Avestruz-árabe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAvestruz-árabe
Avestruz-árabe numa ilustração do Livro dos Animais de al-Jahiz, Síria, século XIV

Avestruz-árabe numa ilustração do Livro dos Animais de al-Jahiz, Síria, século XIV
Estado de conservação
Status iucn3.1 EX pt.svg
Extinta  (1966) (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Struthioniformes
Família: Struthionidae
Género: Struthio
Espécie: S. camelus
Subespécie: S. c. syriacus
Nome trinomial
Struthio camelus syriacus
Rothschild, 1919

A avestruz-árabe (Struthio camelus syriacus) é uma subespécie extinta de avestruz, que vivia no Médio Oriente. A espécie foi declarada extinta em 1966.

A espécie era conhecida dos povos da região desde a antiguidade e foi descrita em tratados de naturalistas árabes da Idade Média. A avestruz-árabe era uma espécie cinegética, caçada apenas por nobres pela sua carne, couro e penas que eram objecto de trocas comerciais com a China. A ave é mencionada nas referências da época deste país como Ave-camelo.

A partir do século XX, a avestruz-árabe passou a ser considerada como muito rara. Nos anos 20 o jardim zoológico de Londres fez uma última tentativa de recuperar a espécie ao comprar um conjunto de ovos a um caçador furtivo. Os ovos foram enviados para Londres onde se tentou a incubação artificial mas sem sucesso. O seu desaparecimento foi precipitado pela degradação ambiental da área, redução de habitat e pela introdução de armas de fogo na região, que levaram à caça exagerada.

Ligação externa[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.