Barbas de baleia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cerdas bucais

São longas placas flexíveis de queratina (o mesmo material de que são feitas as unhas e o cabelo) organizadas em duas filas na maxila superior da boca das baleias da sub-ordem Mysticeti - as baleias sem dentes - que servem como aparelho de alimentação por filtragem.

Estas placas são uma modificação da epiderme e, além da queratina, contêm ainda pequenas quantidades de um mineral próprio dos ossos, a hidroxiapatite, assim como de manganésio, cobre, boro, ferro e cálcio.

Dependendo da espécie, uma placa das cerdas pode ter 0,5 a 3,5 metros de comprimento.

Antes da invenção do plástico, as cerdas eram usadas na construção de guarda-chuvas e nas cintas e corpetes das mulheres.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • St. Aubin, D.J, R.H. Stinson and J.R. Geraci 1984. "Aspects of the structure and function of baleen, and some effects of exposure to petroleum hydrocarbons". Canadian Journal of Zoology 62: 193-198