Baía das Mulheres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Baía das Mulheres
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 60 minutos
Criador(es) Manuel Arouca
País de origem  Portugal
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) NBP
Elenco Bárbara Norton de Matos
José Carlos Pereira
Beatriz Figueira
Andreia Dinis
Alexandre de Sousa
Maria Dulce
Sofia Grillo
Cucha Carvalheiro
Marco D'Almeida
Silvia Balancho
Toze Martinho
Cristina Homem de Mello
Ana Lúcia Chita
Ana Britto e Cunha
Irene Cruz
Tema de abertura "Baía das Mulheres" - Berg & Diogo Tavares
Exibição
Emissora de
televisão original
Portugal TVI
Transmissão original 25 de Maio de 2004 a 1 de Abril de 2005
Nº de temporadas 1
Nº de episódios 219
Cronologia
Último
Último
O Teu Olhar
Ninguém Como Tu
Próximo
Próximo

Baía das Mulheres foi uma telenovela portuguesa transmitida na TVI entre 25 de Maio de 2004 e 1 de Abril de 2005. É da autoria de Manuel Arouca.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Esta novela baseia-se em histórias de paixões, muitos sentimentos e emoções, onde as mulheres tomam uma posição de destaque. Graça Botelho Magalhães (Cristina Homem de Mello) é casada com Ricardo Augusto da Silva Magalhães (Tozé Martinho) e tem três filhos: Teresa Botelho Magalhães (Silvia Balancho), uma pessoa snobe e arrogante, Marta Botelho Magalhães (Catarina Guimarães ), uma miúda divertida e "boa onda" e João Botelho Magalhães (José Carlos Pereira). O filho mais velho, que por sua vez é casado com Maria do Mar Quintino Pereira Botelho Magalhães (Bárbara Norton de Matos), educadora de infância e que sonha ser mãe, mas que por infortúnio do destino tem grandes dificuldades em engravidar.

Na véspera do aniversário do marido, Graça vai ter com ele ao veleiro que ambos possuem, descobrindo a traição de Ricardo com a amante Vera Moraes (Sofia Grillo). Graça decide pedir o divórcio. Ricardo, com o orgulho ferido, tenta o suicídio atirando-se ao mar no seu veleiro. Graça, com um grande sentimento de culpa, decide perdoá-lo e recuperar o casamento. Vera, magoada por ter sido trocada pela mulher, decide vingar-se, arranjando provas para o prejudicar.

Mesmo após a tentativa de reconciliação, Graça apercebe-se que o seu casamento há muito que é uma farsa e prossegue com o divórcio, sem querer nada de Ricardo. Assim, começa a trabalhar.

Com o divórcio, a família toma posições diferentes. Do lado de Ricardo ficam a mãe, Maria Amélia da Silva Magalhães (Anna Paula), e a filha Teresa. Do lado de Graça ficam Marta e João. Teresa Botelho Santos Moreira (Sandra Faleiro) tenta convencer a irmã Graça a perdoar Ricardo, mas não consegue fazê-la mudar de ideias e ajuda-a, dando-lhe emprego no seu centro de jardinagem.

Entretanto, João e Maria do Mar começam a atravessar uma crise emocional porque não conseguem ser pais. João acaba por conhecer Bárbara Mendonça de Mascarenhas (Andreia Diniz), a melhor amiga de Maria do Mar e a vilã da história. Os dois envolvem-se e Maria do Mar, embora perdoe o marido, tem medo que Bárbara tenha ficado grávida. É então que Maria do Mar conhece Sílvia Moraes (Beatriz Figueira), uma menina abandonada que havia sido entregue no infantário onde trabalha. O amor pela menina é imediato, mas é aí que aparece Filipa Moraes (Ana Lúcia Chita), a mãe biológica da menina, disposta a recuperar a filha. Entretanto, Maria do Mar começa a fazer tratamentos de fertilização num médico, por intermédio de Graça...

Elenco[editar | editar código-fonte]

Banda Sonora[editar | editar código-fonte]

Baía das Mulheres
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2004
Gênero(s) Vários
Idioma(s) português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Som Livre
  1. Fotografia - Juanes & Nelly Furtado
  2. Thank You - Jamelia
  3. In the Shadows - The Rasmus
  4. Ai se Ele Cai - Xutos & Pontapés
  5. Acreditar em Mim (Sem Nunca Desistir) - Paula Teixeira (Tema de Filipa)
  6. Dá-me a tua Mão - Mané
  7. The Closest Thing to Crazy - Katie Melua
  8. E Solo Colpa Mia - Helena
  9. Powerless- Nelly Furtado (Tema de Tita)
  10. Soy Tu Venus - Baccara
  11. Vem Daí - Beto
  12. Sere Nere - Tiziano Ferro (Tema de Bruno)
  13. High On You - Grace
  14. I Believe In Miracles - No Way Out (Tema de Maria do Mar)
  15. Let's Give It a Try - Lewis & Simon
  16. Gente Di Mare - Miguel & André
  17. Uma Estrela a Olhar Por Mim - Berg
  18. E Vou Ficar Assim - Mário Marta
  19. Baía das Mulheres - Berg & Diogo Tavares (Tema do Genérico)

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • A novela marcou o regresso do galã José Carlos Pereira, às novelas da TVI. O mesmo já tinha sido protagonista na adaptação argentina de Muñeca Brava, nomeada de Anjo Selvagem.
  • Esta novela não teve grande sucesso de audiências, nem tão pouco de popularidade, talvez por colocar nomes que o grande público não estaria habituado a verificar nas novelas, por exemplo, a apresentadora Rita Seguro e o protagonista de sitcoms, Ricardo Castro, e muitos outros.
  • Os grandes temas da trama eram a adopção, o abandono de crianças e o divórcio na meia-idade.
  • Excelente interpretação da irritante Teresa, interpretada por Silvia Balancho e da vilã , interpretada por Andreia Dinis.
  • Estreia dos pequenos atores (até então) Rafaela Villa, Tiago Mesquita e Beatriz Figueira.
  • Também a estreia nas novelas da atriz Catarina Guimarães, a Martinha da trama.
  • Esteve na RTP África entre 28 de Maio de 2012 e 08 de Fevereiro de 2013 no horário das 12 horas.
  • O último episódio, a 1 de abril de 2005, conquistou 15.3% de rating e 47.9% de share, o que corresponde a 1 442 500 espectadores.