Arturo Gatti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arturo Gatti

Arturo Gatti (Cassino, 15 de abril de 1972Ipojuca, 11 de julho de 2009) foi um lutador de boxe profissional ítalo-canadense.

Iniciou sua carreira no ano de 1991.[1] , tendo ganhado o cinturão mundial de superpenas de 1995, ao vencer o lutador norte-americano Tracy Harris Patterson. Em 2004, novamente ganhou o título mundial na categoria superleves, por nocaute, sobre o italiano Gianluca Branco.[1] Sua esposa, Amanda Rodrigues, com quem Arturo teve um filho, o encontrou morto, no dia 11 de julho de 2009, num apartamento alugado em Porto de Galinhas, com marcas na cabeça e pescoço.[1] . Suspeitou-se de que a causa da morte foi suicídio, mas autoridades americanas e canadenses questionam essa versão.

Notas e referências

  1. a b c Abril. Bicampeão mundial de boxe é encontrado morto em Pernambuco. Página visitada em 11/07/2009.