endêmicos. Mais de 60% das espécies nativas não podem ser encontradas em qualquer outra parte do planeta. Dada a sua importância biológica esse arquipélago foi declarado Parque Nacional em 1935 e Reserva Mundial da Biosfera em 1977.

Dentre as ilhas do arquipélago, a maior delas é a ilha Robinson Crusoe, com 93 km². Foi nela que o marinheiro escocês Alexander Selkirk, permaneceu por mais de quatro anos. Os relatos do navegante teriam dado vida a Robinson Crusoe, famoso personagem do livro de Daniel Defoe. Mais tarde, o nome deste personagem foi dado a esta ilha.

A ilha de Robinson Crusoe é a única do arquipélago que tem uma população permanente, de cerca de 500 a 600 habitantes, localizada na vila de San Juan Bautista e seus arredores. A economia local está baseada na pesca da lagosta.

Referências

  1. Fernandes, Ivo Xavier. Topónimos e Gentílicos. Porto: Editora Educação Nacional, Lda., 1941. vol. I.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquipélago Juan Fernández