Avatar: The Last Airbender

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Avatar A Lenda De Aang)
Ir para: navegação, pesquisa


Avatar: The Last Airbender
Logo de Avatar la leyenda de Aang.png
Informação geral
Formato
Gênero Aventura
Fantasia
Comédia
Ação
Duração 24 min
Estado 2005 - 2008
Criador(es) Michael Dante DiMartino
Bryan Konietzko
País de origem Estados Unidos
Coréia do Sul
Idioma original Inglês
Produção
Director(es) Lauren MacMullan
Dave Filoni
Giancarlo Volpe
Ethan Spaulding
Joaquim Dos Santos
Câmera NTSC 4:3 (720i)
Roteirista(s) Michael Dante DiMartino
Bryan Konietzko
Aaron Ehasz
Tim Hedrick
Vozes de n
Elenco Zach Tyler Eisen
Mae Whitman
/Jack DeSena
Dante Basco
Mako
Greg Baldwin
Jessie Flower
Grey DeLisle
Empresa(s) de produção Nickelodeon Productions
DR Movie
Localização Nickelodeon Animation Studios, Burbank, Califórnia
DR Movie Company, Seul, Coréia do Sul
Emissora de
televisão original
Nickelodeon
Nicktoons
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 61

Avatar: The Last Airbender (Avatar: A Lenda de Aang)[1] , é uma série animada co-criada e produzida por Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko na Nickelodeon Animation Studios, em Burbank, Califórnia. A série possui um total de 61 episódios.[2] Em 21 de julho de 2010, Brown Johnson, presidente da Nickelodeon, anunciou que o canal começou a produzir em seus estúdios, uma continuação da série. O sucessor a nova versão é Avatar: The Legend of Korra, estreou nos Estados Unidos em 14 de abril de 2012 e conta apenas com os livros 1,2 e 3 que já foram finalizados. O livro 4 já está em andamento e os dois primeiros episódios já foram ao ar no canal da Nickelodeon dos EUA.[3]

A série passa-se em um mundo fictício influenciado pelas artes marciais e cultura asiática[4] , especialmente kung fu mescladas à magias elementais e mitologia chinesa. O resultado foi uma mistura de elementos asiáticos, especialmente das culturas japonesa e chinesa, bem como ao nível do estilo anime e elementos de desenhos norte-americanos.[5] A série conta as aventuras de Aang, o atual sucessor de uma longa linhagem de Avatares. Ele e seus amigos tem a missão de salvar o mundo dos ataques da Nação do Fogo, que tem como objetivo o domínio de todo o mundo.

A série encontra-se estruturada sob a forma de "livros", onde cada episódio é um "capítulo" e cada temporada um "livro" diferente. A sua estreia foi planejada para Novembro de 2004, mas foi transmitida pela primeira vez no dia 21 de Fevereiro de 2005 no canal Nickelodeon dos Estados Unidos da América. O último episódio da série foi exibido a 19 de Julho de 2008.

O programa recebeu grande aceitação do público entre 6 a 11 anos, apesar de que no Brasil é recomendada para maiores de 10 anos por conter temas como morte, crise familiar e religião. A série teve o auge de 4,4 milhões de telespectadores em um de seus episódios.[6] Em 2006, foi considerado o segundo programa mais popular da Nickelodeon no Brasil, perdendo apenas para Bob Esponja.[carece de fontes?].

Em 1 de julho de 2010 foi lançado nos Estados Unidos, um filme baseado na Primeira Temporada da série animada pela Paramount Pictures e Nickelodeon Movies, chamado The Last Airbender. O filme estreou Brasil no dia 20 de agosto e em Portugal no dia 12 de agosto.[7]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Numa era perdida, a humanidade dividiu-se em quatro nações: os Nômades do Ar, as Tribo da Água, a Nação do Fogo e o Reino da Terra. Dentro de cada nação, há uma ordem de homens e mulheres notáveis, chamados de "Dominadores", que são capazes de manipular um dos quatro elementos nativos, fazendo uma "dobra", que combina artes marciais variadas. Para manter o equilíbrio entre estas nações, existe um único dobrador que é capaz de controlar os quatro elementos. Esse dobrador é o "Avatar", um escolhido que manifesta o espírito do mundo em uma forma humana. Quando o Avatar morre, o seu espírito reencarna noutra nação seguindo um ciclo milenar. Começando com o domínio de seu elemento nativo, o Avatar vai aprender como comandar todos os quatro elementos. Ao longo das eras, as incontáveis encarnações do Avatar serviram para manter as quatro nações em harmonia.[8]

