Barriemore Barlow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Barrie "Barriemore" Barlow (10 de setembro de 1949 em Birmingham, Inglaterra), foi baterista e percussionista da banda Jethro Tull, de maio de 1971 a junho de 1980. Amigo de escola de Ian Anderson, ele entrou para a banda após a saída de Clive Bunker. Batizado como Barrie, 'Barriemore' foi apenas um acréscimo, para se encaixar no perfil excêntrico do Jethro Tull (como aconteceu com Jeffrey Hammond, que se tornou "Jeffrey Hammond-Hammond"). Barlow participou de vários projetos, incluindo trabalhos com Robert Plant, John Miles, e Jimmy Page. Participou do álbum Rising Force, de Yngwie Malmsteen e de Seeds of Change, de Kerry Livgren. Barlow tem um estúdio de gravação, "The Doghouse", em sua propriedade em Shiplake, Oxfordshire, Inglaterra.

Participou dos seguintes álbuns do Jethro Tull:


Técnicas de Percussão[editar | editar código-fonte]

Barlow é conhecido como um baterista muito criativo e bastante técnico. Sua performance em Bursting Out, álbum gravado ao vivo, é um testemunho de seu talento, principalmente por seu solo na música "Conundrum". Ele foi considerado por John Bonham "o melhor baterista de rock que a Inglaterra já produziu".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um baterista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.