Assassin's Creed Rogue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Assassin's Creed Rogue
Produtora Ubisoft Sofia
Editora(s) Ubisoft
Director Martin Capel
Escritor(es) Richard Farrese[1]
Motor AnvilNext
Plataforma(s)
Série Assassin's Creed
Data(s) de lançamento PlayStation 3 & Xbox 360
  • AN 11 de Novembro de 2014[2]
  • PAL 13 de Novembro de 2014[3]

Microsoft Windows
2015[4]

Género(s) Acção-aventura, stealth
Modos de jogo Um jogador[5]
Média Disco óptico, distribuição digital

Assassin's Creed Rogue é um videojogo histórico de acção-aventura produzido pelo estúdio Ubisoft Sofia e publicado pela Ubisoft. Foi editado para PlayStation 3 e Xbox 360 entre 11 e 13 de Novembro de 2014 e será lançado para Microsoft Windows no inicio de 2015. É o sétimo jogo principal da série Assassin's Creed e serve como sequela para Assassin's Creed IV: Black Flag de 2013, bem como tem relacionamento com Assassin's Creed III e Assassin's Creed Unity.

Assassin's Creed Rogue decorre no séc. XVIII durante o conflito Franco-Indígena, um dos palcos da Guerra dos Sete Anos, e conta a história de Shay Cormac, um Assassino que, ao longo do enredo, acaba se tornando Templário. O estilo de jogo em Rogue é similar a Black Flag, contendo exploração naval e em terra, numa perspectiva de terceira pessoa.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogador pode controlar o navio de Shay, o Morrigan, e participar em combates navais.[2]

Os aspectos navais de jogos anteriores regressam para Rogue com o jogador a controlar o navio de Shay, o Morrigan.[2] [6] O Morrígan tem um calado parecido com o navio de Edward Kenway de Assassin's Creed IV: Black Flag, permitindo assim navegação nos rios.[1] [2] Outras características novas do navio incluem a capacidade de largar manchas de óleo que pode ser inflamado, metralhadoras tipo canhões e a habilidade dos inimigos entrarem no Morrígan durante os combates navio-a-navio. O ambiente árctico também tem características que influenciam a jogabilidade naval: o navio pode destruir icebergs para ganhar saque adicional ou quebrar camadas de gelo para ultrapassar navios inimigos e explorar mais o mapa.[7]

As missões subaquáticas de Black Flag não existem no Atlântico Norte; e nadar faz com que a energia do jogador esvazie rapidamente devido à água gelada.[8]

Para o combate, o jogo introduz uma espingarda de ar, o qual permite ao jogador eliminar inimigos à distancia. A espingarda pode ter vários tipos de projecteis, como panchões. O jogador também pode usar um lançador de granadas, o qual dispara estilhaços de granadas, entre outras coisas.[1] Os Assassinos inimigos têm arquétipos similares aos jogos anteriores, com habilidades que os jogadores têm usado desde o jogo original; esconder-se em arbustos, misturar-se com multidões, e fazer ataques aéreos contra o jogador.[8]

Ao contrário dos jogos anteriores da série, em Rogue o jogador não é penalizado se matar civis.[9] Apenas o nível de procurado aumenta.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Personagens[editar | editar código-fonte]

O protagonista do jogo é Shay Patrick Cormac, um recruta de 24 anos da Ordem dos Assassinos, que cresce desiludido com os métodos e a causa da Ordem, mesmo quando a sua carreira começa a dar os primeiros passos.[1] Eventualmente, ele é traído e abandonado pelos Assassinos, depois de um trabalho em Lisboa acabar em desastre.[1] [2] [10] [11] Deste modo, junta-se aos Templários, oferecendo os seus serviços como Caçador de Assassinos para conseguir ter uma oportunidade de vingança.[2] [6] [7] As acções de Cormac irão ter consequências no futuro da Irmandade.[2] [7] Cormac tem ligações aos eventos que ocorrem em Assassin's Creed Unity.[12] Haytham Kenway - antagonista secundário e jogável por um período em Assassin's Creed III - aparecerá no jogo,[8] bem como Achilles Davenport, mentor de Ratonhnhaké:ton, e Adéwalé, companheiro de Edward Kenway em Black Flag, e o protagonista de Freedom Cry.[13]

Cenário[editar | editar código-fonte]

