Ateísmo cristão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O ateísmo cristão é um sistema de crenças em que o deus da cristandade é rejeitado mas os ensinos de Jesus são seguidos. O termo ateísmo cristão carrega consigo uma contradição considerável, pois Cristo (ou Kristos) significa ungido, ou escolhido. Sendo ateu o indivíduo não possui crença no divino ou sobrenatural, portanto é contraditório aceitar Jesus como o Cristo Salvador, uma premissa básica do termo Cristo e, consequentemente, também uma premissa básica do indivíduo cristão.

Crenças[editar | editar código-fonte]

  1. A afirmação do irrealidade do deus para nossa era, incluindo as compreensões do Deus que foram uma parte da teologia cristã tradicional
  2. A insistência em cima da vinda aos apertos com cultura como uma característica necessária do trabalho teológico responsável
  3. Vários graus e formulários da alienação da igreja como é constituída agora
  4. Reconhecimento da centralidade da pessoa de Jesus na reflexão teológica [1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ogletree, Thomas W. The Death of God Controversy. New York: Abingdon Press, 1966.
  • Thomas J. J. Altizer, The New Gospel of Christian Atheism (Aurora (CO): Davies Group Publishers, 2003), 170 pp.