Balúchis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Balúchis
Rondreizende muzikanten in Beloetsjistan.jpg
População total

aproximadamente 9 milhões

Regiões com população significativa
Paquistão
 Irã
 Afeganistão
Omã
 Emirados Árabes Unidos
Línguas
Balúchi
Religiões
Islã Sunita

Os balúchis,[1] baluchis,[1] , belúchis,[1] , beluchis[1] ou baloches[1] (بلوچ em persa) são um grupo étnico supostamente originário do que são hoje a Síria e partes da Turquia e da Ásia Central. São aparentados dos curdos e de populações localizadas no Daguestão e na Chechênia. Ao longo dos séculos, teriam migrado para o atual Baluchistão[2] , área dividida entre o Paquistão, o Irã e o sul do Afeganistão.

Falam a língua balúchi, considerada um idioma iraniano do noroeste, o que faz com que alguns os vejam como um povo iraniano. São predominantemente muçulmanos sunitas, embora haja também xiitas e zikri (esta, uma denominação menor do Islã). Aproximadamente 70 por cento da população balúchi vivem no Paquistão, com outros 20 por cento residentes na região lindeira no sudeste do Irã. A população total é estimada em cerca de 4 800 000 pessoas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e Paulo Correia; Direção-Geral da Tradução — Comissão Europeia. (Outono de 2012). "Etnónimos, uma categoria gramatical à parte?" (PDF). a folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias (N.º 40) p. 28. Sítio Web da Direção-Geral de Tradução da Comissão Europeia no portal da União Europeia. ISSN 1830-7809. Página visitada em 13 de janeiro de 2013.
  2. forma em português registrada no Houaiss e no Aurélio, verbete "balúchi".
Ícone de esboço Este artigo sobre sociologia ou um sociólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.