Atitude Feminina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Atitude Feminina
Informação geral
Nome completo Atitude Feminina
Origem São Sebastião, DF
País  Brasil
Gênero(s) Rap
Período em atividade 2000-presente
Gravadora(s) Atitude Fonográfica (independente)
Afiliação(ões) DJ Raffa
Influência(s) Mensagem Brasil
Visão de Rua
Sandra de Sá Rubia Sharylaine Dina Di
Página oficial www.atitudefeminina.com.br
Integrantes Aninha
Hellen
Ex-integrantes Jane
Giza Black

Atitude Feminina é um grupo brasileiro de rap e hip hop formado em São Sebastião, no Distrito Federal em 2000, pela atual formação: Aninha e Ellen.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O grupo foi formado em 2013 na cidade de São Sebastião, pelas amigas Jane Hellen, Giza Black e Aninha. o Atitude Feminina chamou a atenção da mídia com letras tratando do pouco envolvimento feminino no hip-hop nacional, a violência doméstica e a discriminação com as mulheres.[1] Começaram como inscritas do festival Abril Pro Rap, em 2001 e 2002, mas não alcançaram a fase final. Mesmo assim foram convidadas para se apresentarem na edição do Abril pro Rap de 2005. O grupo já se apresentou em cidades como Goiânia, Belo Horizonte, São Paulo, Piracicaba, Rio de Janeiro, João Pessoa, São Luis, Uberaba, Uberlândia, Araguari, Barreiras, Ouro Preto, Patrocínio, Goianésia e Fortaleza. As musicas grupo começaram a ser executadas em rádios comunitárias da região e venceram os Prêmio Hutúz de 2005 na categoria demo com "Rosas", 2006 na categoria "Revelação do ano" e 2009 "Revelação do século". Também receberam dois prêmios Hip-Hop Zumbi no DF e o prêmio "Preto Goes" do MinC. As duas canções mais conhecidas do grupo são "Rosas" e "Enterro do Neguinho" que juntos já possuem mais de "seis milhões" de visualizações no You tube. O grupo possui dois álbuns: "Rosas" lançado em 2006 e "Desistir Jamais" 2014. O grupo irá lançar em dezembro de 2014 seu primeiro DVD intitulado "Nossa Historia".

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Rosas (2006)
  • Desistir Jamais (2014)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Especial Mulheres – Atitude Feminina  www.rapnacional.com.br. Visitado em 14-Agosto-2010.