Baldur's Gate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Jogos eletrônicos.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.


Baldur's Gate
Desenvolvedora BioWare
Publicadora(s) Black Isle Studios
Interplay
Distribuidora Wizards of the Coast
Designer James Ohlen
Raymond Muzyka
Escritor(es) Rob Bartel
Matt Horvath
Lukas Kristjanson
James Ohlen
Compositor(es) Michael Hoenig
Motor Infinity Engine
Plataforma(s) PC, Mac OS
Série Baldur's Gate
Data(s) de lançamento
  • AN 21 de Dezembro, 1998 [1]
  • RU 30 de Março, 2001 [1]
Gênero(s) RPG eletrônico
Modos de jogo Single Player, Multiplayer
Número de jogadores 1 a 6
Classificação Inadequado para menores de 13 anos i ESRB (América do Norte)
Recomendado para públicos maduros i OFLCA (Austrália)
Inadequado para menores de 12 anos i USK (Alemanha)
Permitido para maiores de 15 anos, especialmente a faixa de 15-17 anos ELSPA (Reino Unido)
Mídia CD-ROM

Baldur's Gate é um jogo eletrônico de RPG lançado em 1998, sendo o primeiro jogo da série Baldur's Gate. O jogo foi desenvolvido pela BioWare e publicado por Interplay Entertainment.

A história acompanha o jogador à medida que ele ou ela cresce durante os eventos de Times of Troubles (Forgotten Realms), dando ênfase no crescimento do personagem através do diálogo e batalhas. O jogo recompensa o jogador dependendo das suas escolhas morais.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogo foi programado seguindo as regras do RPG Forgotten Realms, usando a 2ª edição de regras de Advanced Dungeons & Dragons, apesar de que vários elementos das regras foram modificados para que o jogo pudesse ser executado em tempo real. Cada personagem está constantemente em ação, apesar de que o jogo pode ser pausado a qualquer momento, incluindo durante batalhas para a escolha de estratégias.[2]

O jogo é separado em sete capítulos, intercalados por diálogos falados. O mapa pode ser livremente explorado em cada um dos capítulos, apesar de que certos mapas estão "trancados" até que o jogador chegue a um certo ponto no jogo. O jogador começa como um personagem fraco, mal equipado e sem aliados. À medida que se avança no jogo, novas armas, armaduras e itens mais poderosos são encontrados, assim como é possível criar uma equipe de até seis aliados, incluindo o jogador. Pontos de experiência são adquiridos matando monstros e realizando missões e são usados para aprimorar a habilidade dos personagens.

Alinhamentos[editar | editar código-fonte]

Durante a criação do personagem, é possível escolher o alinhamento ao qual este irá pertencer, podendo ser desde "Leal Bom" até "Caótico Mau".[3] Existem no total nove combinações de alinhamentos, sendo que certas raças não podem pertencer a um certo alinhamento. Cada personagem encontrado ao longo da história possui seu próprio alinhamento e, devido a isso, irão reagir de forma diferente a cada ação do jogador. Enquanto um personagem de caráter Mau não verá problema em matar um inocente, um personagem Bom poderá abandonar o grupo após adquirirem certa má-fama.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Baldur's Gate é um jogo de RPG que se passa em Forgotten Realms, e tem como peça central os filhos de Bhaal, o Deus do assassinato, e a trama refere-se ao desenrolar da vida de um desses filhos de Bhaal após a sua saída de Candlekeep, onde ele fora criado por seu pai adotivo, Gorion.

No primeiro capítulo da série, você está encarregado de descobrir mais sobre você mesmo resolvendo um mistério que cerca a distribuição de ferro na Sword Coast. Assim que o seu pai adotivo resolve fugir de Candlekeep com você, ele é morto por uma pessoa utilizando uma armadura sinistra, que demandava que o velho Gorion abandonasse seu filho adotivo. Gorion se sacrifica, e então inicia-se a jornada.

Um dos caminhos é ir até o Friendly Arm Inn, procurar os amigos que Gorion disse estarem à espera lá, e depois seguir até Nashkel para resolver um problema de mortes e desaparições na região das minas de Nashkel. Lá você descobre que alguém está "envenenando" o ferro, para que esse se destrua em pouco tempo. O primeiro servo do inimigo é destruído, e você descobre que isso é parte de uma conspiração que envolve mais que somente envenenar o ferro.

Então o jogador segue, correndo atrás de pistas que culminam com a descoberta de que ele é um dos filhos do deus Bhaal, e que Sarevok, seu irmão, procurava montar uma guerra para se tornar digno de se auto-eleger Deus do Assassinato assim como seu pai. Após uma tentativa de Sarevok de incriminá-lo com a morte dos donos do Iron Throne, você consegue chegar até ele na festa de sua coroação como Grand Duke de Baldur's Gate, e destruir seu complô. Ele foge a uma cidade subterrânea, para onde você o segue, e assim acontece o combate final do jogo, e onde se revela a porção final da história e a sua identidade verdadeira é conhecida.

Em Baldur's Gate 2, Shadows of Amn você continua a saga dos filhos de Bhaal após ser preso por um mago muito poderoso e ainda desconhecido, que num conflito acaba permitindo que você fuja, mas leva consigo Imoen, companheira (segundo a linha de história adotada pelo jogo) sua desde Candlekeep. A partir daí começa uma história de intriga, romance e combates até que você encontre sua irmã, e destrua o mago Irenicus, após ele roubar sua alma para seus propósitos de vingança.

