Banu Qaynuqa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Banu Qaynuqa (ou Banu Kainuka, Banu Kaynuka, Banu Qainuqa, Banu Qaynuqa, em árabe: بنو قينقاع) foi uma das três principais tribos judaicas de Medina, atualmente na Arábia Saudita. Em 624, a tribo havia ameaçado a posição política de Maomé e um de seus membros atacado uma mulher muçulmana o que levou à expulsão de toda a tribo de Medina por violação a Constituição de Medina[1] [2] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Guillaume 363, Stillman 122, ibn Kathir 2
  2. Watt (1956), p. 209.