Arsínoe (Cilícia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Arsínoe (em grego: Ἀρσινόη) foi uma antiga cidade grega portuária na costa meridional da Anatólia, na Cilícia[1] [2] ou na Panfília,[3] provavelmente situada entre Anemorion (atual Anamur) e Celenderis (atual Aydıncık), perto da cidade atual de Bozyazı, província de Mersin, Turquia.

Foi fundada provavelmente depois de 278 a.C. por Ptolemeu II, faraó do Egito e batizada com o nome da sua esposa e irmã, Arsínoe II (316270 a.C.).[3] A cidade é mencionada por Estrabão, que a situa a leste e a pouca distância de Coracésio, a moderna Alanya,[4] se bem que alguns autores considerem que essa Arsínoe a que Estrabão se refere, seja afinal Sydrie, Syedra[a] ou Aunesis, com a grafia errada.[5]

A existência de uma cidade com o nome de Arsínoe na área de fronteira entre a Cilícia e a Panfília é testemunhada por uma inscrição do século III a.C. dedicada a um certo Teodoro, filho de Demétrio, originário de "Arsínoe na Panfília", descoberta em Chipre e por uma urna funerária do início do século I d.C. onde foi sepultado um cidadão de "Arsínoe na Panfília".[3]

Segundo a análise cruzada de fontes históricas como Estrabão, Plínio, Stadiasmus e outras, publicada em 1824 por William Martin Leake (1777–1860), a Arsínoe da Cilícia situar-se-ia nas ruínas de Softa Kalesi (ou Sokhta Kálesi), um castelo mais recente, ou nas suas imediações. Este castelo encontrava-se imediatamente a oeste de Bozyazı e por abaixo dele havia um porto, o que correspondia à descrição de Estrabão. No lado oriental do porto há uma península que está coberta de ruínas. Segundo Francis Beaufort (1774–1857), o local situava-se a leste de Anemur e a ocidente, e próximo, do cabo Kizliman (Kızil Burnu).[1] [6]

Notas e fontes[editar | editar código-fonte]

[a] ^ Syedra situa-se numa encosta sobre o mar a cerca de 16 km a leste de Alanya.[7]
  1. a b Smith 1854, Arsi´noe
  2. Cohen 1995, p. 363
  3. a b c Cohen 1995, p. 335
  4. Estrabão, Geografia, Livro XIV, Capítulo 5, 3 [fr] [en] [en] [en]
  5. Strabo, Geography 14.5.3. Nota 1. (em inglês) www.perseus.tufts.edu. Página visitada em 31 de janeiro de 2014.
  6. Leake 1824, p. 201–202
  7. Rochow, Ralf. Syedra (em alemão) HISToric anatOLIA. www.histolia.de. Página visitada em 31 de janeiro de 2014.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cohen, Getzel M. (1995) (em inglês), The Hellenistic Settlements in Europe, the Islands, and Asia Minor, University of California Press, pp. 481, ISBN 9780520914087