Atlético Clube Juventus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
AC Juventus
Ficheiro:Juventusacre.png
Nome Atlético Clube Juventus
Alcunhas Águia
O Clube do Povo
Torcedor/Adepto Juventino
Mascote Águia
Fundação 1 de março de 1966 (48 anos)
Estádio Dom Giocondo Maria Grotti
Capacidade 2.000
Localização Brasão de Rio Branco.svg Rio Branco, Acre AC, Brasil Brasil
Mando de jogo em Arena da Floresta
Capacidade (mando) 16.000
Presidente Brasil Davi Abugoche
Treinador Brasil Oton Sales
Competição Acre Campeonato Acriano
Brasil Campeonato Brasileiro - Série D
Divisão 2012 Acre:5º colocado
BrasilSérie D: Não disputou
Ranking nacional 195º lugar, 150 pontos
Kit left arm thinwhiteborder.png Kit body juventusac13h.png Kit right arm thinwhiteborder.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm thinborderonwhite.png Kit body juventusac13a.png Kit right arm thinborderonwhite.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
editar

Atlético Clube Juventus é uma agremiação esportiva da cidade de Rio Branco, no Estado do Acre, fundada em 1 de março de 1966. Seus principais triunfos rendem 2 Taças do Torneio Integração da Amazônia e 14 Campeonatos Acreanos, sendo o segundo maior clube em número de títulos, perdendo apenas para o arquirrival Rio Branco, que possui 43.

O clube possui um estádio próprio, o Estádio Dom Giocondo Maria Grotti, com capacidade antiga que girava em torno de 8.000 torcedores, mas que não é mais utilizado em partidas oficiais. Hoje, o estádio virou o Centro de Treinamento do clube. Atualmente manda seus jogos na Arena da Floresta.Suas cores são o bordô, branco e preto.

História[editar | editar código-fonte]

O Juventus foi fundado em 1º de março de 1966. Seus fundadores foram Elias Mansour Simão Filho, José Aníbal Tinôco, padre Antônio Aneri, Dinah Gadelha Dias, Valter Félix de Souza e dona Iolanda Souza e Silva. O padre italiano Antônio Aneri foi o primeiro presidente e também responsável por dar nome ao clube, inspirado no time de seu país natal, a Juventus de Turim que era o clube mais tradicional na Itália.

A primeira e atual sede do clube do povo foi doação da Prelazia do Acre e Purus, a sede levou o nome de Dom Giocondo Grotti, que é patrono maior do clube.

O Juventus foi ousado e foi campeão estadual logo em seu primeiro ano de existência. O time campeão estava assim escalado: Zé Augusto; Carlos Mendes, Pedro Louro, Júlio D’Anzicourt e Estevão; Carreon e Romeu; Elízio, Touca, Airton e Ernani. Foi a primeira equipe acreana a excursionar pelo exterior, fazendo jogos na Bolívia e no Peru.

O clube teve seu grande momento nas décadas de 70 e 80, quando conquistou 8 campeonatos estaduais. Após o título de 1996, o Juventus fechou seu departamento de futebol, licenciando-se do profissionalismo. A partir daí, passou a disputar apenas campeonatos das categorias de base.

Em 2003 o Juventus retornou ao profissionalismo , a volta do clube ao futebol só foi possivel após a parceria com a empresa Takeda. Na sua volta, ainda conseguiu chegar à final do estadual de 2004, perdendo o título para o Rio Branco. Entretanto, em 2007, devido à dívidas pendentes, o clube viu-se forçado a efetuar um novo pedido de afastamento dos gramados junto à Federação de Futebol do Acre, não disputando o estadual do mesmo ano.

Em 2009, após um longo jejum de treze anos, o Juventus conquistou o Campeonato Acreano.[1] Na ocasião, conquistou os dois turnos do campeonato, derrotando nas finais Rio Branco e Náuas. O curioso é que em ambas as decisões, o resultado no tempo normal foi de empate. Com isso, o Juventus conquistou os dois turnos nos pênaltis.[2]


Maiores símbolos[editar | editar código-fonte]

Mascote[editar | editar código-fonte]

O mascote do Juventus é a águia, que nos últimos anos foi inserida no escudo junto com a maior alcunha do clube "'O Clube do Povo"'.

Uniforme[editar | editar código-fonte]

Seu uniforme é camisa bordô, calção preto e meias pretas. Ainda não se sabe se isso tem alguma ligação com o Juventus de São Paulo.

Escudo[editar | editar código-fonte]

1° escudo

O primeiro escudo foi usado até o final dos anos 70, era circular e parecido com o escudo do Bahia, nele tinham as cores vermelha e azul, foi esse o escudo mais simpático do clube.

2° escudo

Foi usado entre 1980 e 1990, e era apenas um acrônimo ACJ inserido num circulo vermelho.


3° escudo

O terceiro escudo é mais moderno, com dois circulos e uma águia sobreposta aos dois. Na parte superior está o nome do clube, na inferior tem um estrela dourada e a alcunha "O clube do povo".

Competições Nacionais[editar | editar código-fonte]

O Juventus não obteve sucesso em competições nacionais, participou três vezes da Copa do Brasil e foi eliminado na primeira fase nas três participações: pro Rio Negro de Manaus em 1990, pro Cruzeiro de Belo Horizonte em 1996 e pro Atlético Mineiro, conterrâneo do ultimo em 2010. Na sua ultima participação perdeu de 7-0 em Rio Branco.

1990

Em 1990 o Acre tinha a sua segunda participação na Copa Nacional, sendo que o Juventus estreava, seu rival era o tradicional Rio Negro que até então era um dos clubes mais respeitados da Região Norte, mas o Juventus mostrou que o futebol acreano não deixava muito a desejar perante o futebol amazonense, porém, foi eliminado nos penaltis.

1996

Em 1996 o Juventus enfrentou nada mais nada menos que o futuro campeão Cruzeiro de Belo Horizonte, no jogo em Rio Branco o clube grená se segurou, mas não evitou a goleada na volta e a eliminação.

2007

A terceira participação do clube foi vexaminosa. ficou entre os três piores da competição e foi eliminado em casa no único jogo com uma goleada de 7-0.[4]

O Juventus, apesar de ser o segundo maior clube do estado do Acre nunca disputou o Campeonato Brasileiro de Futebol, independente da divisão, o clube já consegiu a vaga em diversas oportunidades, porém, sempre desistia de assumi-la.

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

O Juventus protagoniza junto com o Rio Branco o maior clássico do futebol acreano, os dois disputam um clássico nomeado de "Pai e Filho". Fora o Rio Branco, o clube tem rivalidades com o Independencia e o Atlético Acreano.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Regionais[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Categorias de Base[editar | editar código-fonte]

Basketball.svg Basquete[editar | editar código-fonte]

Ídolos[editar | editar código-fonte]

  • brasileiro Aníbal Tinôco
  • brasileiro Antônio Maria
  • brasileiro Carlinhos Bonamigo
  • brasileiro Dadão
  • brasileiro Elízio
  • brasileiro Emilson Péricles
  • brasileiro Escurinho
 

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

  • Posição: 195º
  • Pontuação: 150 pontos

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol que pontua todos os times do Brasil.


Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.