Porém, na época em que se passa a história, a Nação do Fogo iniciou uma guerra cujo objetivo é dominar as outras três nações. Somente o avatar poderia impedi-la, "mas quando o mundo mais precisa dele, ele desapareceu." Seguindo o ciclo de reencarnação, o próximo Avatar deveria nascer entre os Nômades do Ar. Sabendo disso, a Nação do Fogo atacou os nômades do ar e eles foram dizimados. A partir daquele dia ninguém mais viu um dominador de ar, e acredita-se que todos eles morreram.[8]

Entretanto, cem anos passaram e dois irmãos da Tribo da Água, chamados Katara e Sokka, encontram um garoto que estava preso dentro de um iceberg e logo descobrem que o garoto, que atende pelo nome de Aang, é um dominador de ar, além de ser o Avatar que sumiu há cem anos atrás. No desenvolvimento da série, Katara e Sokka ajudam o jovem Aang a encarar o seu destino e a salvar o mundo, pois o Avatar representa a maior ameaça às conquistas da Nação do Fogo e a maior esperança para que o mundo volte ao equilíbrio normal.[8]

Nestas viagens exploram-se os universos psicológicos dos personagens com o desenrolar de suas ações, bem como a crueldade e a falta de escrúpulos da Nação do Fogo em suas manobras políticas no mundo para dominá-lo, além de conspirações e elos entre grupos de pessoas. Romances também são explorados e o desenvolvimento do poder dos personagens é observável episódio a episódio.[8]

O Avatar[editar | editar código-fonte]

O surgimento do "Espírito Avatar" segue um ciclo de reencarnação que corresponde a esta ordem: Tribo da Água, Reino da Terra, Nação do Fogo e Nômades do Ar. Pela teoria da reencarnação, somente um avatar pode existir por vez, tanto que após a morte de Roku, Avatar do Fogo, logo em seguida Aang nasce, mantendo o ciclo vivo. Devido a esse ciclo de reencarnações, o avatar possui um conhecimento em potencial vastíssimo, onde a própria mente do avatar desconhece de onde vem. Apenas se Aang morrer, seu espírito poderá nascer de novo para substituir sua última manifestação e prosseguir a missão de manter e proteger o equilíbrio no mundo, mas se um avatar morre no estado avatar, o ciclo é quebrado e o avatar não vai reencarnar.

Mestre dos elementos[editar | editar código-fonte]

Ideograma do Ch'i.

O "Avatar" é o único ser deste mundo fictício que tem controle sobre todos os quatro elementos da natureza (água, terra, fogo e ar). O poder sobre os elementos é manisfestado através das dobras, que são canalizações do "Ch'i" em um elemento específico. Deste modo é possível manipular (ou dobrar) um elemento fundamental. Estes poderes surpreendentes ainda são pequenos diante de sua capacidade de se contatar com o mundo espiritual e de receber orientação de todos os avatares anteriores.

Medium[editar | editar código-fonte]

O Avatar, além de mestre dos quatro elementos, também é um médium, ou seja, é uma ponte entre dois mundos: o mundo material e o mundo espiritual. O Avatar pode entrar no mundo espiritual se conseguir se concentrar e meditar profundamente, ou pode ser levado para lá por algum espírito. O mestre dos quatro elementos também pode pacificar espíritos que conseguiram passar para o mundo físico e que estão causando destruição ou medo.

