Auramina O

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Auramina O
Alerta sobre risco à saúde
Auramine O Formula V.1.svg
Nome IUPAC bis[4-(dimethylamino)phenyl]methaniminium chloride
Identificadores
Número CAS 2465-27-2
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C17H22N3Cl
Massa molar 303.8339 g/mol
Ponto de fusão

267 °C

Riscos associados
Frases R R22 R24 R40
Frases S S36/37 S45
Compostos relacionados
Compostos relacionados Cetona de Michler (bis(4,4-dimetil-amina)-benzofenona)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Auramina O, também chamada Amarelo Básico 2, Pyocatanium aureum, Auramina aizen, Amarelo Pioctanina, Amarelo Canário, Pioctanina, C.I. 41000, é um corante diarilmetano usado como um corante fluorescente em coloração em biologia. Em sua forma pura, Auramina O apresenta-se como cristais em agulhas amarelas. É muito solúvel em água e solúvel em etanol.

Usos[editar | editar código-fonte]

A auramina O pode ser usada como um corante "ácido rápido" para bactérias (e.g. Mycobacterium), onde se liga ao ácido micólico na sua parede celular) de maneira similar ao corante de Ziehl-Neelsen.[1] Pode ser usado como uma versão fluorescente do reagente de Schiff.[2]

Auramine O pode ser usada junto com rodamina B como corante auramina-rodamina de Truant para Mycobacterium tuberculosis.[3] [4] Pode também ser usada como um agente anti-séptico.

Referências

  1. Kommareddi S, Abramowsky C, Swinehart G, Hrabak L. (1984). "Nontuberculous mycobacterial infections: comparison of the fluorescent auramine-O and Ziehl-Neelsen techniques in tissue diagnosis". Hum Pathol 15 (11): 1085-9. PMID 6208117.
  2. Khavkin T, Kudryavtseva M, Dragunskaya E, Polotsky Y, Kudryavtsev B. (1980). "Fluorescent PAS-reaction study of the epithelium of normal rabbit ileum and after challenge with enterotoxigenic Escherichia coli". Gastroenterology 78 (4): 782-90. PMID 6986320.
  3. Truant J, Brett W, Thomas W. (1962). "Fluorescence microscopy of tubercle bacilli stained with auramine and rhodamine". Henry Ford Hosp Med Bull 10: 287-96. PMID 13922644.
  4. Arrowood M, Sterling C. (1989). "Comparison of conventional staining methods and monoclonal antibody-based methods for Cryptosporidium oocyst detection". J Clin Microbiol 27 (7): 1490-5. PMID 2475523.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um composto orgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.