Barroso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Barroso
""Cidade do Cimento" / "A Cidade que ajuda a construir o Brasil""
Holcim Cimentos  Barroso

Holcim Cimentos Barroso
Bandeira de Barroso
Brasão de Barroso
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 12 de dezembro de 1953
Gentílico barrosense
Prefeito(a) Eika Oka de Melo (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Barroso
Localização de Barroso em Minas Gerais
Barroso está localizado em: Brasil
Barroso
Localização de Barroso no Brasil
21° 11' 13" S 43° 58' 33" O21° 11' 13" S 43° 58' 33" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Campo das Vertentes IBGE/2008[1]
Microrregião Barbacena IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Barbacena, São João del-Rei, Prados, Dores de Campos e Carandaí
Distância até a capital 197 km
Características geográficas
Área 81,726 km² [2]
População 20 484 hab. Estimativa IBGE/2013[3]
Densidade 250,64 hab./km²
Altitude 929 m (sede) m
Clima tropical de altitude Cwb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,745 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 190 077,005 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 459,86 IBGE/2008[5]
Página oficial
Vista parcial da cidade. Estrada Barroso - Dores de campos.

Barroso é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. De acordo com a estimativa do IBGE, em julho de 2012 sua população era de 19.787 habitantes.[3]

História[editar | editar código-fonte]

A história do município de Barroso remonta ao século XVIII e está diretamente ligada aos viajantes e desbravadores da região, que percorriam a área em busca de ouro.

Na região onde hoje se situa o município, ponto de passagem a Tiradentes e São João del-Rei, o alferes Joaquim Barroso oferecia “pouso” aos viajantes que iam às áreas mineradoras à procura de ouro. As pessoas diziam que estavam indo "no Barroso", nome que acabou servindo para denominar o município desde seus primórdios até os dias de hoje.

Posteriormente, o terreno do Barroso foi adquirido por Antônio da Costa Nogueira, responsável pela construção da primeira capela de Sant'Ana do Barroso, freguesia da Borda do Campo, por volta de 1792. Em torno dessa capela, elevada a freguesia em 1874, cresceu a povoação. O distrito de Barroso, criado no século XIX, pertenceu sucessivamente, aos municípios de Barbacena, Prados e Tiradentes. Em 1938, com a emancipação de Dores de Campos, o município de Barroso passou a integrar este novo município.

No dia 12 de dezembro de 1953, após articulações políticas de representantes do município de Barroso, a localidade transformou-se em Município através da Lei 1.259, emancipando-se de Dores de Campos. No dia 1º de janeiro de 1954 foi instalado o município e a Comissão de Emancipação erigiu um obelisco na praça Gustavo Meireles, como marco da histórica data.

São os seguintes componentes da Comissão Emancipadora: Geraldo Napoleão de Souza (presidente), Epifânio Barbosa, Humberto Carbonaro, José da Silva Pinto, Brasilino dos Reis Melo, Silvano Albertoni, José Augusto de Sousa e José Pio de Sousa. Geraldo Napoleão de Souza, foi o primeiro prefeito eleito (1955 — 1959) do município[6] .

A partir das décadas de 1950, 60 e 70, com o advento da indústria de cimento no município, o município observou um expressivo crescimento, atraindo pessoas de diversas áreas a Barroso, que buscavam oportunidades de emprego. O município passou a ter então, um perfil majoritariamente industrial.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Barroso está no km 226 da BR-265, esta estrada é a ligação entre a BR-040 e a BR-381, o município se encontra no Campo das Vertentes, em Minas Gerais, a 25 km de Tiradentes e 27 km de Barbacena.

Barroso é um município jovem. Emancipada em 12 de dezembro de 1953, passa por uma reestruturação econômica devido à cimenteira que existe no município ter investido muito redução de pessoal, ocorreu uma demissão em massa.

A organização de eventos foi no passado um carro chefe, sendo atualmente encerradas as atividades culturais e sociais, sob a justificativa da crise. Mas no mês de Julho a cidade comemora o dia da padroeira, Sant'Ana. Durante uma semana, na praça principal da cidade, acontecem shows, leilões, barraquinhas com jogos para as crianças e adultos, além das várias iguarias gastronômicas como o delicioso "Chico Paio", um caldo de feijão branco, com frango, bacon e linguiça calabresa. Nesse período do ano, faz muito frio na cidade e as temperaturas costumam variar entre oito e seis graus positivos. A festa se encerra no dia da padroeira, 26 de Julho.

O município conta com atrativos antrópicos e naturais. O patrimônio feito pelo homem conta com uma arquitetura moderna, jardins, praças, igrejas e algumas construções antigas.

Atrativos naturais: existem vários atrativos naturais em Barroso, cachoeiras, matas, cânions, trilhas, caminhos, rios e lagos de beleza inestimável.

Entre as cachoeiras estão a da Laginha, de incrível beleza em suas águas e no caminho até ela. A cachoeira do Padeiro, a mais alta das quedas do município, de água fria e limpa se encontra entre a mata do morro da telha.