As expansões adicionam algumas áreas, NPCs, magias e itens no jogo original. Em Tales of the Sword Coast, você tem dois desafios - A torre de Durlag, e Ulgoth's Beard. Em ambos os casos, você estará lidando com inimigos mais poderosos do que no jogo normal, e provavelmente terá uma dificuldade muito maior para destruí-los do que o comum.

Throne of Bhaal foi concebido às pressas para fechar as lacunas da história das crianças de Bhaal após a perda da licença de D&D pela Bioware[carece de fontes?]. Em TOB você luta contra os Bhaalspawns e atravessa Tethyr diminuindo a onda de terror causada pelos seus outros irmãos, que buscam ressuscitar o deus Bhaal e tornar-se semideuses, ainda que um pense em trair o outro no final. Então, ao fim da trajetória de destruição e mortes você descobre que Amelissan - que servia seu pai em forma mortal e era a portentora dos segredos de ressureição do deus do assassinato - estava em verdade tentando ascender à forma divina juntando a essência dos filhos de Bhaal no Trono de Bhaal (que da nome ao jogo).

Recepção[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
GameSpot 9.2 de 10[4]
IGN 9.4 de 10[5]
Maximum PC 9 de 10[6]
Pontuação global
Publicação Nota média
Metacritic 91% [7]

Os gráficos são coerentes com a época lançada tendo nota 9.2 para Baldur's Gate [8] e também 9.2 para Baldur's Gate 2 - ambos no Gamespot -.[9] As interações entre os personagens é um dos pontos altos da série.

Produção e lançamentos[editar | editar código-fonte]

Baldur's Gate também teve sua repercussão em plataformas como PlayStation 2 e Xbox: a série Baldur's Gate: Dark Alliance, que teve sua continuação após um grande sucesso na primeira versão do jogo, Baldur's Gate: Dark Alliance II. A série teria sua continuação, mas por problemas financeiros da Interplay, não houve continuação.[carece de fontes?]

Enhanced Edition[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2012, um site chamado BaldursGate.com foi criado, dando a dica de que um novo jogo da série seria lançado.[10] O site GameBanshee confirmou que a desenvolvedora por trás desse novo jogo era Beamdog, fundada por antigos membros da BioWare.[11] O site, quando apareceu, continha apenas a caveira símbolo da série e a música do jogo original tocando no fundo, além de referência em código à história da série.[10] Em março do mesmo ano uma contagem regressiva revelou que o novo jogo na verdade era uma "versão melhorada" (Enhanced Edition) do jogo original, que seria relaçado para várias plataformas, entre elas o Windows, Mac, Android e iPad.[12] [13] A data inicial do lançamento do jogo, que viria com algumas expansões,[14] era para o dia 18 de setembro,[13] porém devido a alguns problemas na produção, o lançamento foi adiado para novembro.[15]

No dia 28 de novembro, o jogo foi lançado para o computador e para os celulares,[16] e foi recebido positivamente pela crítica, a versão para o PC manteve um total de 79/100 no agregador Metacritic,[17] enquanto a versão para os celulares mantém 76/100.[18]

Referências

  1. a b RelEase Information for Baldur's Gate (em inglês) MobyGames. Visitado em 22 de Novembro, 2009.
  2. John Harris. Game Design Essentials: 20 RPGs (em inglês) Gamasutra. Visitado em 22 de Novembro de 2009.
  3. Alignments (em inglês) Planetbaldursgate.com. Visitado em 22 de Novembro de 2009.
  4. Baldur's Gate Review (em inglês) GameSpot. Visitado em 28 de agosto de 2012.
  5. Baldur's Gate - IGN
  6. (Junho 1999) "Baldur's Gate" 4. ISSN 1522-4279.
  7. Baldur's Gate (pc) reviews. (em inglês) Metacritic. Visitado em 2009-07-25.
  8. Review de Baldur's Gate no Gamespot (em inglês) Gamespot.com.
  9. Review de Baldur's Gate II no Gamespot (em inglês) Gamespot.com.
  10. a b Yin-Poole, Wesley (29 de fevereiro de 2012). Website teases new Baldur's Gate game (em inglês) Eurogamer. Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  11. BuckGB (28 de fevereiro de 2012). Baldur's Gate Website Surfaces, Announcement Coming Soon (em inglês) GameBanshee. Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  12. Baldur’s Gate To Get “Enhanced Edition” This Summer Rock, Paper, Shotgun (15 de março de 2012).
  13. a b Baldur's Gate: Enhanced Edition set for Sept. 18 on PC (em inglês) (27 de julho de 2012). Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  14. The HERESY Of Baldur’s Gate: Enhanced Edition (em inglês) Rock, Paper, Shotgun (17 de abril de 2012). Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  15. Grayson, Nathan (15 de setembro de 2012). Oh, Baldurdash – Baldur’s Gate: Enhanced Edition Delayed (em inglês) Rock, Paper, Shotgun.
  16. Baldur's Gate: Enhanced Edition Details (em inglês) Metacritic. Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  17. Baldur's Gate: Enhanced Edition PC (em inglês) Metacritic. Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  18. Baldur's Gate: Enhanced Edition iOS (em inglês) Metacritic. Visitado em 19 de janeiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Baldur's Gate (em inglês) no MobyGames

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.