Estado Avatar[editar | editar código-fonte]

O Estado Avatar é um fenômeno que ocorre com todos os Avatares. Quando neste estado, o Avatar apresenta poderes surpreendentes, maiores até mesmo que os poderes dos quais ele dispõe normalmente. Este estado é um mecanismo de defesa, designado a dar ao presente Avatar todo o poder e sabedoria de suas vidas passadas. O brilho que ocorre nos olhos e tatuagens, ao entrar nesse estado, é a combinação de todas as vidas passadas dele focando as suas respectivas energias em seu corpo, por isso torna-se enormemente poderoso em tal estado. Não obstante, se no Estado Avatar o Avatar está em seu ponto mais potente, ele também está no seu ponto mais vulnerável: se morto enquanto estiver nesse estado, o ciclo de reencarnação (Tribo da Água, Reino da Terra, Nação do Fogo e Nômades do Ar) é quebrado e o avatar não mais renascerá, deixando de existir no mundo.

Há duas etapas na vida de um Avatar que envolvem tal estado. Na primeira, entra nesse estado quando ele ou ela tem uma emoção forte, geralmente raiva ou medo. No entanto, ele não pode se controlar quando está nesse estado, e pode ferir pessoas sem intenção. Entretanto, um avatar não só pode como deve aprender a controlar esse imenso poder. E é isso que ele deve aprender na segunda etapa. Para poder manter o equilíbrio entre as nações, o Avatar tem que antes conseguir manter o equilíbrio dentro de si mesmo. Para isso, ele tem que desbloquear seus sete chakras, os lugares onde as energias de uma pessoa ficam reunidas. Cada energia tem uma função e é bloqueado por um tipo específico de emoção.

Necessita livrar-se:

  • do seu medo para liberar seu instinto de sobrevivência;
  • da sua culpa para libertar seus prazeres;
  • da sua vergonha para poder ter sua força de vontade livre;
  • do seu remorso para libertar seu amor;
  • de suas mentiras para soltar a verdade;
  • das ilusões para libertar seu discernimento
  • das suas fixações mundanas para liberar suas energia cósmica.

Esse processo não é fácil e, quando iniciado, não pode parar, ou a última energia aberta se tranca. Mas, no final, o esforço é recompensado: quando finalizado com sucesso, o Avatar se torna completo, pois pode entrar e sair do Estado Avatar quando e onde bem entender, e fica mais de 100 vezes mais forte tanto fisicamente quanto mentalmente.

O estado avatar pode ser visto nos seguintes episódios:

  • O Garoto no Iceberg
  • A Volta do Avatar
  • O Templo de Ar do Sul
  • Solstício de Inverno, Parte 2: O Avatar Roku
  • A Tempestade
  • O Desertor
  • O Cerco do Norte, Parte 1
  • O Cerco do Norte, Parte 2
  • O Estado Avatar
  • O Dia do Avatar
  • O Deserto
  • As Encruzilhadas do Destino
  • Avatar e o Senhor do Fogo
  • O Cometa de Sozin, Parte 4: O Avatar Aang

Mundo espiritual[editar | editar código-fonte]

O Mundo Espiritual é uma dimensão paralela à dimensão física. Nela residem os espíritos e as almas dos Avatares que já morreram. Esta dimensão é acessível apenas ao avatar e aos espíritos, porém alguns viventes, Iroh e Sokka, já estiveram lá. No Mundo Espiritual, nenhuma dobra funciona, por mais que o Dobrador tente.

O Avatar é a ponte entre o Mundo Material e o Mundo Espiritual. Quando o Avatar lança seu espírito no Mundo espiritual, seu corpo fica no Mundo Material, e é a única ligação que ele tem para voltar da dimensão dos espíritos.

A dimensão do Mundo Espiritual é desconhecida. Ele pode se limitar a um cenário que lembra um pântano ou ser mil vezes maior do que isso. O que se conhece são alguns espíritos.

