Bandeira de Nashville (Tennessee)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde agosto de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A bandeira de Nashville (Tennessee) consiste no selo da cidade num disco branco rodeado de um campo de azul com uma faixa dourada no batente. O azul representa a coragem e a convicção dos líderes da cidade através da história, enquanto que o dourado denota a riqueza da terra e dos recursos da cidade.

A bandeira foi adoptada em Dezembro de 1963 quando o governo de Nashville e o Condado de Davidson se fundiram. Em 4 de Agosto de 1964, a bandeira foi apresentada numa cerimónia oficial. A bandeira segue o modelo da bandeira estadual do Tennessee.

O selo apresenta um Nativo Americano segurando um crânio perto de uma plantação de tabaco, uma águia, e um escudo em forma de emblema decorado ao estilo da bandeira Americana. Crê-se que o nativo americano representado seja Oconostota, antigo chefe dos Cherokees de 1775 a 1780, a enterrar um crânio para assinalar um tratado de paz acordado com o general James Robertson. Provavelmente mostra a cessão de território pelos Cherokees à Associação Watauga, um grupo de colonos que atravessaram as Apalaches vindos da Carolina do Norte.

A versão de jure da bandeira incluía um selo monocromático, enquanto que a bandeira actual apresenta-se somente em cor. Também foi acrescentado à bandeira uma barra branca fina a separar o campo azul da faixa amarela.

Antes da consolidação, a bandeira consistia de uma estrela azul num fundo vermelho sobrepostos por duas barras brancas cruzadas. A estrela azul era rodeada por ramos de oliveira, localizados sobre a letra N (de Nashville). Foi desenhada por Harville H. Duncan e adoptada pelo Conselho da Cidade depois de 1952.