Atom Heart Mother (suite)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.


"Atom Heart Mother"
Música de Pink Floyd
do álbum Atom Heart Mother
Lançamento 10 de Outubro de 1970
Gravação Março, Abril, Junho de 1970
Abbey Road Studios, Londres
Gênero(s) Rock progressivo
Duração 23:44
Composição Roger Waters
David Gilmour
Rick Wright
Nick Mason
Ron Geesin
Produção Pink Floyd, Norman Smith
Faixas de Atom Heart Mother
Último
Último
If
(2)
Próximo
Próximo

"Atom Heart Mother" é a faixa que abre o álbum homônimo. A faixa é, na verdade, uma combinação de várias partes instrumentais (o que explica o fato de ser uma suite), cada uma visivelmente independente da outra, mas todas ligadas por uma ideia central.

Antes da gravação em estúdio, era tocada em apresentações ao vivo, com o nome de "The Amazing Pudding" ("O Incrível Pudim").

A música é a maior gravação contínua da banda com 23 minutos e 44 segundos, sendo alguns segundos maior que a faixa Echoes, do álbum Meddle, de 1971. Shine On You Crazy Diamond é maior que Atom Heart Mother apenas se unidas suas nove partes, que estão separadas no disco Wish You Were Here, de 1975.

Partes[editar | editar código-fonte]

A suite é dividida em seis partes, sendo elas as seguintes:

Father's Shout (00:00)[editar | editar código-fonte]

Tema da música. Começo em fade in com metais, que logo se encorpam e dão origem ao riff que é tema principal da música, com guitarras, percussão, teclados e baixo (além dos metais do início).

Breast Milky (02:50)[editar | editar código-fonte]

O tema é seguido por uma seqüência com riffs de baixo, teclado e violoncelo, que é bem calma no começo e depois abre espaço para um solo de guitarra, acompanhado de metais. Solo este que é um dos mais bonitos solos executados por David Gilmour como guitarrista do Pink Floyd.

Mother Fore (05:23)[editar | editar código-fonte]

Mother Fore começa após a súbito término do solo da segunda parte. Entra então uma coro de vozes, acompanhado de um calmo riff de baixo ao fundo. Estes logo se fundem à percussão que contribui para encorpar o coro, tornando-o mais intenso até que todos cessam calmamente e são seguidos de um órgão que dá abertura à próxima parte.

Funky Dung (10:13)[editar | editar código-fonte]

Funky Dung é um tipo de jamming em que se destacam o solo de guitarra de Gilmour e o órgão de Rick Wright. Um dos pontos altos da suite. O solo de guitarra cessa e o jamming agora conta com uma interessantíssima parte do coro, em que se pode ouvir palavras como "Tea, toast, coffee, yeah! Sa sa sa sa sausage, rrrrroast beef" ("Chá, torradas, café, yeah! Sa sa sa salsicha, rosbife!").

Após a genial participação do coro, há uma reprise do tema principal (Father's Shout), que logo some e dá origem à parte seguinte.

Mind Your Throats, Please (15:28)[editar | editar código-fonte]

Mind Your Throats, Please (Controlem suas gargantas, por favor) é uma parte experimental, repleta de barulhos e sons agudos, misturados com colagens caóticas de metais. Pode-se ouvir uma voz dizendo algo como "Here's a loud announcement!" (17:30), então há um aumento na intensidade dos barulhos, até que há um som de explosão, que encerra a parte e dá origem à próxima.

Remergence (17:56)[editar | editar código-fonte]

Remergence (Reunião) é, basicamente, uma colagem dos vários sons da música, com um piano, guitarra e percussão caóticos ao fundo. Vários metais vão surgindo devagar, até que ganham consistência e intensidade e culminam com uma voz gritando "Silence in the studio!" (19:07), e anunciando a repetição de Father's Shout, agora com mais destaque para os metais. Então começa uma reprise de Breast Milky, mas agora o solo é mais intenso e mais dramático. O solo termina com todos os instrumentos tocando juntos, com ampla participação dos metais e do coral, em um refrão modificado do tema da música, Father's Shout.

O som dos metais e da percussão prevalecem até que a música é encerrada de forma sublime após o coral e o som dos metais atingirem intensidade máxima.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]