Pela antiga estrada de ferro (Linha) como é conhecida pela população, segue subindo sentido contrario ao Rio das Mortes por suas margens, um passeio exuberante com alguns pontos no rio para prática de pesca (lambari, piau, bagre, dourado, branquejas entre outros), pesca essa que pode ser praticada com caniço, molinetes leves e até mesmo esportiva com carretilha e iscas artificiais, além da pesca se encontra vários pontos onde se pode tomar banho de rio e contemplar sua beleza.

Um lindo por do sol pode ser observado do ponto mais alto do município o Morro da Telha (Torre de TV)

Geografia[editar | editar código-fonte]

Com uma área de 81,726 km². Faz divisa com os municípios de Barbacena, São João del-Rei, Prados e Dores de Campos.

Barroso está a cerca de 1000 metros acima do nível do mar, devido a esta altitude o período de calor é relativamente curto, entre os meses de novembro a março.

A localização de Barroso é estratégica; fica a poucos quilômetros dos centros consumidores do Sudeste brasileiro e próximo dos corredores de exportação de Santos, Vitória e Rio de Janeiro. A vegetação predominante é a Mata Atlântica, porém iniciando a transição para o Cerrado. O clima é Tropical de altitude.

Localização[editar | editar código-fonte]

Barroso encontra-se na Mesorregião Campo das Vertentes, a 208 km da capital do estado, Belo Horizonte. Localiza-se dentro da região do antigo circuito Trilha dos Inconfidentes, onde ficam também os municípios de: Carrancas, Conceição da Barra de Minas, Coronel Xavier Chaves, Dores de Campos, Ibituruna, Lagoa Dourada, Madre de Deus de Minas, Nazareno, Piedade do Rio Grande, Prados, Resende Costa, Santa Cruz de Minas, São João Del Rei, São Tiago e Tiradentes.

A população da região da Trilha dos Inconfidentes é estimada em 195.444 habitantes para o ano de 2009. São João Del Rei é o município polo da região.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Altitude[editar | editar código-fonte]

  • Máxima: 1.218 m

Local: Morro da Boa Vista

  • Sede:929 m

Local:Prefeitura Municipal

  • Mínima: 904 m

Local: Rio das Mortes

Temperatura[editar | editar código-fonte]

  • Média anual: 18,8 °C
  • Média máxima anual: 24,1°C
  • Média mínima anual: 13,5°C
Índice pluviométrico anual
  • 1436,1mm

Relevo[editar | editar código-fonte]

  • Plano: 15%
  • Ondulado: 60%
  • Montanhoso: 25%

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Nasce na Serra da Mantiqueira, percorre uma extensão de 278km e deságua no rio Grande.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010

População Total: 19599 Habitantes


(Fontes: PNUD - IBGE/2010)

Evolução populacional[editar | editar código-fonte]

A população de Barroso se mantém em crescimento vegetativo, porém quase sempre de maneira constante, com taxas médias de crescimento anual acima de 2%, segundo o resultado do Censo Demográfico de 2000 no qual se verifica taxa de 2,02% por ano.[carece de fontes?]

Ano População
1970 10940
1980 14320
1991 17014
2000 18197
2008 20096
2009 20253

Regiões[editar | editar código-fonte]

Barroso está dividida em cinco regionais (regiões). São eles:

  • Região Central
  • Zona Oeste
  • Zona Sul
  • Zona Leste
  • Zona Norte

Distritos[editar | editar código-fonte]

  • Barroso - sede do município
  • Boa Vista - 4 km da sede
  • Caetés - 6 km da sede
  • Invernada
  • Zé Deia
  • Boqueirão
  • Bom Jardim
  • Cantagalo
  • Laranjeira
  • Brejinho
  • Olaria
  • Morro da Telha

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Rosário
  • São José
  • Praia
  • Dr. José Guimarães
  • Genésio Graçano
  • João Bedeschi
  • Jardim Bandeirantes
  • Alonso
  • Joaquim Gabriel de Souza
  • Josefina Coelho
  • Nilder José de Souza
  • Santa Maria
  • Esplanada
  • Arthur Napoleão
  • Jardim Europa
  • Nova Barroso
  • Irmãos Pinto
  • Centro

Distâncias geográficas[editar | editar código-fonte]

Via rodoviária[editar | editar código-fonte]

Via ferroviária[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

Fabrica de cimento Holcim Brasil S.A. em Barroso.

Beneficiamento de minerais é a principal atividade econômica, em que sobressai grande fábrica de cimento, que abastece a região e outros Estados: Holcim, juntamente com indústrias de artefatos de cimento e mineração de quartzo.

A produção artesanal de Cachaça está em alta no Brasil, principalmente em Minas Gerais e Barroso conta com duas cachaçarias, a MC da Boa Vista e a Barrosinha, participam de feiras e cursos de qualificação e exportam bastante produtos.

Diversas indústrias de pequeno porte[editar | editar código-fonte]

Serralherias, carpintarias, tijolos, etc. Barroso tem instaladas, hoje, cerâmicas, empresas de ônibus, transporte, de prestação de serviços em geral.

