Arquitetura da Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox question.svg
Esta página ou seção carece de contexto (desde março de 2012).

Este artigo (ou seção) não possui um contexto definido, ou seja, não explica de forma clara e dire(c)ta o tema que aborda. Se souber algo sobre o assunto edite a página/seção e explique de forma mais clara e objetiva o tema abordado.

Igreja de Ostrov - Estilo da Muscóvia.
Catedral de São Basílio e o Kremlin.

Na Segunda Idade de Ouro, a arte bizantina estendeu-se à zona russa da Arménia, em Kiev construiu-se a igreja de Santa Sofia no ano 1017, seguindo fielmente os influxos da arquitetura de Constantinopla. Estruturou-se em forma basilical de cinco naves terminadas em absides. Em Novgorod levantavam-se as igrejas de São Jorge e de Santa Sofia, ambas de projeto central.

Posteriormente, destacou-se a catedral de São Basílio, na Praça Vermelha em Moscou, realizada nos tempos de Ivan, o Terrível (1555 - 1560), cujas cinco cúpulas, a mais alta e esbelta no cruzeiro e outras quatro situadas nos ângulos que formam os braços da cruz, ressaltam por sua coloração, pelos elevados tambores e por suas características de perfis bulbosos.

À parte da arquitetura religiosa, também destacam-se construções civis tais como as fortalezas ou Kremlin, que há uma em cada cidade histórica importante russa. As fortalezas que mais se destacam são as de Moscou, Rostov e Suzdal.

Ícone de esboço Este artigo sobre a Rússia é um esboço relacionado ao Projeto Europa e ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.