Rogue decorre entre 1752 e 1761 durante o conflito Franco-Indígena, um dos palcos da Guerra dos Sete Anos, e tem lugar em várias localizações da América do Norte, incluindo o Atlântico Norte, o Grande Vale Apalache, Alabama, Quebeque e Nova Iorque.[1] [2] [7]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em Março de 2014 foi revelado que um jogo de nome de código "Comet" estava a ser produzido, para ser lançado para PlayStation 3 e Xbox 360.[14] Posteriormente, apareceu a informação que "Comet" teria lugar em 1758 na cidade de Nova Iorque, assim como tinha navegação no Oceano Atlântico. O jogo seria uma sequela para Assassin's Creed IV: Black Flag e teria um Templário de nome Shay como o principal protagonista. Haytham Kenway de Assassin's Creed III e Adewalé de Black Flag também iriam aparecer.[15]

O jogo foi oficialmente confirmado em 5 de Agosto de 2014, depois de o seu titulo ter escapado para a Internet.[16] O director do jogo Martin Capel diz que "Assassin's Creed Rogue completa a saga norte-americana que começou com Assassin's Creed III e Assassin's Creed IV: Black Flag e dá aos possuidores de consolas da geração anterior a possibilidade de experimentar características pedidas pelos fãs, como jogar com um Templário."[2] É referido que irá "preencher os vazios" da história entre AC III e AC Black Flag e tem "uma ligação crucial à saga Kenway".[12] Em adição ao trabalho do estúdio Ubisoft Sofia, estão também a contribuir para o jogo estúdios da Ubisoft em Singapura, Montreal, Quebeque, Chengdu, Milão e Bucareste.[2] [6] A Ubisoft também revelou que o jogo está a ser produzido "nesta fase" sem a componente multijogador, sem comentar quais os modos disponíveis depois do lançamento do jogo.[5] [17]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Assassin's Creed Rogue foi lançado pela Ubisoft para PlayStation 3 e Xbox 360 entre 11 e 13 de Novembro de 2014.[2] Em Outubro foi revelado que também seria editado para Microsoft Windows no inicio de 2015.[4]

Bónus e edições especiais[editar | editar código-fonte]

A 5 de Agosto de 2014 a Ubisoft deu a conhecer os vários bónus de pré-reserva e a Edição de Coleccionador para Assassin's Creed Rogue. Com a pré-reserva de Assassin's Creed Rogue os jogadores recebem os pacotes Commander, Officer e Templar que contém vários itens e armas para usar no jogo e a missão The Siege of Fort de Sable Mission, em que é pedido ao jogador para tomar de assalto o Forte de Sable.[18] [19] [20]

A Edição de Coleccionador de Assassin's Creed Rogue inclui para além de uma cópia do jogo e uma caixa de colecção, um livro de arte, três litografias num envelope e a banda sonora oficial. Como conteúdo digital adicional estão incluídas duas missões para o modo história: The Siege of Fort de Sable e The Armor of Sir Gunn's Quest em que é pedido para resolver os mistérios por detrás de Sir James Gunn, um ex-explorador e Templário escocês que eventualmente poderá ter sido o primeiro descobridor do Novo Mundo.[18] [19]

Recepção[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
BrasilGamer 8/10[21]
Cheat Code Central 4.1/5[22]
Destructoid 5.5/10[23]
Eurogamer.pt 7/10[24]
Game Informer 8.25/10[25]
GamesRadar 2.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svg[26]
GameSpot 6/10[27]
God is a Geek 8/10[28]
Hardcore Gamer 3.5/5[29]
IGN 6.8/10[30]
Joystiq 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[31]
PlayStation LifeStyle 6.5/10[32]
Videogamer 7/10[33]
Pontuação global
Publicação Nota média
GameRankings (PS3) 78.67%[34]
(X360) 71.31%[35]
Metacritic (PS3) 74/100[36]
(X360) 75/100[37]

