Associação dos Comités Olímpicos de Língua Oficial Portuguesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Associação dos Comités Olímpicos de Língua Oficial Portuguesa
Lang-pt.gif
Lema ""Unido pelo Desporto""
Fundação 8 de Junho de 2004
Tipo Desportiva
Sede MacauMacau
Membros 12 membros
Filiação COI
Presidente MacauAlex Vong
Organização Vice-presidente: Manuel José Marques da Silva

Secretário-Geral: Gustavo Dias Vaz da Conceição
Tesoureiro: Augusto Bernardo Viegas

Sítio oficial www.acolop.com

A Associação dos Comités Olímpicos de Língua Oficial Portuguesa (ACOLOP) é uma organização desportiva não-governamental. Foi criada em Lisboa a 8 de Junho de 2004, com o objectivo de integrar os países e regiões de língua portuguesa pelo desporto. É reconhecida oficialmente pelo Comité Olímpico Internacional (COI). Foi fundada pelos Comités Olímpicos Nacionais de Angola, Brasil, Cabo Verde, Timor-Leste, Guiné-Bissau, Macau (República Popular da China), Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial, cuja língua oficial é o portugues e participa como membro associado. Mais tarde, a Índia (a Associação Olímpica de Goa) e Sri Lanka foram admitidos como membros associados com base nas suas relações históricas com Portugal.

Os países de língua oficial portuguesa se encontram distribuídos por quatro continentes, alcançando um total de 250 milhões de habitantes. O português ocupa um lugar entre as línguas mais faladas do mundo. O propósito da associação é reforçar os laços do mundo lusófono, assim como a promoção da unidade e cooperação através do desporto, concretizando uma aspiração comum das diferentes comunidades que falam português. O lema da ACOLOP é "Unidos pelo desporto".

Membros[editar | editar código-fonte]

Países fundadores (em vermelho) e associados (em verde) da ACOLOP.
Membros efectivos
Membros associados

Objectivos e projectos[editar | editar código-fonte]

Os objectivos que guiam esta organização são:

  • Difundir os Ideais Olímpicos entre os seus membros.
  • Reforçar a cooperação entre os associados, seguindo os princípios da igualdade, respeito mútuo e convergência de interesses.
  • Encorajar a colaboração para a definição de objectivos próprios e para a defesa de interesses comuns.
  • Realizar acções de formação de quadros desportivos e estágios de preparação de atletas.
  • Desenvolver o Programa de Solidariedade Olímpica, com o apoio do Comité Olímpico Internacional.
  • Promover a colaboração ao nível das chefias de missão dos Jogos Olímpicos.
  • Apresentar candidaturas conjuntas a cargos na estrutura do Movimento Olímpico Internacional.
  • Plataforma dos jogos da ACOLOP (Jogos da Lusofonia).

Na 8ª Assembleia-Geral, em Macau (2 de Fevereiro de 2007), o presidente Manuel Silvério mostrou a intenção de fazer campanha para a elevação da língua portuguesa, deixando-a presente no seio do Comité Olímpico Internacional, assim como na Associação dos Comités Olímpicos Africanos (ACONA). Na agenda está também a criação da “Academia Olímpica Lusófona”, a instituição de um “Dia Internacional da Lusofonia”, da promoção de um torneio anual de futebol e também de uma gala anual de prémios desportivos lusófonos e a criação da medalha de mérito desportivo lusófono.

Em 8 de Junho de 2007, precisamente três anos após a criação do ACOLOP, o portal oficial novo da organização foi lançado. Seus servidores estão situados em Macau, nas matrizes da organização. Este portal novo tem a finalidade de fortalecer a comunicação entre o mundo lusófono e a ACOLOP. Servirá também como uma plataforma indicar toda a notícia e atividades a respeito de todas as associações do membro, especialmente aquelas que não têm um portal.

Jogos da Lusofonia[editar | editar código-fonte]

Para que seja efectiva a promoção das relações entre os países e regiões que compõem a Associação, a ACOLOP resolveu organizar os Jogos da Lusofonia, cuja primeira edição ocorreu em Macau, em Outubro de 2006. Com os Jogos pretende-se dar coragem ao desenvolvimento do desporto, mostrando ainda as diferentes culturas que pertencem ao espaço lusófono. A segunda edição foi no ano de 2009 em Portugal. A terceira edição será realizado em Goa, Índia em 2013. E a seguinte no Brasil no ano de 2017

Estrutura[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]