Estabelecimentos comerciais variados[editar | editar código-fonte]

  • Concessionárias de automóveis, armarinhos, venda de eletrodomésticos, gêneros alimentícios, calçados, confecções, hotéis, pensões, postos de gasolina, bancos, agências de viagens, empresas de doces entre outros. Barroso conta com um mini Shopping: Utilar.

Agropecuária[editar | editar código-fonte]

Agricultura

Principais produtos agrícolas: Arroz, Laranja, Milho, Mandioca, Feijão e Cana-de-açúcar.

Pecuária

Principais Efetivos: Bovinos, Equinos, Muares, Galináceos e Suínos.

Educação[editar | editar código-fonte]

O município conta com escolas primárias, creches, escolas de ensino fundamental e médio. Além de contar escolas de línguas.

Principais escolas privadas[editar | editar código-fonte]

  • SENAI - Centro de Formação Profissional "José Pio de Souza"

Oferece Cursos gratuitos e pagos - Técnico de Mineração, Mecânica e Eletromecânica - Aprendizagem Industrial de Usinagem Mecânica, Eletricidade Predial e Industrial, Informática, Alvenaria, Calçados. - Qualificação Profissional de Soldador, Alvenaria, Armador de Ferragens, Carpinteiro de Obras, Calçados, etc. - Iniciação Profissional em várias áreas.

  • Invictus centro de ensino

Principais escolas públicas[editar | editar código-fonte]

  • Escola Municipal Arthur Napoleão
  • Escola Estadual Francisco Antônio pires
  • Escola Estadual Sant'Ana
  • Escola Estadual Cônego Luiz Giarola Carlos
  • Escola Municipal Irma Magdaline
  • Escola Estadual Prefeito Geraldo Napoleão de Souza
  • Escola Estadual General Silvano Albertoni

Obras[editar | editar código-fonte]

Atualmente Barroso está em pleno crescimento com a expansão da cimenteira que vai se tornar a maior do mundo e

criação de novas avenidas e loteamentos, além de várias obras de condomínios, edifícios e casas espalhados por todas as regiões do município.

Esporte[editar | editar código-fonte]

O município possui vários estádios e muitos times de futebol.Como TDB, Clube V-8, Fortaleza, Califórnia, Colorado, Guarani entre outros.

O estádio São José está sendo reformado, situa-se no bairro de mesmo nome.

Barroso possui vários clubes modernos e equipados para a prática de esportes. Alguns deles são: Ceclans, Clube Recreativo Barrosense.

Saúde[editar | editar código-fonte]

Barroso possui um hospital, com mais de 53 leitos no ano 2000. Possui vários centros e postos de saúde, clínicas e médicos particulares, postos odontológicos, ambulâncias, farmácias e etc. O Programa Saúde da Família atende quase 100% da população barrosense.[carece de fontes?]

Hospital[editar | editar código-fonte]

  • Prefeito Macedo Couto

Total de 53 leitos hospitalares, que se dividem em:

  • Total: 53 leitos
  • SUS: 40 leitos

Religião[editar | editar código-fonte]

O predomínio é da religião católica , tendo como padroeira a Senhora Sant'Ana. Mas está havendo um grande crescimento de evangélicos.

Edificações[editar | editar código-fonte]

O município possui vários edifícios, que na maioria das vezes não passam de 3 andares. A maioria se situa na bairro central. O maior edifício do município tem 6 andares e está em construção. Conta com mais de 15 edifícios de mais de 3 andares. Outros bairros que possuem números consideráveis de edifícios são: São José, Dr. José Guimarães, esses bairros possuem edifícios com mais de 4 andares. O município não pode conter em sua arquitetura edifícios com mais de 5 andares devido a detonações decorrentes das várias minas de extração de calcário existentes próximas a comunidade.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Transporte rodoviário urbano[editar | editar código-fonte]

A empresa responsável pelo transporte coletivo no município é a empresa BTU (Barroso Transporte Urbano).

Transporte rodoviário interurbano[editar | editar código-fonte]

Barroso é atendida por diversas empresas de ônibus interurbanos que a interligam com os principais centros do país como Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, entre outros. Há também ônibus semi-urbanos que ligam Barroso a Dores de Campos, São João del-Rei, Juiz de Fora, Barbacena, Santos Dumont, Lavras, Ewbank da Câmara, Tiradentes, Prados entre outros municípios.

Administração[editar | editar código-fonte]

  • Prefeito: Eika Oka de Melo (2013/2016)
  • Vice-prefeito: João Epifânio Pinto(2013/2016)
  • Presidente da câmara: Marco Antonio da Silva (2014)
  • Vereadores: Anderson Geraldo de Paula, Antônio Maria Claret de Souza, Marco Antonio da Silva, Jaime Nogueira, Wanderléia Napoleão, Edison Jose de Campos, Hélio Carlos de Campos e Eduardo Ferreira Pinto.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  3. a b Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data de referência em 1 de julho de 2012 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (31 de agosto de 2012). Visitado em 4 de outubro de 2012.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  6. José Venâncio de Resende (13 de Março de 2012). Em Barroso, trajetórias política e industrial se misturam (em português) Jornal das Lajes. Visitado em 3 de Dezembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.