Arroz com feijão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Se você procura pelo álbum de Daniela Mercury, veja Feijão com Arroz
Caipirinha.jpg
Este artigo é parte da
temática culinária do Brasil

Arroz com feijão é o nome dado a um prato típico do Brasil. Essa receita não tem uma origem certa, mas a hipótese mais aceita é a de que seria fruto de uma combinação do arroz (de origem oriental) trazido pelos portugueses para o Brasil com o feijão, que já seria consumido no Brasil pelos ameríndios.[1] Alguns autores apontam o Brasil como o primeiro país a cultivar esse cereal no continente americano. O arroz era o "milho d'água" (abati-uaupé) que os tupis, ainda muito antes de conhecerem os portugueses, já colhiam nos alagados próximos ao litoral. Outra versão afirma que esse prato foi a união do arroz com a feijoada, que tem origem africana ou portuguesa. O que se sabe é que ao longo dos séculos esse prato foi se popularizando por todo o país, passando a ser uma parte quase que indispensável da refeição dos brasileiros.

Em Cuba denominam o arroz-com-feijão de Moros y Cristianos ou Congo, e na Costa Rica de Gallo Pinto, tradicionalmente acompanhado do molho Lizano

Conteúdo Nutricional[editar | editar código-fonte]

O arroz com feijão é um prato rico em nutrientes. Estes cereais, combinados, fornecem carboidratos e todos os aminoácidos essenciais, sendo portanto uma fonte completa de proteínas. Também contém ferro, vitaminas do complexo B e cálcio. O feijão também fornece ferro.[2] A proporção correta é de uma porção de feijão para cada três porções de arroz.[3] [4] .[5]

Esse prato também serve para regular o teor glicêmico do sangue (entretanto, arroz polido, se consumido sozinho pode fazer disparar as taxas de glicemia no sangue). Não se deve utilizar muito sal no preparo tanto do arroz quanto do feijão, pois o sódio eleva a pressão cardíaca.

Abaixo, a tabela nutricional para uma colher de sopa dos dois alimentos em separado.

Arroz Feijão
Calorias (kcal) 41 52
Carboidratos (g) 8,07 10,6
Proteínas (g) 0,58 3,53
Lipídios (g) 0,73 0,18
Colesterol (g) 0 0

Entretanto, apesar de muito nutritivos, apenas comer arroz e feijão não basta, pois há outros minerais, vitaminas e nutrientes que não são encontrados na dupla.

Tipos de arroz com feijão[editar | editar código-fonte]

Existem muitas variedades de arroz e de feijão. Por isso, é possível fazer diversas combinações com cada elemento. Hoje em dia, é cada vez mais disseminado o uso do arroz integral, variedade mais saudável do que o arroz normal. O feijão, normalmente feijão-da-índia, também vem sendo substituído por outras variedades de leguminosas, como o feijão-azuqui, grão-de-bico e até soja (nestes dois últimos casos, o prato deixa de se chamar arroz com feijão e não tem denominação específica).

Arroz com feijão.

Outras funções[editar | editar código-fonte]

Em termos linguínsticos, feijão com arroz acabou por receber outras conotações. Por ser um prato muito comum e usual, se tornou também uma expressão que indica uma coisa muito corriqueira, por exemplo: "Vou sair desse feijão com arroz: vou mudar minha rotina".

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.