Aurora (Condado de Cayuga)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NOTA: Há outra Aurora no condado de Erie, Nova York, uma cidade. A vila de East Aurora naquela cidade é freqüentemente confundida com a vila de Aurora no condado de Cayuga.
O lago Cayuga.

A vila de Aurora é um destino turístico e cidade universitária no Condado de Cayuga, situado em Ledyard, norte de Ithaca, Nova York, Estados Unidos. A vila tinha uma população de 720 pessoas no censo de 2000. Estudantes universitários e turistas no verão aumentam expressivamente este número, sazonalmente.

O Wells College, uma instituição de ensino superior feminina fundada em 1868, tornou-se mista (para ambos os sexos) a partir de 2005, não sem protestos[1] tanto de graduados quanto de estudantes.

Visão geral de Aurora[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Antes da colonização inglesa, havia uma grande aldeia cayuga, Chonodote, muito próxima do sítio a(c)tual de Aurora. Chonodote foi destruída pela Expedição Sullivan em 1779. Alguns dos cayugas retornaram após a guerra para viver numa reserva que outrora incluía a extremidade norte do Lago Cayuga. Parte da localidade estava dentro da Central New York Military Tract e ela se tornou um ponto de parada para o tráfego oriundo do Canal Cayuga-Seneca após a abertura deste em 1837.

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Aurora é a terra natal de:

Mudanças recentes[editar | editar código-fonte]

Em 2001, a empresária Pleasant Rowland, uma aluna da classe de 1962 do Wells College, começou a reformar o histórico Aurora Inn. Ela também comprou outras propriedades na vila para alterar e restaurar. Em declarações à imprensa, Rowland declarou a intenção de ressaltar a beleza e o caráter histórico da comunidade, investindo o lucro obtido em melhorias no Wells College.

O processo resultou na descaracterização de alguns elementos da comunidade, resultando num bem documentado estudo de caso de "town vs. gown" (ou "cidade contra beca"[2] ) e numa forma interiorana de gentrificação. Visto que alguns dos prédios afetados constavam do National Register of Historic Places, a controvérsia envolveu partes interessadas externas à comunidade, resultando em atenção da mídia impressa nacional [3] [4] [5] e divulgação na National Public Radio[6] . O assunto pode ter servido como fonte de inspiração para um romance do eminente autor J. Robert Lennon, intitulado Happyland, o qual começou a ser publicado sob forma seriada no Harper's Magazine em Julho de 2006.

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o United States Census Bureau, a vila tem uma área total de 2,5 km², inteiramente em terra firme.

A vila de Aurora é parte da cidade de Ledyard na margem leste do Lago Cayuga. O parque natural de Long Point State Park fica ao sul da comunidade.

A New York State Route 90, uma rodovia no sentido norte-sul, passa através da vila.

Demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o censo de 2000, havia 720 moradores, 181 moradias e 106 famílias residindo na comunidade. A densidade populacional era de 289,6/km². Havia 225 unidades residenciais numa densidade média de 90,5/km². A composição étnica da vila era de 91,53% caucasianos, 1,81% afro-americanos, 0,28% nativos americanos, 3,06% asiáticos, 1,39% de outras raças e 1,94% de origem hispânica ou latina, de qualquer etnia.

Das 181 moradias, 28,7% tinham crianças com menos de 18 anos de idade vivendo nelas, 50,3% tinham casais casados, 7,2% tinham mulheres como chefe de família (sem marido presente) e 41,4% não apresentavam famílias. Em 34,8% de todos os lares havia indivíduos residindo sozinhos e em 18,2% alguém sozinho com 65 anos ou mais de idade. A quantidade média de habitantes por habitação era de 2,33 e a família média era de 3,10 pessoas.

Na comunidade, a população estava distribuída com 13,2% abaixo dos 18 anos, 46,1% dos 18 aos 24, 14,6% dos 25 aos 44, 15,1% dos 45 aos 64, e 11,0% que tinham 65 ou mais anos. A média de idade era de 22 anos. Para cada 100 mulheres havia 37,7 homens. Para cada 100 mulheres com 18 ou mais anos, havia 31 homens.

A renda média por moradia era de US$ 57.222 e a renda média por família era de US$ 64.583. Os homens tinham uma renda média de US$ 31.667 contra US$ 32.250 das mulheres. A renda per capita da vila era de US$ 17.526. Cerca de 1,8% das famílias e 4,8% da população estavam abaixo da linha da pobreza, incluindo 4,5% daqueles abaixo dos 18 e 5,4% daqueles com ou acima dos 65 anos.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. (2005). Consultado em 1 de maio de 2007 em Petição do Wells College. Sítio: Geocities.
  2. Town vs. Gown Controversy
  3. New York Times, 18 de maio de 2001.
  4. Chronicle of Higher Education
  5. Preservation Magazine do National Trust
  6. Morning Edition

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira de Nova Iorque Principais áreas urbanas do Estado americano de Nova Iorque
Capital

Albany

Principais cidades

Albany | Binghamton | Buffalo | Nova Iorque | Rochester | Syracuse | Utica | Yonkers

Outras cidades e vilas

Alexandria | Amsterdam | Auburn | Bainbridge | Batavia | Canandaigua | Corning | Cortland | Dunkirk | Elmira | Geneva | Glen Cove | Glens Falls | Gloversville | Goshen | Hornell | Hudson | Ilion | Ithaca | Jamestown | Kingston | Lockport | Malone | Massena | Middletown | New Paltz | Newark | Ogdensburg | Olean | Oneida | Oneonta | Oswego | Plattsburgh | Port Jervis | Poughkeepsie | Riverhead | Roma | Saratoga Springs | Warwick | Watertown

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aurora (Condado de Cayuga)