Atheriniformes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAtheriniformes
Melanotaenia boesemani , variante vermelha

Melanotaenia boesemani , variante vermelha
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Atheriniformes
Famílias
ver texto

Atheriniformes é uma ordem de actinopterígios que inclui peixes encontrados em águas doce e marinha, tropicais e temperadas de todo o mundo.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Atheriniformes são geralmente alongados e de coloração prata, embora existam exceções. São tipicamente pequenos, sendo o Atherinopsis californiensis o maior exemplar da ordem, com 44 centímetros de comprimento. Os menores medem apenas 2 cm.[1]

Membros da ordem geralmente têm duas nadadeiras dorsais: a primeira, com espinhos flexíveis, e uma nadadeira anal com um espinho na frente. A linha lateral é tipicamente fraca ou ausente.[2] As larvas de Atheriniformes mostram várias características: o intestino é geralmente curto; há uma única fileira de melanóforos ao longo do dorso; e as raias das nadadeiras não se tornam evidentes até pouco tempo depois da eclosão.[2]

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

A classificação dos atheriniformes é incerta, com a melhor evidência da monofilia nas características larvais.[2] Sues parentes mais próximos é a ordem Cyprinodontiformes.[1]

Nelson, 2006, incluiu na família Melanotaeniidae as subfamílias: Bedotiinae, Melanotaeniinae, Pseudomugilinae, e Telmatherininae, demonstrando sua monofilia.[2] Entretanto, num estudo de 2004, uma diferente classificação rearranjou as famílias Bedotiidae, Melanotaeniidae, e Pseudomugilidae (também incluindo os gêneros Telmatherinine) na subordem Melanotaenioidei.[3] Sendo assim, o número de famílias na ordem varia conforme o autor.

Classificação de acordo com Nelson, 2006:[2]

Ordem Atheriniformes

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Allen, Gerald R.. In: Paxton, J.R. & Eschmeyer, W.N.. Encyclopedia of Fishes. San Diego: Academic Press, 1998. 153–156 p. ISBN 0-12-547665-5
  2. a b c d e Nelson, Joseph S.. Fishes of the World. [S.l.]: John Wiley & Sons, Inc, 2006. ISBN 0-471-25031-7
  3. Sparks, John S.; Smith, W. Leo. (2004). "Phylogeny and biogeography of the Malagasy and Australasian rainbowfishes (Teleostei: Melanotaenioidei): Gondwanan vicariance and evolution in freshwater" (PDF). Molecular Phylogenetics and Evolution 33: 719–734. DOI:10.1016/j.ympev.2004.07.002.