Espíritos notáveis[editar | editar código-fonte]

  • Hei Bai

Espírito de uma floresta no Reino da Terra, Hei Bai ataca uma vila próxima a seus domínios após a Nação do Fogo ter queimado seu lar. Pacificado por Aang, ele vira um grande amigo do Avatar, auxiliando-lhe quando ele vai até a dimensão dos espíritos.

  • Dama Pintada

A Dama Pintada é um espírito que cuida de um rio da Nação do Fogo. Nesse rio há uma vila que a venera. Entretanto, quando a Nação do Fogo instalou uma fábrica de armamentos na beira do rio e passou a poluí-lo, a Dama nunca mais se manifestou. Quando Aang e seus amigos passaram por lá, descobriram que a vila estava passando por necessidades. Katara, então, se disfarçou de Dama Pintada e ela e Aang destruiram a fabrica que poluía o rio. O verdadeiro espírito, então, se manisfestou no Mundo Material para agradecer a Katara.

  • Koh

Koh, um espírito com forma de Centopeia, é o espírito mais antigo que se conhece, e provavelmente, também um dos mais temidos. Ele é conhecido como "o Ladrão de Rostos", pois, se alguém se dirigir a ele mostrando qualquer emoção, seu rosto é roubado e adicionado a sua coleção. Ele nutre um sentimento ruim em relação ao Avatar, pois em uma de suas encarnações, o Avatar Kuruk tentou matá-lo por ele ter roubado o rosto da mulher que ele amava.

  • Wan Shi Tong

Com forma de Coruja, Wan Shi Tong, "aquele que sabe dez mil coisas", é o espírito da sabedoria. Ele é um dos poucos espíritos que vive no Mundo Material. Tal fato se deve a ele ser o bibliotecário de sua própria biblioteca, uma gigantesca coleção de conhecimento localizada no deserto de Si Wong, no Reino da Terra. Ele não gosta de humanos, pois estes sempre tentam angariar conhecimento para causar a destruição de seus próximos, assim como fez Zhao quando entrou na sua biblioteca. Wan Shi Tong afundou seu patrimônio nas areias do deserto quando descobriu que Sokka entrou lá com seus amigos só para conseguir informações contra a Nação do Fogo.

  • Tuí e La

Tui é o espírito do Mar, enquanto La era o espírito da Lua. Os dois espíritos escolheram viver sob forma mortal de peixes na Tribo da Água do Norte, no Oásis Espiritual. Quando La foi morto por Zhao, Tui cedeu seus poderes a Aang para que o Avatar pudesse livrar a Tribo do cerco que a Nação do Fogo estava realizando.

  • Yue

A nova encarnação do espírito da Lua é Yue, a princesa da Tribo da Água do Norte. Após a morte de La, Yue, que havia recebido parte da vida do espírito da Lua quando bebê, sacrificou sua vida, devolvendo a vida ao peixe e tornado-se o novo espírito da Lua.

  • Avatares Anteriores

Quando um Avatar morre, ele ganha um espaço no Mundo Espiritual, para que ele possa se comunicar com o Avatar presente do Mundo Material, caso necessário, e para poder mandar seus poderes quando o Avatar entra no Estado Avatar. Aang já foi auxiliado muito por Roku, o Avatar da Nação do Fogo e anterior a ele. Ele também já recebeu ajuda de Kyoshi, Avatar do Reino da Terra, Kuruk, da Tribo da Água e Yangchen, dos Nômades do Ar.

As Quatro Nações[editar | editar código-fonte]

O mundo de Avatar divide-se em quatro nações: a Tribo da Água, o Reino da Terra, a Nação do Fogo e os Nômades do Ar. Enquanto a Nação do Fogo está em Guerra com as outras Nações, os Nômades do Ar se extinguiram devido um genocídio pela parte do Senhor do Fogo Sozin.

Além das quatro nações existe uma sociedade, que reúne velhos e experientes dobradores dos quatro elementos:

Elementos e dobras[editar | editar código-fonte]

Há quatro elementos que regem o planeta onde se passa a série: Água(水), Terra(土), Fogo(火) e Ar(气). Os Dobradores são pessoas que canalizam seu 'Chi' em um elemento específico e assim conseguem o manipular (ou dobrar). A base de uma Dobra é uma arte marcial específica, cada dobra tem a sua.

Símbolo da água.

Dobra de Água: A dobra de Água é baseada em movimentos leves e elegantes que se originaram de uma arte marcial chinesa chamada Tai Chi Chuan. Ela consiste ser defensiva e usa a própria defesa como um poderoso contra-ataque. Assim podemos falar que é uma arte de transformação, também podendo usar os três estados, água, gelo e até mesmo vapor. Uma sub-variedade dessa dobra é a dominação de sangue, que permite ao dobrador controlar o corpo de um ser vivo por meio do sangue e manipulá-lo como a um fantoche. Katara aprendeu (contra a vontade) essa dobra por meio de Hama, uma dobradora enlouquecida. Água é o Elemento da Mudança. Sua fonte é a Lua, foi ela que ensinou a dobra de água, esses primeiros dobradores observavam como a lua empurrava e puxava a água, o espírito da Lua está encarnado e vive no Tribo da Água do Norte como um animal aquático.

Símbolo da terra.

Dobra de Terra: A dobra de Terra é caracterizada por posturas firmes e golpes fortes que se originaram da arte marcial chinesa Hung Gar, do Kung Fu. Essa dobra consiste ser defensiva e ofensiva, porém seus movimentos não são de grande agilidade. É inspirada em dois animais: O tigre para golpes firmes e fortes e a garça é usado no solo de forma suave. Duas sub-variedade são a do metal, que foi criada por Toph ao tentar fugir de dois mercenários, e a de areia, usada para manipular a areia do deserto. Terra é o Elemento da Substância. Sua fonte é a própria terra. Aprenderam a dobra com as toupeira-castores, que não estão em extinção.

Símbolo do fogo.

Dobra de Fogo: A dobra de Fogo é caracterizada por ataques de longo alcance, entradas e saídas rápidas de luta, posturas amplas, chutes e defesas circulares e ataques agressivos que tem origem no estilo de Kung Fu Shaolin do Norte. Essa dobra consiste em ser muito ofensiva e usa seu próprio ataque como defesa. Uma sub-variedade é a lava e a do relâmpago, que permite o uso de raios, mas é altamente perigosa. Os únicos que conseguem usá-la são Iroh, senhor do fogo Ozai e Azula. Fogo é o Elemento do Poder. Sua fonte é o Sol. Aprenderam a dobra com os dragões, que são apenas 2 atualmente.

Símbolo do ar.

Dobra de Ar: A dobra de ar é baseada no estilo Ba Gua (também chamada de Pa Kua Chang ou Baguazhang), do Kung Fu, e é uma dobra com movimentos defensivos e leves. Essa dobra consiste em ser defensiva e, muito similar a dobra de água, utiliza o ataque do oponente contra ele próprio. Porém, a dobra de ar não é apenas de grande defesa, como tem ataques bastante poderosos, como furacões e tufões. Os Nômades do Ar mais experientes podem usar o ar para super velocidade, voo, criar tornados e o patinete aéreo (técnica criada por Aang). O Ar é o Elemento da Liberdade. Sua fonte é o próprio ar. Aprenderam a dobra com os bisões-voadores, dos quais Aang acreditava que Appa seria o último deles, porém em Avatar - A lenda de Korra, descobre-se que não, pois Tenzin (um dos filho de Aang e Katara) também possui um, o Oogie e em um dos episódios conversando com a avatar Korra, o próprio Tenzin dá a entender que ainda existem bisões-voadores escondidos numa caverna.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Aang é um típico garoto de 12 anos de idade (tempo em que conviveu com o mundo. Na realidade são 112, já que passou 100 anos congelado em um iceberg) exceto pelo fato de ele ser o Avatar. Ele é o último remanescente dos dobradores de ar, e foi descoberto depois de passar cem anos aprisionado em um iceberg. Aang nunca quis ser o Avatar, mas sim uma criança normal. Não obstante, ele é muito importante para restaurar a paz do mundo e seu destino é derrotar o senhor do fogo Ozai, ele entende isso e sempre segue o que lhe foi ensinado no Templo do Ar onde cresceu, que inclui o princípio de que "toda vida é sagrada". Contudo, apesar dele ser o Avatar, ele tenta sempre que possível realizar brincadeiras para afastá-lo de sua enorme responsabilidade. É apaixonado por Katara.

Katara é a última Dobradora da Tribo da Água do Sul. No começo de suas aventuras com Aang ela era apenas uma amadora na Dobra de Água, mas, após sair do Polo Norte, Katara atingiu o nível de mestra na Dobra de Água. Ela quem ensina Aang a dobra d'água. O temperamento de Katara é um pouco maternal, porém instável, irritando-se com facilidade. Ela é muito caridosa, prestativa e responsável, uma vez que teve que assumir o comando de sua família após a morte de sua mãe (apesar de estarem com a avó). Ao final da trama, corresponde ao amor de Aang, que foi se apaixonando por ela ao longo da história. Com Hama, a penúltima Dobradora de Água da tribo do Sul que foi prisioneira da Nação do Fogo por muitos anos, aprende a Dobrar a Água contida no ambiente, incluindo Ar, Vegetação, e até mesmo a complexa Dominação de Sangue que, contra sua vontade, teve de usar contra sua mestra Hama, que revelou-se vingativa e nefasta. Além de Hama, Katara usa a Dominação de Sangue apenas contra o aposentado comandante dos Atacantes do Sul, que assassinou sua mãe. Em ambos os casos, Katara usa a Dominação de Sangue apenas para imobilizar o oponente, apesar de poder manipular seus corpos à vontade ou, até mesmo, matá-los sem esforço. A prática da Dominação de Sangue desagrada visceralmente Katara, ao mesmo tempo que demonstra sua excelência na Dominação de Água.

Sokka é o irmão mais velho de Katara. Ele era o único guerreiro que havia sobrado na Tribo da Água do Sul depois que seu pai e as suas tropas saíram da tribo. Sokka não pode dobrar nada, mas é muito inteligente e também é um bom guerreiro. Ele é muito engraçado, mas a maior parte da graça do garoto advém do fato dele ser extremamente sarcástico. Utiliza um bumerangue como arma, além de sua espada negra, feita de um meteoro. Se apaixonou pela Princesa Yue, que foi sua primeira namorada; e também por Suki, na qual fica com ele no final.

Toph tem 12 anos e é uma excelente dobradora de terra. Apesar de ser cega, Toph está longe de ser uma menina inútil e frágil, pois é a pessoa mais forte (no sentido de força física) do grupo. Seus pais não acreditam que ela é forte, o que faz ela duvidar se eles realmente a amam. Aprendeu a dobrar terra com as toupeiras dobradoras, consideradas as primeiras dobradoras de terra do planeta. Como ela mesma diz, apesar de ter nascido cega nunca teve problemas para ver, pois com a dobra de terra, seus "pés podem enxergar" qualquer vibração à sua volta através das ondas transmitidas pelo solo. Desde que fugiu de casa para se juntar ao grupo, Toph ensina a Dobra de Terra a Aang. A garota é uma típica baderneira e tem um gênio muito forte, entrando em conflito com Katara várias vezes. Seu senso de humor é parecido com o de Sokka e parece ter uma queda pelo mesmo. Ela também inventou a dominação de metal, quando descobriu que há partículas de terra no metal.

