Athos Bulcão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Athos Bulcão
Foto em tamanho natural do artista em painel que ornamenta a sede da fundação que leva seu nome (Brasília,DF).
Nome completo Athos Vulcão
Nascimento 2 de julho de 1918
Rio de Janeiro
Morte 31 de julho de 2008 (90 anos)
Brasília
Nacionalidade  Brasil
Ocupação Artista plástico

Athos Bulcão (Rio de Janeiro, 2 de julho de 1918 - Brasília, 31 de julho de 2008) foi um pintor, escultor, desenhista e artista brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido no bairro carioca do Catete, desistiu do curso de medicina em 1939 para se dedicar às artes visuais. Sua primeira exposição individual veio em 1944, na inauguração da sede do Instituto dos Arquitetos do Brasil, em sua cidade natal.[2]

Em 1945 trabalhou como assistente de Cândido Portinari no painel de São Francisco de Assis da Igreja da Pampulha, em Belo Horizonte.[2] Em seguida, mudou-se para Paris, onde viveu até 1949.[3]

Foi funcionário do Serviço de Documentação do Ministério da Educação e Cultura, onde trabalhou com ilustração de publicações. Também realizou trabalhos como artista gráfico e desenhista.[2]

Na função de artista plástico, passou a colaborar com Oscar Niemeyer em 1955. Integrando o esforço de construção de Brasília a partir de 1957.[2] Em 1958, mudou-se definitivamente para a capital brasileira. Nos anos 1960, estabeleceu parceria com o arquiteto João Filgueiras Lima,[4] cujas obras eventualmente apresentam painéis criados por Athos.

Pelo conjunto da obra, recebeu vários prêmios e condecorações, como a Ordem do Mérito Cultural, recebida em 1995 do Ministério da Cultura.[2]

Faleceu aos 90 anos de idade no Hospital Sarah Kubitschek da Asa Sul em Brasília, devido a complicações do mal de Parkinson.[5]

Trabalhos em Brasília[editar | editar código-fonte]

Painel de azulejos da Igreja Nossa Senhora de Fátima, a Igrejinha, a primeira construída em Brasília
Detalhe dos azulejos
Painel de azulejos no Mercado das Flores, em Brasília.

Athos deixou sua marca em Brasília, com painéis em diversos edifícios:

Referências

  1. Bergamo, Mônica (31 de julho de 2008). Artista plástico Athos Bulcão morre em Brasília (em português) Folha Online. Página visitada em 25 de janeiro de 2010.
  2. a b c d e f g h Athos Bulcão: 90 Anos Ministério da Cultura. Página visitada em 4 de agosto de 2009.
  3. Biografia de Athos Bulcão (em português) Fundação Athos Bulcão. Página visitada em 25 de janeiro de 2010.
  4. Severino Francisco. Delicadamente rebelde Especial Athos Bulcão. Correio Braziliense. Página visitada em 25 de janeiro de 2010.
  5. Athos Bulcão morre aos 90 anos (31/07/2008). Página visitada em 10 de agosto de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um artista plástico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.