Bannack

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bannack
Localidade dos Estados Unidos Estados Unidos
Vista de Bannack à distância
Bannack está localizado em: Montana
Bannack
Localização de Bannack em Montana
Bannack está localizado em: Estados Unidos
Bannack
Localização de Bannack nos Estados Unidos
Localização
45° 09' 40" N 112° 59' 44" O
Condado condado de Beaverhead
Estado  Montana
Tipo de localidade cidade fantasma
Altitude 1.762 m

Portal Portal Estados Unidos
Bannack State Park
Distrito Histórico Nacional dos EUA
Antigo hotel Meade e outros edifícios bem preservados em Bannack
Localização:  Montana
 Estados Unidos
Cidade mais próxima: Dillon
Coordenadas: 45° 09′ N 112° 59′ W
Administração: Estado
Adicionado ao NRHP: 15 de outubro de 1966 (48 anos)
Nomeado NHLD: 4 de julho de 1961 (53 anos)

Bannack é uma cidade fantasma no Condado de Beaverhead, Montana, Estados Unidos. A cidade mais próxima é Dillon, capital do referido condado, situada a cerca de 40 quilómetros. É banhada pelo riacho Grasshopper.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada em 1862 (o seu nome derivou do nome de uma tribo de índios, os Bannock), aliás o seu primeiro nome foi Bannock, mas depois por erro administrativo passou a ser designado por Bannack.[1]

Bannack foi um dos locais de descoberta de ouro em 1862, e foi capital do Território de Montana em 1864, até a capital ter mudado para Virginia City. Bannack continuou como cidade mineira até à década de 1940. Os últimos residentes da cidade partiram nos anos 70. No seu auge, Bannack chegou a ter uma população de três mil habitantes.

Situada numa zona relativamente remota, estava ligada ao resto do mundo pela Montana Trail. No seu pico de crescimento, Bannack possuía três hotéis, três ferrarias, dois estábulos, dois mercados de carne, uma mercearia, um restaurante, uma cervejaria, uma sala de bilhar e quatro salloons.

Um dos fundadores da cidade foi o Dr. Erasmus Darwin Leavitt, um médico nascido em Cornish, que exerceu medicina durante um tempo para de pois se tornar um mineiro de ouro.

Henry Plummer, xerife de Bannack foi acusado de secretamente liderar um gang que era responsável por mais de uma centena de assaltos e assassinatos nas minas de ouro de Virginia City e Bannack e viagens em carruagens para Salt Lake City. Historicamente só estão comprovados 8 crimes. Plummer e outros compatriotas foram enforcados, sem qualquer julgamento (linchamento) pelo Vigilance Committee Montana Vigilants. Plummer foi executado em 10 de janeiro de 1864.[2] Nathaniel P. Langford, o primeiro superintendente do Yellowstone National Park, foi membro desse comité.[3] . Muitos especialistas defendem que Plummer foi injustamente acusado. Justa ou injustamente executado, o certo é que o número de crimes reduziu-se drasticamente naquela região após a sua morte.

Na década de 1940, a cidade que já tinha poucos habitantes, levou o golpe de misericórdia, quando encerrou a escola primária, aí a cidade entrou em degradação e tornou-se cidade fantasma, se bem que os últimos habitantes só tenham deixado a cidade na década de 1970.

Vestígios[editar | editar código-fonte]

Cerca de 60 locais e estruturas mantêm-se intactas em Bannack, muitas bem preservadas, como a igreja, a antiga escola (num edifício maçónico), as duas prisões e um dos hotéis (O hotel Meade) . O local, agora Bannack Historic District, foi classificado como National Historic Landmark em 1961. A cidade faz hoje parte do Bannack State Park.

Bannack Days[editar | editar código-fonte]

Todos os anos, no 3.º fim de semana de julho tem lugar nesta cidade abandonada uma reconstituição histórica chamada "Bannack Days".Durante dois dias o Bannack State Park organiza esse evento que pretende reviver os tempos em que Bannack era uma cidade mineira, pretende-se reviver o dia-a-dia dos mineiros durante a febre de ouro. O pequeno almoço/café da manhã é servido no edifício do antigo Hotel Meade (ainda muito bem preservado e que foi antes de ser hotel, sede por pouco tempo a sede do condado de Beaverhead, antes de Dillon ser escolhida para capital do condado, em detrimento de Bannack).[4]

Edifícios abandonados em Bannack.

Referências

  1. Nye, James (27 de junho de 2013). The abandoned Gold Rush town in Montana that once bustled with 100,000 prospectors now lies empty in all its ghostly glory dailymail. Visitado em 6 de outubro de 2014.
  2. Hough, Emerson. The Story of the Outlaws-A Story of the Western Desperado. New York: The Outling Publishing Company, 1907. 105–126 pp.
  3. Nathaniel Pitt Langford, The Vigilante, the Explorer, the Expounder and First Superintendent of Yellowstone Park, Olin D. Wheeler, Speech to the Montana Historical Society, April 8, 1912
  4. Bannack State Park. Bannack' Days. Visitado em 21 de julho de 2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bannack