Arquipélago do Marajó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arquipélago do Marajó
(Arquipélago)
O arquipélago do Marajó, com destaque à ilha de Marajó.
País  Brasil
Região Amazônia
Localidades mais próximas Estados do
Pará Pará e
 Amapá
Altitude 15 m
Coordenadas 1° 0' 2" S 50° 12' 28" O

Arquipélago do Marajó é o maior arquipélago flúvio-marítimo da Terra. Tem as seguintes características estruturais:

  • Ilha de Marajó, com cerca de 42 mil quilômetros quadrados, é a maior ilha costeira flúvio-marítima do mundo, estendendo-se desde a foz do rio Amazonas, entre a Linha do Equador e o paralelo 1,55ºS de Latitude e, no rumo E/W entre os meridianos 47ºW e 53ºW de longitude, com a subdivisão política em dezesseis municípios.
  • São cerca de 2 500 ilhas e ilhotas periféricas espalhadas por todos os meandros insulares e flancos de contorno da Ilha de Marajó, pertencentes a jurisdições geopolíticas de diversos municípios marajoaras e estuarinos continentais da periferia do Delta, sendo 46 ilhas de tamanhos grandes e médios, a saber:
    • 22 delas, grandes e médias, às proximidades do limite ocidental da Ilha-Nuclear, em torno da intersecção do Paralelo 1,45ºS da Linha do Equador com o Meridiano 51,50ºW de Longitude de Greenwitch, jurisdicionadas a quatro municípios periféricos ocidentais do Delta - Gurupá-PA: 01-Ilha Grande de Gurupá, 02-São Salvador, 03-Urutaí, 04-Caldeirão, 05-Rasa, 06-Cajari, 07-Caju, 08-Paracuuba, 09-Porquinhos, 10-Teles, 11-Pará e 13-Salvador; Porto de Moz-PA: e 14-Ururicaia; Almeirim-PA: 15-Comandaí; Breves-PA: 16-Mututi, 17-Aranaí, 18-Mutunquara, 19-Carão, 20-Limão, 21-Maritapina e 22-Roberta;
    • 13 Ilhas grandes e médias, afora diversas ilhotas, nos limites noroestes da Ilha Nuclear, em torno da intersecção do Paralelo 0,30ºS de Latitude da Linha do Equador com o Meridiano 51,1ºW de Longitude de Greenwitch, jurisdicionadas a um Município Nuclear - Afuá-PA:: 01- Arquipélago do Jurupari, 02-Pacas, 03-Cará, 04-Serraria, 05-Panenã, 06-Conceição, 07-Morcesa, 08-Porcos, 09-Maracujá, 10-Parauara, 11-Baturité, 12-Anajá e 13-Charapucu;
    • 10 ilhas grandes e médias, sem contar muitas ilhotas, nos limites orientais da Ilha de Marajó na foz do rio Amazonas, jurisdicionadas a dois Municípios Nucleares, em torno da intersecção da Linha do Equador com o Meridiano 50ºW de Longitude de Greenwitch: Chaves-PA: : 01-Bragança, 02-Janaucu, 03-Viçosa, 04-Jurupari de Chaves, 05-Caviana Setentrional, 06-Caviana Meridional, 07-Mexiana, 08-Ganhoão, 09-Machadinho; e Soure-PA: 10-Camaleão;
    • 23 Municípios estuarinos continentais de periferia do Delta do Amazonas, todos da jurisdição estatal do Estado do Pará, incluindo aqueles 3 já citados, no limite ocidental da Ilha de Marajó (Almeirim, Porto de Moz e Gurupá); 2 no Estuário Anapu/Pacajás (Portel e Melgaço); e 16 situados à margem direita do Rio Pará e Baias de Guajará e Marajó que conformam o braço meridional do Delta o braço setentrional do Delta é o Rio Amapá ou Canal do Norte, ambos resultantes da bifurcação do Rio Amazonas, que se dá pouco abaixo das desembocaduras dos Rios Xingu (à direita) e Jarí (à esquerda), com epicentro em torno da intersecção do Paralelo 1,50ºS de Latitude da Linha do Equador com o Meridiano 52,20ºW de Longitude de Greenwitch: 01-Almeirim, 02-Gurupá, 03-Porto de Moz, 04-Melgaço, 05-Portel, 06-Bagre, 07-Oeiras, 08-Limoeiro do Ajuru, 09-Abaetetuba, 10-Barcarena, 11-Belém, 12-Ananindeua, 13-Benfica, 14-Benevides, 15-Santa Bárbara, 16-Santo Antônio do Tauá, 17-Colares, 18-Vigia, 19-São Caetano de Odivelas, 20-Curuçá, 21-Marapanim, 22-Magalhães Barata e 23-Maracanã.[1]

Base geopolítica[editar | editar código-fonte]

Além do seu status preceituado na Constituição do Estado do Pará (Art. 13), o Arquipélago do Marajó já é estabelecido por Lei Estadual como área de proteção ambiental (APA) - privilégio jurídico facultado pelo Sistema Nacional de Meio Ambiente (SISNAMA) - conjunto consolidado de Leis ambientais que conformam a macropolítica pública ambiental-ecológica da União. O status APA torna uma área ecológica protegida oficialmente contra processos de intervenção artificial que possam degradar os ecossistemas.

A Área de Proteção Ambiental do Arquipélago do Marajó é a maior unidade de conservação do estado do Pará, com 5.500.000 hectares ou 55.000 quilômetros quadrados, e também considerada a maior unidade de preservação do Brasil. O limite da área é com o oceano Atlântico, o rio Amazonas e a baía do Marajó[2] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.