Baal-Hanã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Baal-Hanã (em hebraico: בַּעַל חָנָן / בָּעַל חָנָן, hebraico padrão: Báʿal ḥanan, hebraico tiberiano: Báʿal ḥānān / Bāʿal ḥānān) significa "Baal é gracioso". Há dois homens por este nome na Bíblia hebraica. [1]

Em Gênesis 36:38-39, Baal-Hanã, é um rei de Edom. Ele também é mencionado na lista de Reis, em 1 Crônicas 1:49-50. Ele sucedeu Saul e foi sucedido por si Hadade. Era o filho de Acbor, e sua mulher Meetabel, filha de Matrede e neta de Mezaabe.

Ele é chamado o filho de Acbor, mas o nome de sua cidade natal não é dado. Por essa e outras razões, Marquart ("Fundamente Israelitischer und Jüdischer Gesch." 1896, pp 10 e segs.) supõe que "filho de Acbor" é uma duplicata de "filho de Beor" [2] , e que "Baal-Hanã", no texto original é dado como o nome do pai do rei seguinte, Hadar.

A historicidade e até mesmo a data de seu reinado são desconhecidas, já que ele não é mencionado em nenhuma outra fonte de sobrevivência.

Nos livros de Crônicas há também um segundo homem com esse nome, da cidade de Geder. Em 1 Crônicas 27:28 ele é descrito como sendo responsável ao rei Davi para o cuidado das oliveiras e sicômoros.

Precedido por
Saul de Reobote
Rei de Edom
Sucedido por
Hadar

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.