Arthur Wint

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arthur Wint
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade 400 m 800 m
Nascimento 25 de maio de 1920
Plowden, Jamaica
Nacionalidade Flag of Jamaica (1906-1957).svg jamaicano
Falecimento 19 de outubro de 1992 (72 anos)
Linstead, Jamaica
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Londres 1948 400 m rasos
Ouro Helsinque 1952 4X400 m rasos
Prata Londres 1948 800 m
Prata Helsinque 1952 800 m

Arthur Stanley Wint, MBE (Plowden, 25 de maio de 1920 - Linstead, 19 de outubro de 1992) foi o primeiro campeão olímpico da Jamaica, vencedor dos 400 m rasos em Londres 1948.

Conhecido como Gigante Gentil [1] - tinha 1,94 m de altura -, aos 17 anos foi eleito o Atleta Jovem da Jamaica e no ano seguinte venceu os 800 metros dos Jogos Desportivos Centro-Americanos, no Panamá.

Em 1942, como integrante da Força Aérea, juntou-se ao plano de treinamento de aviadores de países da Comunidade Britânica e nele, representando o Canadá, estabeleceu o recorde canadense dos 400 m rasos. Em 1943, foi enviado para a Grã-Bretanha como tenente-aviador e lutou na Segunda Guerra Mundial como piloto da RAF.[1] Em 1947, ele deixou a RAF para estudar medicina, num hospital-escola de Londres.

Jogos Olímpicos[editar | editar código-fonte]

Em 1948, Witt foi a Londres representando a sua Jamaica natal e venceu a prova dos 400 m, sagrando-se o primeiro campeão olímpico jamaicano.[2] Competindo também nos 800 m, ficou com a medalha de prata. Com uma distensão muscular, foi obrigado a abandonar a tentativa de uma terceira medalha no revezamento. Quatro anos depois, em Helsinque 1952, Witt integrou a histórica equipe do revezamento 4x400 m jamaicano (com Leslie Laing, Herb McKenley e George Rhoden - campeão olímpico dos 400 m naqueles Jogos) que ganhou a medalha de ouro e quebrou o recorde mundial da prova (3m03s9) sagrando-se bicampeão olímpico..[2] Nos 800 m, conquistou mais uma medalha de prata, novamente atrás do norte-americano Malvin Whitfield, o mesmo vencedor de Londres 1948.

Nova carreira[editar | editar código-fonte]

Witt fez sua última corrida em 1953, no Estádio de Wembley, completou sua residência médica e formou-se doutor, trabalhando em Londres, e no ano seguinte foi sagrado como Membro do Império Britânico (MBE) pela Rainha Elizabeth II.

Em 1955, voltou para a Jamaica e estabeleceu-se como único médico da pequena Hanover, uma paróquia rural da ilha, onde atendeu à população pobre. Nos anos 60, serviu como Alto Comissário da Jamaica para o Reino Unido e entre 1974 e 1978, como embaixador para Suécia e Dinamarca.[1]

Morreu na pequena localidade de Linstead, em 1992, aos 72 anos. Seu funeral teve a presença do primeiro-ministro, do líder da oposição ao governo e de velhos amigos rivais do atletismo. Foi imortalizado com uma estátua na entrada do Estádio Nacional de Kingston, capital do país.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências