Complexo Viário Jacu Pêssego

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SP-.png
Av. Jacu Pêssego/Nova Trabalhadores
Av. Vice-Presidente José Alencar Gomes da Silva
Av. Oscar Niemeyer
Av. Papa João XXIII
(nome oficial)
"Complexo Viário Jacu Pêssego"
Extensão 26,3 km (16,3 mi)
Projetado: 31,4 km (19,5 mi)
Limite Norte SP-070.png Rodovia Ayrton Senna em São Paulo, SP
Interseções
Limite Sul SP-.png SPA-86/21
(para SP-021.png Rodoanel Mário Covas)
em Mauá, SP
Concessão Prefeitura de São Paulo
Prefeitura de Guarulhos
Prefeitura de Mauá
SPMar

O Complexo Viário Jacu Pêssego é um conjunto de vias expressas e semi-expressas que formam fisicamente uma só, com o total de 26 km. Inicia-se no trevo da Rodovia Ayrton Senna, na divisa entre São Paulo e Guarulhos e segue até às imediações do trecho sul do Rodoanel Mário Covas, com acesso a este feito pela rodovia de interligação SPA-86/21, no município de Mauá. Cortando grande parte da Zona Leste de São Paulo, foi a principal alternativa de acesso entre o Aeroporto de Guarulhos e o Porto de Santos até a inauguração trecho leste do Rodoanel Mário Covas, em julho de 2014.


Vias integrantes[editar | editar código-fonte]

As vias e avenidas que formam o Complexo Viário Jacu Pêssego são:

  • Av. Jacu Pêssego/Nova Trabalhadores (entre SP-70 e Iguatemi)
  • Avenida Vice-Presidente José Alencar Gomes da Silva (entre Iguatemi e Mauá)
  • Av. Oscar Niemeyer (entre acesso dos bairros Nova Mauá e Paranavaí, em Mauá e Complexo Viário JK)
  • Av. Papa João XXIII (entre Complexo Viário JK, em Mauá e SPA-086/021)
  • Sem nomeclatura oficial (entre SP-70 e Guarulhos) - Trecho ainda em projeto de construção

Histórico e composição[editar | editar código-fonte]

Avenida Jacu Pêssego/Nova Trabalhadores[editar | editar código-fonte]

Jacu pessego.jpg

A Avenida Jacu Pêssego/Nova Trabalhadores é uma importante avenida e eixo rodoviário do município de São Paulo. Foi inaugurada em 8 de setembro de 1996, na gestão do prefeito Paulo Maluf. Seu trajeto original ligava as Avenidas Dr. Assis Ribeiro e Ragueb Chohfi, cortando os distritos paulistanos de São Miguel Paulista, Vila Jacuí, Itaquera, São Rafael e Iguatemi.

Em 27 de junho de 2008 o Governo do Estado de São Paulo inaugurou o trecho de ligação entre a Avenida Jacu Pêssego e a Rodovia Ayrton Senna. O trecho, com aproximadamente 2 km de extensão e duas alças de acesso, permite uma ligação direta entre a rodovia e a avenida, garantindo uma integração maior e mais rápida com a região central da cidade, a Marginal Tietê e os municípios a leste da Região Metropolitana de São Paulo. A extensão total da avenida nesse trecho é cerca de 16 km entre a Rodovia Ayrton Senna e Iguatemi.[1]

Avenida Vice-Presidente José Alencar Gomes da Silva[editar | editar código-fonte]

Com obras iniciadas em agosto de 2009 e concluídas em 16 de outubro de 2010, foi realizada uma ligação de 9,9 km (sendo 6,7 em São Paulo e 3,2 em Mauá) partindo do final da Avenida Jacu Pêssego, na altura da Av. Ragueb Chofi, no bairro do Iguatemi, até a Avenida Papa João XXIII, em Mauá, a qual garante acesso ao Rodoanel.

Este importante trecho faz a ligação entre a Rodovia Ayrton Senna e o trecho sul do Rodoanel Mário Covas, tornando-se um corredor único de padrões rodoviários entre o Porto de Santos e o Aeroporto Internacional de Guarulhos. Além disso, o complexo fará a função do trecho leste do Rodoanel, interligando o sistema Anchieta-Imigrantes ao sistema Ayrton Senna-Dutra, até que o trecho leste do anel viário seja concluído, em 2014.

Inicialmente, este trecho era conhecido como Avenida Jacu Pêssego Sul, porém a Lei Estadual 14.532 de 2 de setembro de 2011 deu o nome do político José Alencar Gomes da Silva à via, tornando-se Avenida Vice-Presidente José Alencar Gomes da Silva.

Avenida Oscar Niemeyer[editar | editar código-fonte]

Pela lei municipal (Município de Mauá) nº 4842, de 15/04/2013, [2] a via de ligação entre a partir da divisa de municípios de São Paulo e Mauá, até o Complexo Viário JK, na proximidade do cruzamento das Avenidas: João Ramalho e Rosa Kasinski.

Avenida Papa João XXIII[editar | editar código-fonte]

A Avenida Papa João XXIII é uma via arterial do município de Mauá. Originalmente, em pista simples, seu trajeto inicial ligava a área central da cidade de Mauá aos bairros de Vila Assis Brasil e Vila Carlina, onde começou a formação do Pólo Industrial de Sertãozinho, este caminho se originou de uma estrada de servidão de uma antiga serraria das Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo (IRFM) que funcionava neste local, bem antes da emancipação política de Mauá, nos anos 1950. Recebeu os primeiros melhoramentos com a instalação da base da antiga Companhia Telefônica da Borda do Campo (CTBC). Com a inauguração do trecho sul do Rodoanel Mário Covas, inaugurou-se no mesmo lote a rodovia SP-86/21, que consiste numa ligação de 4,4km entre o Rodoanel e a Av. Papa João XXIII garantindo o acesso do anel viário à Mauá e Santo André.

Na mesma oportunidade, a Papa João XXIII foi duplicada e foi contemplada pistas marginais para aumentar sua capacidade para agora receber o pesado tráfego oriundo do Rodoanel Mário Covas (ao sul) e da Av. Vice-Presidente José Alencar (ao norte). Com isso, a via passou a oficialmente integrar o Complexo Viário Jacu Pêssego.

Trecho Ayrton Senna-Dutra (sem nome oficial)[editar | editar código-fonte]

A cargo da Prefeitura de Guarulhos, este trecho de 5,1 km completaria o Complexo Jacu Pêssego, interligando a Via Dutra à Rodovia Ayrton Senna. Após sua conclusão, 9 das 10 principais rodovias que chegam a cidade de São Paulo estariam completamente interligadas de maneira direta. As obras foram iniciadas em meados de 2011 e ainda não têm data para serem concluídas

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.