Asparuch da Bulgária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Asparukh da Bulgária)
Ir para: navegação, pesquisa
Asparuch da Bulgária
do Império Búlgaro
KhanAsparuh.jpg
Monumento a Asparuch, em Dobrich
Governo
Reinado 681 (ou 665) — 701 (ou 695)
Antecessor Fundador do Primeiro Império Búlgaro
Herdeiro Tervel
Sucessor Tervel da Bulgária
Dinastia Dulo
Vida
Nome completo Аспарух
Morte 701
Filhos Tervel
Pai Kubrat da Antiga Grande Bulgária
Assinatura Assinatura de Asparuch da Bulgária

Asparuch ou Asparukh (em búlgaro: Аспарух; transl.: Asparukh ou Исперих, Esperekh) foi um líder búlgaro da segunda metade do século VII. A ele é creditada a fundação do Primeiro Império Búlgaro em 680–681.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

De acordo com a Nominalia dos cãs búlgaros, Asparukh pertencia ao clã Dulo e seu reinado teria durado 61 anos. Essa longa duração do seu reinado não é considerada exata e provavelmente refere-se à duração da vida de Asparukh. Segundo a cronologia estabelecida por Moskov, ele teria reinado entre 668 e 695. Outras cronologias datam o final do seu reinado em 700 ou 701, mas essa datação é incompatível com a Nominalia. Segundo fontes bizantinas, Asparukh era o terceiro filho de Kubrat - o líder que fundou a Antiga Grande Bulgária nas estepes da moderna Ucrânia, cuja morte teria ocorrido em 665 segundo Moskov. Após a morte de Kubrat, sucedeu-o o irmão mais velho de Asparukh, Batbaian, porém a Grande Bulgária sucumbiu a um ataque cazar em 668 e então Asparukh e seus irmãos partiram, com seu povo, em busca de terras mais seguras.

O Primeiro Império Búlgaro

Fundação do Primeiro Império Búlgaro[editar | editar código-fonte]

Asparukh foi seguido por 20 000 a 30 000 búlgaros.[1] [2] [3] Cruzou o delta do Danúbio e, enquanto Constantinopla, capital do Império Bizantino, era sitiada por Muawiyah I, o califa omíada (674–678), ele e seus seguidores se estabeleceram ou na área de Ongul, no sul da Bessarabia, ou no norte de Dobruja.

Depois que o cerco árabe a Constantinopla terminou, o imperador bizantino Constantino IV marchou contra os búlgaros e seus aliados eslavos em 680, forçando-os a procurar abrigo em um acampamento fortificado. Obrigado a abandonar a liderança do seu exército para tratamento médico, o imperador alimentou boatos de que havia fugido, o que solapou o ânimo das tropas e suscitou muitas deserções. Então, os búlgaros e seus aliados conseguiram romper o bloqueio e derrotar as tropas inimigas na batalha de Ongal, ainda em 680. Em seguida, Asparukh deslocou-se rapidamente do delta do Danúbio para a região dos Balcãs.

Reinado[editar | editar código-fonte]

A vitória de Asparukh levou à conquista da Mésia pelos búlgaros e ao estabelecimento de uma espécie de aliança com os grupos eslavos locais (os severianos e as sete tribos eslavas). Quando Asparukh iniciou a invasão pelas montanhas da Trácia bizantina em 681, Constantino IV decidiu limitar suas perdas e concluir um tratado pelo qual o Império Bizantino pagaria aos búlgaros um tributo anual em dinheiro a título de "proteção" - o que equivale ao reconhecimento do estado búlgaro pelo Império Bizantino. Na historiografia búlgara, 681 é o ano geralmente aceito como data da fundação da Bulgária.

Segundo a tradição local, Asparukh morreu em combate contra os cazares no Danúbio. Foi sucedido por seu filho, Tervel.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Asparuch da Bulgária
Nascimento:  ? Morte: 701
Primeiro Cã búlgaro
681–701
Sucedido por:
Tervel

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • John V.A. Fine, The Early Medieval Balkans, Ann Arbor, 1983.
  • Mosko Moskov, Imennik na bălgarskite hanove (novo tălkuvane), Sofia 1988.
  • Jordan Andreev, Ivan Lazarov, Plamen Pavlov, Koj koj e v srednovekovna Bălgarija, Sofia 1999.
  • (fonte primária) Bahši Iman, Ja'far Tarikh, vol. III, Orenburg 1997.
  • (fonte primária) Nicéforo, patriarca de Constantinopla, Short History, C. Mango, ed., Dumbarton Oaks Texts 10, 1990.
  • (fonte primária) The Chronicle of Theophanes Confessor, C. Mango e R. Scott, trans., Oxford University Press, 1997.
  • Васил Н. Златарски, История на българската държава през средните векове, Част I, II изд., Наука и изкуство, София 1970, pp. 176 – 209.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]