Backup de agenda do celular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Backup de agenda do celular é um serviço que cria uma cópia da agenda do seu telefone celular e a mantém salva em um servidor de maneira segura. Este serviço foi desenvolvido com o propósito de evitar a perda de todos os contatos em casos como roubo, perda de aparelho e/ou chip, dano permanente ao aparelho e/ou chip, ou qualquer outro que impossibilite reaver os números.

Atualmente, há três opções de backup para a agenda do celular: a sincronização com um programa de computador, com um site da internet e com a operadora de telefonia celular.

As ações para este tipo de solução podem ser divididas em três principais tipos:

  • Primeiro sincronismo: este é o primeiro acesso e utilização do serviço pelo usuário. Nos serviços pagos, seu preço costuma ser maior do que o pago pelo sincronismos seguintes por algumas empresas considerarem este etapa como uma “assinatura do serviço” ou até uma tendência de uma agenda com mais contatos a ser transferida.
  • Demais sincronismos: são os próximos sincronismos realizados pelo usuário, complementando a base de contatos já presente nos servidores. Nos serviços pagos seu preço costuma ser inferior ao primeiro sincronismo, talvez devido a tendência de um menor número de contatos a ser transferido.
  • Restauração: esta é a etapa realizada quando há algum dano à agenda, como os casos exemplificados acima. Os preços pagos geralmente são equivalentes ao primeiro sincronismo. No caso de operadoras de celular, basta adquirir um novo chip, com o mesmo número, e pedir a restauração da agenda, que pode ser feita através do próprio menu do chip, através da internet, em uma loja própria da operadora, ou através de atendimento telefônico.

Sincronização com o computador[editar | editar código-fonte]

A sincronização dos contatos do aparelho através do computador pode ser feita utilizando programas, geralmente fornecidos pela própria fabricante do aparelho quando este é um smartphone, por exemplo. Neste caso há a necessidade de uma conexão com o aparelho, que na grande maioria das vezes é feita via cabo, o que limita a sincronização ao local onde o computador, com o programa instalado, esteja.

Sincronização com um site da internet[editar | editar código-fonte]

Atualmente existem sites, como o Fruux, Plaxo e o Zyb, que permitem que você guarde seus contatos, criando inclusive uma espécie de “rede social” com eles. Com ele as alterações nas informações dos seus contatos podem ser feitas pelas próprias pessoas, evitando que você perca contato de alguém por não saber que está pessoa mudou de número. No entanto este é um serviço que requer, em primeiro lugar, a abertura de uma conta, que a princípio é gratuita, na homepage do site, contudo é cobrado o trafego de dados com a tarifa da operadora celular, sujeito a capacidade do aparelho em realizar conexão de dados e estar devidamente configurado. Após isso, todo o processo se dá via internet, o que acaba por complicar um pouco as coisas, embora a penetração de aparelhos com serviço de dados esteja aumentando, a necessidade de configuração do aparelho e o valor do tráfego para acesso a um serviço em fase "BETA" são agravantes para o uso do serviço nesta modalidade.

Sincronização com a operadora de celular[editar | editar código-fonte]

No Brasil, todas as grandes operadoras de telefonia celular (Claro, Oi, TIM e Vivo) possuem este serviço disponível para o usuário. Ele é um serviço, fornecido pela Gemalto, e que, na grande maioria dos casos, vem instalado na memória dos chips de celular (SIM Card). Esta versão do serviço está disponível na rede GSM. Para que o serviço possa ser utilizado, o usuário tem de assegurar que todos os contatos estejam salvos na memória do chip do celular, e não somente na memória do aparelho. Caso estejam na memória do aparelho, a maioria dos telefones tem a opção de realizar a cópia e/ou transferência dos contatos para a memória do chip. Para utilizar o aplicativo o usuário deve acessar o menu do chip da operadora e escolher a opção correspondente ao serviço. A maneira de acessar este menu pode variar, de acordo com o fabricante do aparelho. A Vivo é a única operadora do brasileira que ainda possui celulares e rede CDMA, mas há também um aplicativo específico para este tipo de aparelho. Neste caso, como não há um chip dentro do celular, não há a necessidade de verificar onde os contatos estão salvos, pois única opção é a própria memória do aparelho.

Este é um serviço tarifado, e o preço pode variar entre as operadoras. Algumas delas costumam cobrar tarifas diferentes dependendo do tipo de ação executada (primeiro sincronismo, demais sincronismos e restauração da agenda).

Esta opção proporciona a praticidade de fazer o backup da agenda com apenas alguns cliques no celular, sem a necessidae de conectar cabos e acessar programas específicos. A mobilidade também é outro fator importante pois, estando já dentro do seu celular, você não precisa ter um computador próximo de você para realizar o backup.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]