Arte in situ

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Em arte contemporânea, arte in situ designa um método artístico em que se concebe ou dedica uma obra de arte ao seu local de exposição, pelo que se assume uma característica não-transportável da mesma. In situ qualifica igualmente uma obra que toma em conta o local onde está instalada.

Muitas destas sobras são classificadas como instalações.

Alguns artistas que executam este tipo de arte são Daniel Buren, Andy Goldsworthy, Christo e Jeanne-Claude, Dan Flavin, Richard Serra, e Rowan Gillespie.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]