Avaliação ansiosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Avaliação ansiosa, em programação de computadores, é o comportamento de avaliação na qual uma expressão é avaliada na primeira vez que é encontrada e seu resultado vinculado a uma variável. [1] É o comportamento utilizado na maioria das linguagens de programação. [1]

Vantagens[editar | editar código-fonte]

Esta é geralmente mais eficiente como linguagens de baixo nível ou linguagens de programação simples, uma vez que elimina a necessidade de construir e gerenciar estrutura de dados intermediários para representar expressões não avaliadas. A principal vantagem da avaliação ansiosa está na economia de memória e aumento da velocidade no processamento. [2]

Exemplo[editar | editar código-fonte]

Considerando o seguinte código básico:

X = 5 + 3 * (1 + 5 ^ 2)
Imprimir x
Imprimir x + 2

No caso, a avaliação ansiosa não só iria economizar espaço (calcularia na primeira linha o valor de 'x', armazenado o resultado, 83, em vez de a própria expressão), mas também a expressão apenas teria de ser avaliada apenas uma vez, em vez de serem operacionalizados uma vez para a linha "Imprimir x" e novamente para a linha "Imprimir x + 2". Note-se que para muitas linguagens de programação atrasada isto realmente não acontece.

Referências

  1. a b David A., Schmidt. A Estrutura de Programação digitados (em inglês). [S.l.]: MIT Press, 1994. 367 pp. p. 45. ISBN 9780262193498
  2. Gabbrielli, Martini, Maurizio, Simone. Programming Languages: Principles and Paradigms (em inglês). [S.l.]: Springer, 2010. 460 pp. p. 128. ISBN 9781848829145

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre programação de computadores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.