"Eu vou capturar o Avatar, e restaurar minha honra!" Essa era a fixação do Príncipe Zuko, que frequentemente tentava capturar o Avatar para que ele pudesse ser de novo aceito como príncipe da Nação do Fogo. Sob o manto de sua fúria, Zuko é um jovem que foi privado do amor de seu pai, que marcou seu rosto com uma enorme cicatriz, o que o levava a fazer qualquer coisa para agradá-lo, tornando suas decisões confusas e impensadas, mas seu pai nunca deu nenhum sinal da afeição. Mesmo depois que seu tio e ele foram banidos da Nação do Fogo, ele ainda tentou realcançar sua "honra" para ser aceito de volta pelo pai, ajudando sua irmã a dominar o Reino da Terra. Não obstante, após voltar para sua casa e ser aceito por seu pai, Zuko percebeu o quão errado ele havia sido em sua vida e decidiu se juntar a Aang e seus amigos para ensinar ao Avatar a Dobra de Fogo. Apesar de ser um tanto quanto sarcástico e impulsivo, Zuko é uma pessoa bondosa e justa. Seu coração pertence a Mai, uma das amigas de sua irmã Azula.

Conhecido "O Dragão do Oeste", Iroh é um general aposentado. Ele é o irmão mais velho do Senhor do Fogo Ozai, e acompanha Zuko em todos os lugares em que ele vai. Seu filho, Lu Ten, morreu quando ele realizava um cerco na cidade de Ba Sing Se. Desde então, considera Zuko como seu próprio filho. Tem com uma de suas principais características sua apreensão por chás, sendo o "Chá de Jasmin" o seu favorito. Iroh é uma pessoa calma e muito sábia, e é também o maior Dobrador de Fogo existente, e era até mesmo considerado um dos orgulhos da Nação do Fogo em tempos antigos. Ele adora jogar Pai Sho, uma espécie de jogo de tabuleiro, a qual se refere "não sendo apenas um jogo". Iroh tem uma elevada posição na secreta Ordem da Lótus Branca, ordem essa qual os participantes se identificam por meio do Pai Sho. Iroh seria o Senhor do Fogo atual, mas com a morte do filho acabou ficando sem herdeiros, e o seu irmão Ozai assumiu o seu lugar.

Azula é a princesa da Nação do Fogo, filha mais nova de Ozai e irmã de Zuko. É uma pessoa de personalidade difícil, extremamente inteligente, manipuladora e cruel, além de ser uma das melhores Dobradoras de Fogo. Ela é muito fiel ao seu pai e conseguiu muitas vitórias contra o Reino da Terra mesmo tendo apenas 15 anos. Recentemente, ela também começou a perseguir Aang, com a ajuda de suas duas amigas, Mai e Ty Lee. A jovem, entretanto, tem um grande medo de ser abandonada por aqueles que a cercam. Por isso, mantém as pessoas perto dela pelo medo. Tem a cabeça feita e tem certeza que sua própria mãe, desaparecida há anos, a considera um monstro. Tudo isso leva Azula a uma desconfiança extrema de todos e, consequentemente, à loucura.

Informações[editar | editar código-fonte]

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Jogos eletrônicos[editar | editar código-fonte]

Avatar: Legends of the Arena, um MMORPG para Windows, foi lançado em 25 de setembro de 2008 pela Nickelodeon.[9] Cada usuário pode criar o seu próprio personagem, escolher uma nação e interagir com outros jogadores ao redor do mundo.[9] [10] [11]

Filme[editar | editar código-fonte]

