Banco Internacional do Funchal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Banif
Banco Internacional do Funchal S.A.
Logo banif.jpg
Slogan Banif - A força de acreditar
Tipo Empresa de capital aberto
Cotação Euronext Lisboa: BANIF
Indústria Serviços Financeiros
Fundação 15 de Janeiro de 1988
Fundador(es) Horácio da Silva Roque
Sede Funchal,  Portugal
Presidente Jorge Tomé
Empregados 5.400
Produtos Banco
Banco de Varejo
Banco de Investimento
Seguros
Private Equity
Fomento Mercantil
Página oficial www.banif.pt; www.bancobanif.com.br

O Banif - Banco Internacional do Funchal, SA é um banco privado português, com presença nos cinco continentes.

Foi fundado em 1988, tendo dado origem ao Banif - Grupo Financeiro.

História do Banif[editar | editar código-fonte]

A origem do Banif - Grupo Financeiro remonta a 15 de Janeiro de 1988, dia da constituição do Banif – Banco Internacional do Funchal, o qual integrou todo o activo e passivo da extinta Caixa Económica do Funchal, uma pequena instituição financeira de âmbito regional madeirense em dificuldades.

Foi um projecto de um grupo de investidores privados, de entre os quais se destacou o Senhor Comendador Horácio da Silva Roque, sendo a sua primeira aposta a recuperação da instituição e a criação das condições à sua futura sustentabilidade.

O Banif investiu na criação de uma rede de agências em Portugal Continental para desenvolvimento do negócio bancário e lançou parcerias estratégicas em outros domínios da indústria financeira. É assim que, em conjunto com outras 2 instituições de crédito – União de Bancos Portugueses e Banco Bilbao Vizcaya -, constitui a Ascor Dealer (dedicada ao negócio de corretagem), a Mundicre e a Mundileasing (dedicadas ao leasing e crédito), estas em parceria com o Banco Bilbao Vizcaya e o Crédito Predial Português.

Em 1996, o Grupo compra o Banco Comercial dos Açores, que detinha 100% do capital da Companhia de Seguros Açoreana. A liderança de mercado nas regiões autónomas portuguesas - Açores e Madeira.

Em 1999 adquiriu uma posição estratégica no Banif Primus, banco de investimento no mercado brasileiro, dando-se assim o primeiro passo na internacionalização.

Em 2000 o Banif – Grupo Financeiro constitui o Banif – Banco de Investimento, que completou a proposta de valor para o mercado financeiro, contribuinte para a internacionalização do Grupo.

No terceiro trimestre de 2009, o Banif – Grupo Financeiro incorporou as sociedades que constituíam o Grupo Tecnicrédito, entre elas o Banco Mais, S.A., instituição bancária com actividade em Portugal, Espanha, Eslováquia e Polónia, e o Bank Plus, Zrt., com sede em Budapeste e actividade na Hungria. No último trimestre de 2009, foi também concluído o acordo tendente à compra das seguradoras Global – Companhia de Seguros, S.A. e Global Vida – Companhia de Seguros de Vida, S.A, que colocou o Grupo entre os 5 maiores players no sector segurador em Portugal e entre os 3 maiores nos ramos Não Vida.

Actualmente é o maior grupo financeiro de capitais exclusivamente portugueses, com presença em 17 países (Portugal, Espanha, Inglaterra, Polónia, Eslováquia, Hungria, Hong Kong, Malta, África do Sul, Cabo Verde, Brasil, EUA, Canadá, Venezuela, Argentina, Bahamas, Cayman) com mais de 1 milhão de Clientes, com 700 pontos de venda e cerca de 6.000 Colaboradores.

Como grupo financeiro, detém uma oferta de produtos e serviços financeiros para empresas e particulares. A estrutura organizacional de suporte assenta na existência de uma holding geral, a BANIF SGPS, SA, que organiza as suas 4 sub-holdings por diferentes segmentos de negócio:

  • Banif – Banca Comercial
  • Açoreana - Seguros
  • Banif Mais – Crédito Especializado
  • Banif Investment Bank - Banca de Investimento

Enquanto líderes de mercado das regiões autónomas da Madeira e dos Açores, e também como grupo financeiro com uma área internacional cuja actividade é estratégica para alavancar o seu desenvolvimento orgânico, foi criada uma rede de mais de 50 sociedades de serviços financeiros e um conjunto de escritórios de representação.

