Aymoré Moreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aymoré Moreira
Informações pessoais
Nome completo Aymoré Moreira
Data de nasc. 24 de janeiro de 1912
Local de nasc. Miracema (RJ),  Brasil
Nacionalidade  Brasileiro
Falecido em 26 de julho de 1998 (86 anos)
Local da morte Salvador (BA),  Brasil
Altura 1,72 m
Informações profissionais
Posição Treinador
(ex-Ala / Goleiro)
Clubes de juventude
1931–1932 Brasil SC Brasil-RJ
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1932–1933
1934–1935
1936–1941
1941
1941–1946
Brasil America
Brasil Palestra Itália
Brasil Botafogo
Brasil Fluminense
Brasil Botafogo

0029 0(0)

0002 0(-8)
Seleção nacional
1932–1940 Brasil Brasil 0004 0(0)
Times que treinou
1948–1949
Década de 1950
1950
1951
1951–1952
1952
1953
1953
1953
1954–1957
Década de 1960[1]
1961–1963
1962
1963
1962–1966
1966–1967
1967
1967–1968
1967–1968
1968
1969–1970
1970–1971
1972–1974
1974–1975
1976–1977
1977
1977
1977–1978
1979
1981–1982
1983
1984
Brasil Olaria
São Paulo Seleção Paulista
Brasil Bangu
Brasil São Cristóvão
Brasil Palmeiras
Brasil Santos
Brasil Portuguesa
Brasil São Paulo
Brasil Brasil
Brasil Palmeiras
São Paulo Seleção Paulista
Brasil Brasil
Brasil São Paulo
Brasil São Paulo
Brasil Portuguesa
Brasil São Paulo
Brasil Palmeiras
Brasil Flamengo
Brasil Brasil
Brasil Corinthians
Brasil Portuguesa
Brasil Corinthians
Portugal Boavista
Portugal Porto
Grécia Panathinaikos
Brasil Botafogo
Brasil Ferroviária
Brasil Cruzeiro
Brasil Vitória
Brasil Bahia
Brasil Galícia
Brasil Catuense
Brasil Taubaté

Aymoré Moreira (Miracema, 24 de janeiro de 1912Salvador, 26 de julho de 1998) foi um treinador e ex-futebolista brasileiro, que atuou como goleiro. Era irmão de Zezé e Ayrton Moreira, também treinadores.[2] [3] [4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira como ponta-direita (ala), no extinto Sport Club Brasil, do Rio de Janeiro, mas logo firmou-se como goleiro, atuando por America, Palestra Itália e Botafogo, no qual permaneceu entre 1936 e 1946, além de ter atuado em algumas partidas pela Seleção Brasileira.

Também atuou por duas partidas, no ano de 1941, pelo Fluminense, em dois amistosos interestaduais, realizados no Estádio do Pacaembu, contra Corinthians (derrota por 5 a 2) e São Paulo (vitória por 7 a 3).

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Depois de aposentar-se como jogador, tornou-se um treinador de sucesso, conduzindo a Seleção Brasileira ao seu segundo título mundial no Chile, em 1962. Aymoré dirigiu o Brasil em 61 partidas, com 37 vitórias, 9 empates e 15 derrotas. Além de conquistar a Copa do Mundo, foi treinador da equipe "Canarinho" nas conquistas dos títulos da Taça Oswaldo Cruz em 1961 e 1962, da Taça Bernardo O'Higgins em 1961 e 1966, da Copa Roca em 1963 e da Copa Rio Branco em 1967.

Entre os clubes treinados por Aymoré Moreira, estiveram: Bahia, Bangu, Palmeiras, Vitória, Portuguesa, Botafogo, São Paulo, Corinthians, Ferroviária, Taubaté e Galícia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Palestra Itália

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Seleção brasileira
Palmeiras
Corinthians

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Seleção brasileira
Palmeiras

Morte[editar | editar código-fonte]

Desde o ano de 1979 morando em Salvador (onde tornou-se tão querido, recebendo, inclusive, o título de "Cidadão Soteropolitano"), Aymoré Moreira morreu no dia 26 de julho de 1998, por falência múltipla dos órgãos, motivada por paradas respiratórias e cardíacas.

Referências

  1. VILLA, Edwellington (21 de outubro de 2007). Bazani, o maior ídolo da história da Ferroviária (em português) DiárioWeb.com. Página visitada em 23 de dezembro de 2013.
  2. GROHMANN, Gustavo. Que Fim Levou? Aymoré Moreira (em português) TerceiroTempo.com. Página visitada em 4 de outubro de 2012.
  3. Biografia - Aymoré Moreira (em português) UOLEducação.com. Página visitada em 4 de outubro de 2012.
  4. Aymoré Moreira (1968 e 1970-1971) (em português) AcervoSCCP.com. Página visitada em 4 de outubro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Antoninho Fernandes
Técnico do Santos
1952
Sucedido por
Antoninho Fernandes
Precedido por

Caxambu

Jim López
Técnico do São Paulo
1953
1962
1963
1966–1967
Sucedido por

Caxambu

Sylvio Pirillo
Precedido por
Vicente Feola
Técnico campeão da Copa do Mundo FIFA
1962
Sucedido por
Alf Ramsey
Precedido por
Modesto Bría
Técnico do Flamengo
1967–1968
Sucedido por
Walter Miraglia
Precedido por
Béla Guttmann
Técnico do FC Porto
1974–1975
Sucedido por
Monteiro da Costa
Precedido por
Stjepan Bobek
Técnico do Panathinaikos
1976–1977
Sucedido por
Kazimierz Górski
Precedido por
Sebastião Leônidas
Técnico do Botafogo
1977
Sucedido por
Paulistinha
Precedido por
Bazzani
Técnico da Ferroviária
1977
Sucedido por
Bazzani
Precedido por
Antônio Lacerda Filho
Técnico do Cruzeiro
1977–1978
Sucedido por
Procópio Cardoso
Precedido por
Ivan Barata
Raimundo Barbosa
Técnico do Vitória
1978–1979
1984
Sucedido por
Orlando Peçanha
Belisco (interino)
Precedido por
Zezé Moreira
Técnico do Bahia
1981–1982
Sucedido por
Carlos Froner