Balam (demônio)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2009).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Na demonologia, Balam, (também Balaao, Balan) é o Grande e Poderoso Rei (para alguns autores, um Duque ou um Príncipe) do inferno que comanda mais de quarenta legiões de demônios. Ele dá respostas perfeitas sobre acontecimentos passados, presentes e vindouras, e também podem tornar os homens invisíveis e espirituais.

Balam é retratado como sendo um demônio com três cabeças. Uma cabeça é de um touro, a segunda de um homem, e a terceira, de um carneiro. Ele tem olhos em chamas e possui uma cauda de uma serpente. Ele carrega um falcão em seu punho e sentado num urso forte. Em outras versões, ele é representado como um homem nu, sentado num urso.

O seu nome parece ter sido tirado de Balaão, a Bíblia mágica.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]