Banif Mais[editar | editar código-fonte]

O Banif Mais é uma instituição de crédito integrada no Banif – Grupo Financeiro.

No final da década de 80, a Auto Industrial - empresa líder do retalho automóvel em Portugal - passa a dirigir maior atenção ao negócio financeiro induzido pela sua actividade comercial. Na sequência das diligências efectuadas para controlar e desenvolver essa área de negócio surge a ideia de alargá-la ao financiamento de automóveis cuja venda não fosse promovida pelas empresas do grupo. Foi na Tecnicar Automóveis, S.A., que então sob a forma de vendas a prestações se iniciou em Setembro de 1987 a actividade financeira que actualmente se prossegue.

Por exigências legais a Tecnicar Automóveis, S.A. transforma-se em 1990 numa Sociedade Financeira de Aquisições a Crédito (SFAC), tendo então adoptado a designação de Tecnicrédito - Financiamento de Aquisições a Crédito, S.A..

Coincidiu essa mudança de estatuto com a tomada de 50% do capital da empresa por parte do grupo Banco Português do Atlântico, nesse tempo o maior grupo financeiro português de capitais privados.

Em Dezembro de 1996, e após a sua aquisição pelo Banco Comercial Português, o Banco Português do Atlântico vendeu à Auto Industrial a participação que detinha na Tecnicrédito. Foi então criada, já no início de 1997, a Tecnicrédito SGPS, S.A. que passa a deter 100% do Capital Social da Tecnicrédito SFAC e que, por sua vez, passa a ser detida, directa ou indirectamente, a 85% pelo Grupo Auto Industrial, ficando os restantes 15% na posse de administradores da instituição.

Nesse mesmo ano de 1997 foi decidido dar o primeiro passo no sentido da internacionalização, através da constituição de uma instituição de crédito na Hungria.

No ano o Banco de Portugal aprovou a transformação da Tecnicrédito SFAC em Banco Mais podendo a instituição começar o seu processo de internacionalização e a aposta no financiamento de viaturas novas (Crédito e ALD e Leasing).

Dado seguimento à estratégia de internacionalização iniciada em 1998, e perante a presença do Banco na Hungria, em 2001 foi solicitado e autorizado pelo Banco de Portugal a abertura de uma sucursal do Banco Mais em Espanha.

Nos anos mais recentes o Banco Mais tem seguido uma estratégia assente em 5 vectores fundamentais: obter elevados níveis de rendibilidade e eficiência, ser líder de mercado no financiamento automóvel em Portugal, ter uma oferta abrangente no financiamento a particulares, ter uma forte presença em todos os mercados em que esteja presente e ter uma presença internacional alargada.

No que se refere ao desenvolvimento de novas áreas de negócio refira-se em primeiro lugar o facto da actividade de Crédito Pessoal representar hoje em Portugal mais de 10% do volume de operações da empresa, tendo já sido também estendida à Hungria.

Já no final de 2005, o Banco Mais iniciou uma nova operação na Eslováquia tendo ainda iniciado o processo de entrada na Polónia.

Em Setembro de 2009 o Banco Mais foi integrado no Banif – Grupo Financeiro. Com esta operação o Grupo Tecnicrédito SGPS passa a ser detido a 100% pela Banif SGPS, SA. Desta integração resulta uma mudança de marca de Banco Mais para Banif Mais.

Banif Investment Bank[editar | editar código-fonte]

A actividade de banca de investimento do Banif - Grupo Financeiro é conduzida pelo Banif Banco de Investimento, constituído em 15 de Dezembro de 2000, que desenvolve a sua actuação em três áreas estratégicas de negócio: Capital Markets, Investment Management e Advisory Services and Banking.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Banco Internacional do Funchal