Atlantoxerus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAtlantoxerus getulus
Antigua Caleta de Fuste - Caleta del Espino - Atlantoxerus getulus 02 ies.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Sciuridae
Tribo: Xerini
Género: Atlantoxerus
Espécie: A. getulus
Nome binomial
Atlantoxerus getulus
Lineu, 1758
Distribuição geográfica
Distribuição geográfica
Distribuição geográfica

O Atlantoxerus getulus é um esquilo-terrestre e é monotípico de seu gênero Atlantoxerus.

Distribuição[editar | editar código-fonte]

Endêmica da parte mais ocidental do norte da África, no Saara Ocidental, Marrocos e uma pequena área do noroeste da Argélia (Cordilheira do Atlas).[1] Varia da zona costeira até 4.165 m principalmente no Médio e Alto Atlas, no sul de Agadir, no Anti Atlas e no extremo norte do Saara Ocidental, e no sul até Saguia el Hamra.[1] Introduzido a Fuerteventura (Ilhas Canárias), em 1965.[1]

Comportamento[editar | editar código-fonte]

O Atlantoxerus getulus tem sido observado em ocupar ambientes principalmente rochosos , onde cria lares no chão ou tocas eventuais dentro de fendas de rochas de grandes dimensões.[2] Atividade fora da toca ou do lar é limitada ao período da manhã e final da tarde, devido a altas temperaturas durante o alge do dia.[2] Uma característica desses esquilos que os distingue de muitas outras espécies de esquilo é a sua preferência alimentar aparente. O grande fruto - parecido com de uma oliveira - e sementes da árvore de Argan em Marrocos é a principal fonte de alimento para estes esquilos.[2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

A. getulus é uma espécie menor de esquilo, com a cabeça e comprimento do corpo entre 160 e 220 mm, comprimento da cauda entre 180 e 230 mm, e peso entre 300 e 350 gramas.[2] Ele tem uma listra branca que corre de cada lado de seu corpo, com a faixa branca ocasional reta nas costas. O pelo é curto e duro.[2]

Referências

  1. a b c d Aulagnier, S. (2008). Atlantoxerus getulus (em Inglês). IUCN 2012. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2012 Versão 3.1. Página visitada em 16 de fevereiro de 2013.
  2. a b c d e Scott J. Steppan e Shawn M. Hamm (2000). Tree of Life Web Project (em inglês). Visitado em 16 de fevereiro de 2013.