Automan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Automan é um seriado de tv norte-americano de 1983, produzido por Glen A. Larson. Foi exibido no Brasil pela Rede Globo de Televisão. No Brasil era transmitido pela Rede Globo nas tardes de domingo com o mesmo nome, em Portugal, tinha o subtítulo O Homem Automático, tendo sido transmitida pela RTP1. Tratava de um ser (uma espécie de "holograma sólido") criado por computador que podia materializar-se no mundo físico. Somente 12 episódios foram exibidos. A série foi ligeiramente copiada do filme "Tron".

Origem[editar | editar código-fonte]

Walter Nebicher era um oficial de polícia, gênio da computação, que havia criado um programa de computador que materializa um holograma no mundo físico na forma do ser conhecido como Automan, a fim de auxiliá-lo contra o crime. Automan possuía um traje feito de circuitos reluzentes que cobria praticamente todo o corpo, dos pés ao percoço, e mantinha uma cabeça humana normal; Havia alguns momentos engraçados quando ele vestia roupa comum e era questionado por seu "colarinho reluzente". Ele era acompanhado por Cursor (pronunciava-se "cúrsor" na dublagem brasileira), uma bola de luz flutuante. Cursor podia desenhar no ar com feixes de luz. Objetos que eram desenhados por estas linhas de luz se tornavam materiais e funcionavam normalmente (em teoria, um princípio muito parecido ao anel do Lanterna Verde, mas com um efeito visual muito mais interessante). Estes objetos brilham com um padrão parecido ao próprio Automan, e chegam até a violar algumas leis da física. Automan e Cursor geralmente só se materializam a noite, dada a tremenda quantidade de energia para mantê-los. Automan podia disparar relâmpagos pelas mãos, e era invulnerável a balas e explosões. Ele também podia se fundir (processo que eles chamavam de "mixar") com Walter Nebicher num só ser e manter o pensamento de ambos. Para todos os personagens regulares na série (exceto Roxanne, associada de Walter), a identidade de Automan é “Otto J. Mann,” agente governamental que ajuda Walter em suas investigações.

A série co-estrelava Heather McNair, Robert Lansing e Gerald S. O'Loughlin, e teve no episódio "Murder MTV" a participação da cantora e atriz Laura Branigan, já falecida.

Abertura da série[editar | editar código-fonte]

"Esta é a história de Walter Nebicher, fazendo o que ele sabe fazer, enfrentar o crime nas ruas. É que Walter é policial. Infelizmente o chefe não quer Walter nas ruas. Assim, Walter tem de enfrentar o crime a seu próprio modo, numa sala de computadores, onde ele é perito. Felizmente para mim, o avançado conhecimento de eletrônica o levou a fazer experiências com o que se instituiu chamar de holograma, uma palavra muito sofisticada para definir uma imagem tridimensional que, quando aperfeiçoada pode chegar a parecer real. Eu sou real. Aliás, na verdade, com suficiente carga de força posso chegar a ser real. Foi o que praticamente me trouxe a este mundo. Meu nome é Automan"

Episódio[editar | editar código-fonte]

  • Automan (15 Dezembro 1983)
  • Staying Alive While Running a High Flashdance Fever (22 Dezembro 1983)
  • The Great Pretender (29 Dezembro 1983)
  • Ships in the Night (5 Janeiro 1984)
  • Unreasonable Facsimile (12 Janeiro 1984)
  • Flashes and Ashes (19 Janeiro 1984)
  • The Biggest Game in Town (26 Janeiro 1984)
  • Renegade Run (5 Março 1984)
  • Murder MTV (12 Março 1984)
  • Murder, Take One (19 Março 1984)
  • Zippers (26 Março 1984)
  • Death By Design (2 Abril 1984)
  • Club Ten (exibido no Sci-Fi Channel)

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]