Astolfo Dutra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Astolfo Dutra
Bandeira desconhecida
Brasão de Astolfo Dutra
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 1 de janeiro de 1939
Gentílico astolfodutrense ou portuense
Prefeito(a) Arcílio Venâncio Ribeiro (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Astolfo Dutra
Localização de Astolfo Dutra em Minas Gerais
Astolfo Dutra está localizado em: Brasil
Astolfo Dutra
Localização de Astolfo Dutra no Brasil
21° 18' 54" S 42° 51' 43" O21° 18' 54" S 42° 51' 43" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Zona da Mata IBGE/2008 [1]
Microrregião Ubá IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Dona Eusébia, cataguases, Rodeiro, Itamarati de Minas, Piraúba, Guarani, Descoberto
Distância até a capital 281 km
Características geográficas
Área 159,139 km² [2]
População 13 049 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 82 hab./km²
Altitude 260 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,771 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 120 661,641 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 283,09 IBGE/2008[5]
Página oficial

Astolfo Dutra é um município brasileiro do estado de Minas Gerais localizado a leste da Zona da Mata. Sua população recenseada em 2010, segundo o IBGE, era de 13.049 habitantes. Sua economia se baseia na indústria de confecções. Local de nascimento do ator e escritor Luís Linhares.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município localiza-se na Mesorregião da Zona da Mata mineira. A sede dista por rodovia 281 km da capital Belo Horizonte.

Relevo, clima, hidrografia[editar | editar código-fonte]

A altitude da sede é de 260 m, sendo o ponto culminante do município a Serra do Grama (1300 m).O município está inserido na região denominada mar de morros, devido á grande concentração de serras e montanhas; mas apesar disso a sede do município localiza-se em um vale,rodeado por montanhas,tornando o clima da cidade extremamente quente. No município há grandes serras e montanhas apropriadas ao eco-turismo. O município é inserido na bacia do rio Paraíba do Sul, sendo banhado pelo rio Pomba e seus afluentes Xopotó e Paraopeba.

Bairros[editar | editar código-fonte]

A cidade está dividida em bairros como: Alencar Ribeiro, São José (Cabibó), Centro, Ideal, Jardim Primavera , La Ville, Manoel linhares, Nossa senhora de Fátima, Paz, São Jorge, Usina Paraíso, Rabicho

Zona Rural[editar | editar código-fonte]

Serra da Boa Vista, Serra dos Menezes, Serra da Prata, Serra dos Continos, Serra da Água Limpa.

Distritos[editar | editar código-fonte]

Sobral Pinto, Santana do Campestre e Colônia Santa Maria.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População Total: 11.805

  • Urbana: 10.342
  • Rural: 1.463
  • Homens: 5.941
  • Mulheres: 5.864

(Fonte: AMM)

Densidade demográfica (hab./km²): 73,9

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 19,3

Expectativa de vida (anos): 73,4

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,1

Taxa de Alfabetização: 86,7

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,771

  • IDH-M Renda: 0,672
  • IDH-M Longevidade: 0,807
  • IDH-M Educação: 0,833


Prefeitura[editar | editar código-fonte]

Assumiu a posse no dia 1 de janeiro de 2009 o prefeito Arcílio Venâncio Ribeiro, do PSDB. (Fonte: PNUD/2000)


Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Saúde: A cidade conta com um hospital,uma policlínica e postos de saúde(da rede pública) espalhados nos bairros da cidade,além de uma clínica particular.

Educação: Situa-se na cidade duas escolas municipais para o 1ºgrau e 1 escola estadual para o 1ºgrau e 2ºgrau.Além de escolas particulares

Transportes escolares: a cidade conta com ônibus para os alunos do ensino fundamental, além de kombis para alunos da zona rural.

Comércio e indústria: Na indústria,a cidade se destaca na indútria téxtil sendo um microtecnopolo na região. Na cidade possui um comércio diversificado

História[editar | editar código-fonte]

A cidade originou-se de um povoado surgido em 1808 às margens do rio Pomba e chamado Santo Antônio de Porto Alegre de Ubá, que passou a se chamar Porto de Santo Antônio em 1816. No ano de 1855 o povoado tonou-se distrito do município de Rio Pomba, sendo transferido para o município de Cataguases em 1858 (ALMG). Sua emancipação ocorre em 1938 com o nome de Astolfo Dutra como uma homenagem ao político mineiro Astolfo Dutra Nicácio, duas vezes presidente da Câmara dos Deputados do Brasil.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.