Aurora Consurgens (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Aurora consurgens é um manuscrito iluminado do século XV no Zurich Zentralbibliothek (MS. Rhenoviensis 172).

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

Ele contém um tratado de alquimia medieval, no passado, às vezes, atribuído a Tomás de Aquino, atualmente a um escritor chamado de "Pseudo-Aquino". Excepcionalmente para um trabalho deste tipo, o manuscrito contém trinta e oito belas miniaturas feitas em aquarela.[1]

Outros manuscritos iluminados do Aurora Consurgens incluem:

  • Glasgow University Library MS. Ferguson 6;
  • Leiden, MS. Vossiani Chemici F. 29;
  • Paris, Bibliothèque Nationale, MS. Parisinus Latinus 14006;
  • Prague, Universitni Knihovna, MS. VI. Fd. 26;
  • Prague, Chapitre Métropolitain, MS. 1663. O. LXXIX;
  • Berlin, Staatsbibliothek Preussischer Kulturbesitz, MS. Germ. qu. 848.

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Para discussão veja esse artigo por Barbara Obrist.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aurora Consurgens (livro)