Referências

  1. a b c d e f Cork, Jeff (6-8-2014). Get To Know Shay From Assassin’s Creed Rogue Game Stop Game Informer. Visitado em 7-8-2014.
  2. a b c d e f g h i j k McWhertor, Michael (5-8-2014). Assassin's Creed Rogue confirmed by Ubisoft - here's the first trailer Polygon. Visitado em 5-8-2014.
  3. Karmali, Luke (28-8-2014). Assassin's Creed Unity Release Date Delayed To November IGN. Visitado em 28-8-2014.
  4. a b Wesley Yin-Poole (13-10-2014). PC gamers get Assassin's Creed Rogue early 2015 Eurogamer. Visitado em 14-10-2014.
  5. a b Pitcher, Jenna (8-8-2014). Assassin's Creed Rogue Single-Player Only 'At This Stage' IGN. Visitado em 10-8-2014.
  6. a b c Jorge Loureiro (5-8-2014). Ubisoft confirma Assassin's Creed: Rogue para PS3 e Xbox 360 Eurogamer. Visitado em 7-8-2014.
  7. a b c d Nunneley, Stephany (5-8-2014). Assassin’s Creed Rogue puts you behind the ship’s wheel again this fall. Visitado em 7-8-2014.
  8. a b c Silva, Marty (14-8-2014). Gamescom 2014: Assassin's Creed Rogue: Dark, Angry, And Out For Blood IGN. Visitado em 15-8-2014.
  9. Shaun McInnis (13-8-2014). Four Reasons I'm Suddenly Interested in Assassin's Creed Rogue GameSpot. Visitado em 13-11-2014.
  10. Tom Phillips (16-10-2014). Assassin's Creed: Rogue is more than the cash-grab it could have been Eurogamer. Visitado em 16-10-2014.
  11. Ricardo C. Esteves (16-10-2014). Lisboa aparece em Assassin's Creed: Rogue GameReactor. Visitado em 17-10-2014.
  12. a b Wallace, Kimberly (5-8-2014). September Cover Revealed – Assassin's Creed Rogue And Unity GameStop Game Informer. Visitado em 5-8-2014.
  13. Jeff Cork (5-9-2014). See The Assassin Hunter In Action In New Trailer Game Informer. Visitado em 25-9-2014.
  14. Schreier, Jason (19-3-2014). Leaked Images Reveal One Of This Fall's Two Assassin's Creed Games Kotaku. Visitado em 19-3-2014.
  15. Schreier, Jason (27-3-2014). Sources: Assassin's Creed Comet Will Let You Play As A Templar Kotaku. Visitado em 27-3-2014.
  16. Tach, Dave (5-8-2014). Assassin's Creed Rogue apparently revealed in leaked trailer (confirmed) Polygon. Visitado em 5-8-2014.
  17. Tom Phillips (6-8-2014). Assassin's Creed: Rogue is single-player only - report Eurogamer. Visitado em 6-8-2014.
  18. a b Assassin’s Creed Pre-Order Guide: Unity & Rogue THE INSIGHTFUL PANDA (6-8-2014). Visitado em 14-10-2014.
  19. a b James Orry (5-8-2014). Assassin's Creed: Rogue Collector's Edition revealed Videogamer. Visitado em 14-10-2014.
  20. Assassin's Creed Rogue - Pre Order AssassinsCreed.ubi.com. Visitado em 14-10-2014.
  21. Rodrigo Spinetti (14-11-2014). Assassin's Creed: Rogue - Análise BrasilGamer. Visitado em 18-11-2014.
  22. Angelo M. D'Argenio (12-11-2014). Assassin’s Creed: Rogue Review Cheat Code Central. Visitado em 13-11-2014.
  23. Brett Makedonski (13-11-2014). Assassin’s Creed: Rogue Review Destructoid. Visitado em 14-11-2014.
  24. Jorge Soares (19-11-2014). Assassin's Creed Rogue - Análise Eurogamer.pt. Visitado em 19-11-2014.
  25. Matt Miller (11-11-2014). Assassin's Creed Rogue Review: Familiar Territory From A New Perspective Game Informer. Visitado em 12-11-2014.
  26. Ashley Reed (13-11-2014). Assassin's Creed Rogue Review GamesRadar. Visitado em 13-11-2014.
  27. Mark Walton (15-11-2014). Assassin's Creed Rogue Review - Déjà vu GameSpot. Visitado em 17-11-2014.
  28. Dan Naylor (19-11-2014). Assassin’s Creed Rogue Review God is a Geek. Visitado em 19-11-2014.
  29. Lee Cooper (17-11-2014). Review: Assassin’s Creed Rogue Hardcore Gamer. Visitado em 17-11-2014.
  30. Assassin’s Creed Rogue Review: Looking Backwards IGN (15-11-2014). Visitado em 17-11-2014.
  31. Xav de Matos. Assassin's Creed Rogue review: Avast ye, clone! Joystiq. Visitado em 9-12-2014.
  32. Dan Oravasaari (13-11-2014). Assassin’s Creed Rogue Review – Generation Loss PlayStation LifeStyle. Visitado em 14-11-2014.
  33. Trinca, Jamie (14-11-2014). Assassin's Creed: Rogue Review Videogamer. Visitado em 17-11-2014.
  34. Assassin's Creed Rogue (PlayStation 3) GameRankings. Visitado em 14-11-2014.
  35. Assassin's Creed Rogue (Xbox 360) GameRankings. Visitado em 14-11-2014.
  36. Assassin's Creed Rogue (PlayStation 3) Metacritic. Visitado em 14-11-2014.
  37. Assassin's Creed Rogue (Xbox 360) Metacritic. Visitado em 14-11-2014.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]