Béla Balassa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Béla Balassa
Economia
Nacionalidade húngara
Nascimento 6 de abril de 1928
Local Budapeste, Hungria
Morte 10 de maio de 1991 (63 anos)
Local Washington, D. C., Estados Unidos
Atividade
Campo(s) Economia
Instituições Johns Hopkins University
Alma mater Universidade de Yale
Universidade de Budapeste
Conhecido(a) por Efeito Balassa-Samuelson

Béla Balassa (6 de abril de 1928 – 10 de maio de 1991) foi um economista húngaro e renomado no mundo inteiro como professor na Universidade Johns Hopkins. É muito famoso pelo seu trabalho na relação entre poder de compra e paridade e diferença de produtividade entre os países conhecido como efeito Balassa-Samuelson.

Balassa se diplomou em direito na Universidade de Budapeste. Deixou a Hungria após a Revolução Húngara de 1956 e foi para a Áustria. Lá recebeu uma bolsa da Rockefeller Foundation para estudar na Universidade de Yale, onde recebeu os diplomas de Mestre e Doutor em Economia nos anos de 1958 e 1959, respectivamente.

Balassa foi também muito importante no desenvolvimento das teorias de Integração Econômica, para as quais contribuiu com a tipologia das etapas do processo de integração, entre outras contribuições.

Biografia[editar | editar código-fonte]

  • 1962–1967 assistente de ensino na Universidade de Yale
  • 1966–1991 Professor na Universidade Johns Hopkins
  • 1966– conselheiro do Banco Mundial
  • 1970–1971 editor da REStat; presidente da Association of Comparative Economics
  • 1979–1980 presidente da Association of Comparative Economic Studies
  • 1980 laureado no Institut de France