A série recebeu uma adaptação para o cinema, The Last Airbender (O Último Mestre do Ar, no Brasil, O Último Airbender, em Portugal). O filme não foi bem recebido pela crítica nem pelos fãs, mas foi um sucesso comercial. O filme ganhou 5 prêmios Framboesa de Ouro, incluindo o de pior filme.[12]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta seção não cita fontes fiáveis e independentes. (desde Abril de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Prêmios Resultado
Pulcinella Awards:
Melhor série de ação/aventura (2005) Venceu
Melhor série do ano (2005) Venceu
Annual Annie Awards:
Melhor animação produzida para a televisão (2005) Indicado
Melhor storyboard em uma animação para a televisão ("O Desertor") (2005) Venceu
Melhor roteiro de animação produzido para a televisão ("A Adivinha") (2005) Indicado
Melhor produção de personagens em uma série animada ("A Bandida Cega") (2006) Venceu
Melhor direção em uma série de animação ("Jornada Para Ba Sing Se 2ª Parte: A Broca") (2006) Venceu
Melhor série de animação produzida para o público infantil (2008) Venceu
Melhor diretor de séries de animação - Joaquim dos Santos (O Cometa Sozin Parte 3: "Dentro do Inferno") (2008) Venceu
Genesis Awards:
Melhor trabalho em programação para crianças ("Os Dias Perdidos do Appa") (2007) Venceu
Primetime Emmy Awards:
Melhor animação ("A Cidade de Muros e Segredos") (2007) Indicado
Prêmio de realização individual ("Lago Laogai") (2007) Venceu
Meus Prêmios Nick:
Desenho favorito (2007) Indicado
Desenho favorito (2008) Indicado
Kids' Choice Awards:
Desenho favorito (2008) Venceu
Annecy:
Melhor série de TV ("O Dia do Sol Negro, 2ª Parte: O Eclipse") (2008) Indicado
Melhor Série de Tv("O Cometa Sozin, parte 4: Avatar Aang") (2009) Indicado
Melhor série de TV("O Cometa Sozin, parte 4: Avatar Aang") (2010) Indicado
2008 Peabody Awards (THE GEORGE FOSTER PEABODY AWARDS):
3 de abril de 2009 - Mostra não usual de personagens complexos e responsáveis Venceu

Sequência[editar | editar código-fonte]

A Nickelodeon finalmente anúnciou o lançamento da nova série de autoria de Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko, Avatar: Legend of Korra, que é a continuação de Avatar: The Last Airbender.

Avatar: A Lenda de Korra se passa 70 anos depois dos eventos de Avatar: A Lenda de Aang e segue as aventuras do Avatar após Aang - uma dedicada, rebelde e destemida adolescente da Tribo da Água do Sul chamada Korra. Com três dos quatro elementos já dominados (terra, água e fogo), Korra busca dominar o elemento final, ar. Sua busca a direciona para o epicentro do mundo avatar moderno, Republic City - uma metrópole movida a tecnologia Steampunk. É um cenário onde dobradores e não dobradores vivem e prosperam. Contudo, Korra descobre que Republic City é atormentada por crimes assim como uma crescente revolução antidobra que ameaça estourar. Sob a tutela do filho de Aang, Tenzin, Korra começa seu treino de dobra de ar enquanto lida com enormes perigos.[3]

Referências

  1. Avatar: The Legend of Aang (em inglês) Nickelodeon. Visitado em 7 de janeiro de 2009.
  2. [1] (em inglês) Internet Movie Database.
  3. a b [2] Superherohype.com.
  4. DiMartino, Michael Dante; Konietzko, Bryan. (2006). "In Their Elements". Nickelodeon Magazine (Winter 2006): 6.
  5. Mark Lasswell (25 de agosto de 2005). Kung Fu Fightin' Anime Stars, Bo (em inglês) The New York Times. Visitado em 2 de dezembro de 2006.
  6. (dezembro 18-24, 2006) "In Brief: Avatar's Big Finish". TVGuide: 12.
  7. IMDB: The Last Airbender (2010) (em inglês) Internet Movie Database. Visitado em 7 de junho de 2010.
  8. a b c d A lenda de Aang (em português) Avatar Knol.google.com. Visitado em 7 de junho de 2010.
  9. a b Nickelodeon anuncia 'Avatar: The Legend of Aang' (em inglês) Avatarspirit.net.
  10. Nickelodeon lançando MMORPG de Avatar mundialmente em setembro (em inglês) Worlds in Motion Worldsinmotion.biz.
  11. A página oficial do jogo Avatar: Legends of the Arena no Nick.com (em inglês) Nickelodeon.
  12. Bryan Lufkin (27 de fevereiro de 2011). Razzies on-the-scene: M. Night Shyamalan 'wins' big at last night's camp-fest (em inglês) EW.com. Visitado em 2 de novembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons