Bandeira do Pará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do estado do Pará
Bandeira do estado do Pará
Aplicação
FIAV 111000.svgFIAV normal.svg
Proporção 7:10[1]
Adoção c. 1890
Cores
  Vermelho
  Branco
  Azul
Descrição Em campo de goles (vermelho) uma banda de prata (branca), carregada ao centro de uma estrela de blau (azul).

A bandeira do estado do Pará, juntamente com o hino e o brasão, são os símbolos oficiais do Estado.[nota 1]

Após a adesão a República, em 16 de novembro de 1889, bem como em seus anos iniciais, a bandeira do Clube Republicano Paraense figurou como bandeira estadual. De autoria de Philadelpho de Oliveira Condurú, era assim descrita:

Bandeira partida em pala, de vermelho, branco, vermelho, com uma estrela azul no centro.[3] [4]

Em dia 10 de abril de 1890, o Conselho Municipal, por proposição do seu presidente, Artur Índio do Brasil, aprovou projeto fazendo do distintivo do Clube, a bandeira do município de Belém.

Já em em 3 de junho de 1890, um projeto de lei para oficialização da bandeira foi apresentada pelo deputado Higino Amanajás na Câmara Estadual. Seu conteúdo era o seguinte:

O Congresso Legislativo do Estado do Pará decreta:
Art. 1º - Fica considerada como Bandeira do Estado do Pará a que servia de distintivo ao Clube Republicano Paraense, antes da proclamação da República, e que em sessão de 10 de abril de 1890 foi adotada como Bandeira do Município.
Art. 2º - Renovam-se as disposições em contrário" [5]

Ribeiro registra que o projeto não chegou a ser oficializado, sendo rejeitado no Senado, por inspiração do presidente Augusto Montenegro, sob o fundamento de que todos os brasileiros deviam ter como único pavilhão a bandeira do Brasil.[4]

O atual desenho da bandeira, que fora utilizado como referência na confecção do brasão oficializado em 1903, é assim composto: um retângulo vermelho com uma faixa branca oblíqua, que vai do canto superior esquerdo ao canto inferior direito, e uma estrela azul no centro da faixa.

Simbolismo[editar | editar código-fonte]

FIAV historical.svgBandeira do Clube Republicano Paraense.[4]

A faixa branca é a faixa planetária e representa o Zodíaco "projetada como um espelho horizontal". Lembra tanto a linha do equador quanto o Rio Amazonas.

A estrela simboliza o estado, que na bandeira nacional corresponde a Espiga, a estrela alfa de primeira grandeza da constelação de Virgem. No pavilhão brasileiro, é a única estrela acima da faixa com o dístico "Ordem e Progresso" porque, à época da proclamação da República, era o Estado cuja capital, Belém, era a mais setentrional do país. Outra afirmação do porquê a estrela é solitária foi porque o estado foi a útima província a aceitar a indepêndecia do Brasil de Portugal.[carece de fontes?]

O vermelho é a força do sangue paraense, que corre nas veias como um verdadeiro espírito de luta harmonizada, dando provas da dedicação dos patriotas nas causas da adesão do Pará à Independência e à República, realizadas em 07 de setembro de 1823 e 15 de novembro de 1889, respectivamente.

Versões recentes[editar | editar código-fonte]

Com o desenvolvimento de propostas emancipacionistas dentro do território paraense, mais especificamente das regiões sul e oeste do estado, e o posterior Plebiscito sobre a divisão do estado do Pará, surgiram as propostas de bandeiras para Carajás e Tapajós. As bandeiras das propostas se caracterizam pela adoção das cores da Bandeira do Brasil.[6]

Bandeira do Carajás
Bandeira do Carajás
Bandeira do Tapajós
Bandeira do Tapajós

Notas

  1. Conforme dispõe o artigo 12 da constituição estadual.[2]

Referências

  1. Flag of Pará. Visitado em 5 fev. 2011.
  2. PARÁ.. Constituição do Estado do pará. Belém: Consultoria Geral do Estado, 2007.
  3. CARVALHO, Alfredo de. Brasões do Brasil Republicano. In: Almanach de Pernambuco'. 1904
  4. a b c RIBEIRO, Clóvis. Brazões e Bandeiras do Brazil. São Paulo: São Paulo Editora, 1933. p. 154.
  5. CRUZ, Ernesto Horácio da. História do Pará. Belém: Governo do Estado do Pará, 1973. p. 527. vol. 2.
  6. Bandeira do Estado de Carajás Jornal Folha do Pará.


Bandeiras dos Estados e do Distrito Federal brasileiros
Acre Bahia Goiás Minas Gerais Pernambuco Rio Grande do Sul São Paulo
Alagoas Ceará Maranhão Pará Piauí Rondônia Sergipe
Amapá Distrito Federal Mato Grosso Paraíba Rio de Janeiro Roraima Tocantins
Amazonas Espírito Santo Mato Grosso do Sul Paraná Rio Grande do Norte Santa Catarina Brasil
Ícone de esboço Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.