Barreira do Tamisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A barreira contra inundações do rio Tamisa
O portão no centro da imagem foi erguido para a sua posição que possibilita a manutenção da estrutura.

A Barreira do Tamisa (em inglês: Thames Barrier) é a segunda maior barreira anti-inundações do mundo (apenas a Oosterscheldekering nos Países Baixos é maior) e está localizada no rio Tamisa a jusante do centro de Londres, Reino Unido. O seu propósito é prevenir Londres das inundações por marés cheias e marés de tempestade excecionalmente altas. Só deve ser erguida durante a maré cheia; nas marés vazias pode ser baixada para libertar a água a montante. Na margem norte está Silvertown no borough de Newham, e na margem sul fica a área de New Charlton de Charlton no borough de Greenwich. O relatório de Sir Hermann Bondi sobre a inundação dos Países Baixos de 1953 que também atingiu o estuário do rio Tamisa e partes de Londres[1] foi decisiva para a construção da barreira.[2]

A barreira do Tamisa é um dos principais locais onde se desenrola a intriga do filme Flood, que explora a possibilidade de um rebentamento da sua estrutura.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Barreira do Tamisa