Augusto Carlos Teixeira de Aragão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A.C. Teixeira de Aragão
Nascimento 15 de Junho de 1823
Morte 29 de Abril de 1903 (79 anos)
Nacionalidade Portuguesa Flag Portugal sea (1830).svg
Profissão Militar, Médico, Numismata, Arqueólogo e Historiador

Augusto Carlos Teixeira de Aragão GOAComAComNSCCvTECvACvC (Lisboa, 15 de junho de 1823 - Lisboa, 29 de abril de 1903) foi um militar, médico, numismata, arqueólogo e historiador português. Como oficial do Exército Português, reformou-se no posto de general. É considerado um dos "pais" da numismática no país.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filho de José Maria Teixeira de Aragão e de sua mulher Mariana Hermógenes da Silva.

Formou-se em Medicina, tendo alcançado o cargo de Cirurgião-mór-em-chefe do Exército Português.

Como cirurgião da freguesia de Melides do concelho de Grândola, convocou e fez parte da comissão de providência e socorros aos mais necessitados e afectados pela epidemia de disenteria ali ocorrida em 1849.1

Desempenhou o cargo de Director do Hospital Militar de Tavira.2

Desde muito jovem dedicou-se ao colecionismo numismático, o que, aliado à sua extraordinária atividade intelectual e a uma amizade com Luís I de Portugal, permitiu-lhe mergulhar em profundidade neste campo da ciência.

Na década de 1860 foi um dos responsáveis pelos trabalhos de redescoberta do sítio arqueológico da cidade romana de Balsa, em Tavira.3

Em 1867, na qualidade de Conservador do Gabinete do Palácio da Ajuda, foi responsável pela organização, catalogação e exposição do acervo do Museu de Antiguidades da Ajuda, onde estavam reunidas peças de grande valor pertencentes ao tesouro da Casa Real Portuguesa, a conventos extintos e particulares. Procedeu também à aquisição de novas peças. Durante o desempenho destas funções foi-lhe confiada a tarefa de levar parte dos objectos da Colecção Real Portuguesa à Exposição Universal de Paris (1867), tendo a "Comission de L'histoire du Travail" desta exposição atribuído à colecção a medalha de ouro. Durante o período decorrente da exposição teve a oportunidade de travar contato com as personalidades de maior renome mundial no campo da numismática. Simultaneamente foi nomeado pelo Ministério da Guerra para representar Portugal na Conferência Internacional das Sociedades de Socorros a Militares Feridos e Doentes em Tempo de Guerra que se realizou nessa mesma cidade.

Em 1870 publicou a obra Descrição Histórica das Moedas Romanas Existentes no Gabinete Numismático de sua Majestade El-Rei O Senhor D. Luiz I. Um ano depois foi admitido como sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, pelo parecer 4 favorável acerca desta obra, emitido pela Comissão de Archeologia e Ethnographia.

Em 1872 foi nomeado Secretário Geral do Governo da Índia. No decorrer das sua funções acompanhou a Goa o Infante D. Augusto, irmão do rei D. Luis, àquele território português, na expedição de 1895. 5

De 1873 até 1891 regeu o curso de Higiene da Escola do Exército

Em 1874 aderiu à Sociedade Histórica da Independência de Portugal-SHIP, tendo ocupado o cargo de vice-tesoureiro da Comissão Central 1º de Dezembro 1640. 6 7

Em 1875 veio a público o primeiro de três volumes da obra monumental Descrição Geral e Histórica das Moedas Cunhadas em Nome dos Reis, Regentes e Governadores de Portugal. Teixeira de Aragão chegou a planear um quarto volume desta obra, onde incluiria as moedas portuguesas do Brasil e da África Ocidental Portuguesa, o que não chegou a materializar-se.

Neste mesmo ano fez parte da Comissão da Academia Real de Belas Artes, nomeada pelo Governo da altura, com o objectivo de propor a reforma do Ensino das Belas Artes, o plano para a organização dos Museus, e o serviço dos Monumentos históricos e da arqueologia. 8

Reproduziu o desenho exacto da Medalha de Olhão9 concedida aos Olhanenses pelo então Príncipe regente D. João.

Foi eleito para a secção de História e Arqueologia da Academia Real das Ciências de Lisboa em 28 de dezembro de 1876.

Em 1877 participou na conferência arqueológica da Citânia de Briteiros em Guimarães.10

Em 1880, foi nomeado Comissário Régio pela Academia de Ciências, de forma a proceder à preparação e realização do programa de trasladação dos restos mortais de Vasco da Gama, da Igreja do Convento da Nossa Senhora das Relíquias da Vidigueira, para o Mosteiro dos Jerónimos onde permanecem ainda hoje. 11

Tornou-se membro da comissão criada pela Real Associação dos Architectos Civis e Archeologos Portuguezes (RAACAP), cujo principal objectivo estava relacionado à causa patrimonial, através da realização de exposições aos governos sobre a conservação de monumentos históricos.

No ano de 1881 desempenhou o cargo de vogal e delegado da comissão organizadora nomeada para a realização da exposição Special Loan Exhibition of Spanish and Portuguese Ornamental Art exibida no South Kensington Museum em Londres. 12 13 14

Foi membro da Sociedade de Geografia de Lisboa, da "Société Française de Numismatique" e da Comissão de Antiguidades da "Real Academia de la Historia de Madrid".15 Foi sócio do Instituto de Coimbra. 16 Foi também um dos fundadores do Real Instituto Arqueológico de Portugal. 17 No Brasil foi admitido como conselheiro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.

Obra[editar | editar código-fonte]

Condecorações e homenagens[editar | editar código-fonte]

Medalha Teixeira de Aragão - SPN 1963

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Exposições 26
  • Artigos de jornais 27
  • Artigos de blogues 28

Referências

  1. Comissão de providência e socorros aos mais necessitados pela epidemia de disenteria
  2. Cargo de Director do Hospital Militar de Tavira
  3. Descobrir Balsa
  4. Parecer da Comissão de Arqueologia e Etnographia acerca da obra - Descripção histórica das moedas romanas existentes no gabinete numismático de sua Majestade El-Rei O Senhor D. Luiz I
  5. Dicionário de Historiadores Portugueses
  6. Cargo de vice-tesoureiro da SHIP
  7. Ofício da Comissão Central 1º de Dezembro de 1640 do Monumento aos Restauradoures
  8. Comissão da Academia Real de Belas Artes
  9. Fórum de Numismática
  10. Conferência da Citânia de Briteiros
  11. Museu Municipal da Vidigueira
  12. Catálogo da Special Loan Exhibition of Spanish and Portuguese Ornamental Art
  13. Special Loan Exhibition of Spanish and Portuguese Ornamental Art
  14. Exposições de Arte Ornamental
  15. Comissão de Antiguidades da Real Academia de la História de Madrid
  16. Sócios do Instituto de Coimbra (1852-1978)
  17. Blogues de História e Estórias
  18. Biblioteca Nacional
  19. Catálogo descriptivo das moedas e medalhas portuguezas que formam parte da colecção do Visconde de Sanches de Baena
  20. Typos politicos: Mestre Manoel Camões
  21. Cavaleiro da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito
  22. Comendador da Ordem Militar de S. Bento de Avis
  23. Comendador da Ordem Militar de S. Bento de Avis
  24. Cavaleiro da Ordem Militar de S. Bento de Avis
  25. Medalha Teixeira de Aragão
  26. 1ª Exposição Biblio-Numismática Portuguesa
  27. Artigo Jornal i
  28. Ainda os Excêntricos da Baixa Chiado

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]