Articulação sinovial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Outubro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Diagrama da articulação sinovial.

Uma articulação sinovial possui grande amplitude de movimento sendo classificada com diartrose. Na articulação sinovial, as superfícies articulares dos ossos são protegidas por uma cartilagem fibrosa que confere resistência à superfície articular. As superfícies articulares estão então revestidas por uma camada de cartilagem que forma como que uma bolsa onde se encontra a articulação. Os ligamentos, que também são feitos de tecido fibroso muito resistente, ajudam a manter a estabilidade da articulação, podendo inclusive ser expansões da capsula articular. A área dentro dessa cápsula articular é chamada de cavidade articular e está repleta de um fluido chamado líquido sinovial ou sinóvia que nutre a articulação uma vez que não é irrigada diretamente e permite que as superfícies deslizem entre si pois lubrifica. Alguns exemplos de articulação sinovial incluem os joelhos, a coxofemoral e a articulação temporomandibular (que une o crânio e a mandíbula).

Tipos:

a)Ginglimo ou uniaxial:cotovelo

b)Pivô: articulação atlantoaxial


c)Articulação do ombro: multiaxial ou esferoidal

d)Plana: carpo

e)Articulação trocoide (em pivô)

- uma projeção de um osso, semelhante a um dente, gira sobre um receptáculo, em fora de anel, do outro osso; ou, reciprocamente, o anel gira em torno da projeção. Esta entre as duas primeiras vértebras cervicais que permite a rotação do crânio sobre o eixo da coluna vertebral e move-se de um lado ao outro. Exemplo:balançar a cabeça para dizer não.

- Possuem uma substância denominada líquido sinovial
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.