Banco Popular do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Banco Popular do Brasil é uma instituição financeira brasileira, subsidiária integral do Banco do Brasil, criada através da Lei nº 10.738, de 17 de setembro de 2003, cujo objetivo é a atuação em microfinanças, consideradas como o conjunto de produtos e serviços financeiros destinados exclusivamente às pessoas físicas de baixa renda e microempresários, sem a obrigatoriedade de comprovação de renda. Sua carta-patente de funcionamento, foi concedida pelo Banco Central do Brasil, e foi publicada em dezembro do mesmo ano no Diário Oficial da União.

O Banco Popular do Brasil iniciou suas operações com capital social de R$ 24,5 milhões, valor que, em maio de 2004, foi aumentado para R$ 92 milhões. O primeiro ponto de atendimento foi inaugurado em 12 de fevereiro de 2004, no Distrito Federal. O Banco fechou o ano de 2004 com 5.530 pontos de atendimento em 1.500 municípios do país, incluídas todas as capitais, abrangendo um total de 1 milhão de clientes.

Neste banco é possível abrir conta corrente simplificada (com juros baixos), fazer empréstimos e adquirir cartão de débito; brevemente serão disponibilizados, aberturas de poupanças e cartão de crédito. A empresa atende pessoas que ganham até três salários-mínimos e que não tenham nenhum tipo de conta em outros bancos. Atuando preferencialmente junto aos trabalhadores do setor informal, residentes em áreas urbanas de todo o País, o Banco proporciona a oportunidade destas pessoas estarem inseridos no sistema financeiro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]